Significações nacionais de expressões locais: educação, mídia e região no Brasil

  • Maria Érica de Oliveira Lima
  • Sebastião Guilherme Albano da Costa

Resumo

Este artigo está embasado em premissas da modernidade latino-americana. Não obstante, sua ideia principal diz respeito à regularidade de motivos regionais na composição da imaginação nacional surgida com a ascensão dos processos de industrialização e da cultura no Brasil do século XX. Se forem analisadas peculiaridades históricas, tal como o embate entre forças regionais e federais na constituição do estado, os ciclos econômicos que levaram à alternância na hegemonia econômica nacional, ações políticas, etc. se perceberá que a indústria cultural e seu caráter transnacional tiveram uma matéria prima histórica e já sistematizada pelas Ciências Sociais e reconfigurada pela Comunicação, as quais puderam adaptar os estímulos expressivos regionais aos suportes e às especificidades cognitivas que a caracterizam. Em uma leitura epistemológica e conceitual, apresenta-se o estudo sob o prisma da identidade cultural, localismo, proximidade, regionalização, nacionalização, espacialização e territorialização; o artigo é resultado de uma pesquisa qualitativa, cujos métodos dedutivo, dialético e observacional estão representados nas técnicas de pesquisa bibliográfica e documental.

Palavras-chave: Ciências da Comunicação e Sociais. Território. Espacialização. Identidade cultural. Proximidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
LIMA, M. ÉRICA DE O.; COSTA, S. G. A. DA. Significações nacionais de expressões locais: educação, mídia e região no Brasil. Roteiro, v. 34, n. 2, p. 269-294, 11.
Seção
Artigos