EFETIVIDADE E DOMINÂNCIA LATERAL NA COBRANÇA DO PÊNALTI DE FUTEBOL

  • Patrick Zawadzki Universidade do Oeste de Santa Catarina. Universidade do Estado de Santa Catarina.
  • Jucielly Carla Téo
  • Danieli Zanini
  • Marcos Antonio Cezar
  • Carlos Miguel Porto Almeida
  • Paulo Pagliari
  • Susana Padoin
  • Eduarda Borsoi
  • Natali Sirino
  • Rodrigo Schild
  • Maiqueli F. da Silva
  • Thaynan Luiz

Resumo

O pênalti, desde sua criação em 1890 no norte da Irlanda, tem por finalidade punir o atleta responsável por um ato antidesportivo cometido ao impedir a trajetória da bola ou de outro jogador dentro da sua área penal. Presentemente, é cobrado à uma distância de 11 metros da meta adversária, e consequentemente, por meio dele muitas partidas são definidas. Devido a isso, com a passar dos anos os goleiros intensificaram seus treinamentos e tornaram mais difícil o êxito por parte do cobrador. Avaliar de forma precisa a efetividade dos cobradores tornou-se uma demanda obrigatória para os profissionais de educação física que trabalham com futebol. Dessa forma, foi utilizado o protocolo de teste de precisão do pênalti, proposto pelo grupo Ciências da Vida em Pesquisa, com o objetivo de analisar a efetividade do pênalti cobrado com ambas pernas de 23 atletas da Categoria Sub-15 da Associação Chapecoense de Futebol. O protocolo consistiu em duas cobranças de pênaltis com cada perna em um gol oficial, com alvos o ângulo direito superior e o ângulo esquerdo superior. Foram encontrados resultados indicando que: 1-Em ambas as pernas, o segundo chute foi mais efetivo comparado ao primeiro, 2-Quanto à direção do chute, para ambas as pernas, a maior pontuação foi encontrada no ângulo esquerdo superior. Conclui-se que, para o grupo, além da evidência destes resultados, é possível estabelecer uma relação aprofundada com a técnica de cobrança, como a posição do pé de apoio, a trajetória da corrida até a cobrança, ou a inclinação do tronco com a suposta manutenção do equilíbrio do corpo.

Biografia do Autor

Patrick Zawadzki, Universidade do Oeste de Santa Catarina. Universidade do Estado de Santa Catarina.

Mestrando em Ciências do Movimento Humano, pelo CEFID-UDESC. Doutorando em Educaçao Física, Atividade Física e Esporte pelo INEFC_UB. Professor da UNOESC-Chapecó.

Publicado
24-08-2016
Como Citar
Zawadzki, P., Téo, J. C., Zanini, D., Cezar, M. A., Almeida, C. M. P., Pagliari, P., Padoin, S., Borsoi, E., Sirino, N., Schild, R., Silva, M. F. da, & Luiz, T. (2016). EFETIVIDADE E DOMINÂNCIA LATERAL NA COBRANÇA DO PÊNALTI DE FUTEBOL. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/10898
Edição
Seção
Chapecó - Extensão