FORMAÇÃO NA LICENCIATURA: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE ESTUDANTES

  • Laeda Bezerra Machado UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
  • Viviane Cordeiro Gomes UFPE/SESC-PE

Resumo

As representações sociais de formação na licenciatura construídas por estudantes de uma instituição pública federal são o objeto de discussão deste artigo, resulta de uma pesquisa qualitativa desenvolvida com estudantes de cursos de licenciatura da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em Recife. Realizamos dois grupos focais, dos quais participaram estudantes das áreas de Ciências Humanas, Exatas e Saúde. Os resultados apontaram representações sociais centradas em alguns pontos, a saber: descoberta do aluno como sujeito de saber e lugar da aprendizagem técnica ou transposição do conteúdo específico, instrumentalização do docente. Admitimos que as representações sociais evidenciadas neste artigo possam contribuir para se (re)pensar o processo formativo dos futuros professores da educação básica.

Palavras-chave: Representações sociais. Estudantes. Licenciaturas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laeda Bezerra Machado, UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

Doutora em Educação, professora vinculada ao Departamento de Administração Escolar e Planejamento  Educacional e Programa de Pós-graduação em Educação Núcleo de Formação de Professores e Prática Pedagógica da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife, Pernambuco, Brasil. Bolsista do CNPq.  E-mail: laeda01@gmail.com

Viviane Cordeiro Gomes, UFPE/SESC-PE
Mestre em Educação pela UFPE. Gestora escolar em Educação Profissional do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC
Publicado
01-06-2015
Como Citar
MACHADO, L. B.; CORDEIRO GOMES, V. FORMAÇÃO NA LICENCIATURA: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE ESTUDANTES. Roteiro, v. 40, n. 1, p. 51-78, 1 jun. 2015.
Seção
Artigos