ANÁLISE DESCRITIVA DA ADEQUAÇÃO DO MOBILIÁRIO ESCOLAR NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

  • Mônica Telli Moreno da Silva
  • Alda Paulina dos Santos

Resumo

No presente estudo, de natureza descritiva, o objetivo foi analisar a inadequação do mobiliário escolar nas séries iniciais do ensino fundamental em uma escola pública municipal da cidade de Getúlio Vargas, RS, demonstrando que se torna inadequado o uso de um único mobiliário para todo esse nível de ensino. Com tantas faixas etárias envolvidas, um único tipo de mobiliário acaba por tornar-se impróprio para algumas delas, constatando-se que os alunos de 1ª, 2ª e 3ª séries são os que mais podem sofrer com tal inadequação, pois a mobília é demasiadamente grande para essas crianças. Conseqüentemente tal situação pode induzir a posturas corporais inadequadas que provocam acometimentos físicos e posturais em curto, médio e longo prazo. Além do mais, desconfortos podem gerar desatenção e desinteresse pelas atividades pedagógicas, prejudicando não somente a saúde, como também a aprendizagem dos alunos. A partir das medidas antropométricas realizadas em crianças de sete a nove anos de idade na referida escola, concluiu-se que um espaço físico e uma mobília escolar inadequados são prejudiciais ao desenvolvimento das crianças; sugeriu-se, então, a implantação de um mobiliário escolar intermediário.
Palavras-chave: Mobiliário escolar. Antropometria. Posição sentada. Ergonomia.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
10-09-2015
Como Citar
MORENO DA SILVA, M. T.; DOS SANTOS, A. P. ANÁLISE DESCRITIVA DA ADEQUAÇÃO DO MOBILIÁRIO ESCOLAR NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL. Roteiro, v. 31, n. 1-2, p. 123-134, 10 set. 2015.
Seção
Artigos