UTILIZAÇÃO DE FIBRA DE COCO COMO COMPONENTE PARA AUMENTAR A RESISTÊNCIA FINAL DO CONCRETO

Autores

  • Lucas Demarco Fiorentin Engenharia Civil
  • Erli Raquel Zortea Andretta Universidade do Oeste de Santa Catarina, Unoesc
  • Eduardo Roberto Batiston Universidade Comunitária da Região de Chapecó, UNOCHAPECO

Palavras-chave:

Concreto. Fibra de Coco. Resistência a Compressão e à Tração.

Resumo

A presente pesquisa teve como objetivo analisar se a incorporação de fibras de coco na produção do concreto influenciou em sua resistência à compressão e tração. Também foi analisado se a trabalhabilidade do concreto com adição da fibra de coco sofreu alguma influência. Para avaliar o comportamento do concreto com adição de fibra de coco, foram produzidas e avaliadas três diferentes composições de concreto. O primeiro tratamento correspondeu ao concreto sem qualquer fibra de coco; o segundo tratamento foi a composição do concreto com 72 g de fibras de coco, mas não foi especificado um comprimento padrão para as fibras; e por fim, o terceiro tratamento teve a mesma porcentagem de fibra de coco que o segundo, mas com um tamanho de fibra pré-definido em 25 mm. Através dos ensaios, foi possível observar um aumento da resistência a compressão e à tração apenas para o tratamento que possuía fibras sem tamanho definido, em comparação ao concreto sem fibra. Já a resistência da amostra de concreto que continha fibras com tamanho pré-definido, foi inferior a amostra de concreto sem fibra. Os resultados apontam para a utilização da fibra de coco no concreto, entretanto dentro das condições avaliadas.

Downloads

Publicado

19-07-2021

Edição

Seção

Eixo Temático 2: Arquitetura inteligente e sustentável