Uma experiência de uso do método de casos em formação continuada de professores

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18593/r.v46i.27179

Palavras-chave:

método de casos na formação docente, formação docente continuada, modelo personalista, modelo orientado para a pesquisa

Resumo

O uso do método de casos na formação continuada de professores é especialmente relevante na medida em que lhes pode permitir evocar e narrar situações reais de trabalho, partilhar a sua narrativa com os restantes colegas em formação e com os formadores, refletir coletivamente sobre cada caso e sobre o conjunto de casos em análise. Visa-se com este artigo descrever uma experiência de formação continuada de professores (dois por cada escola ou agrupamento de escolas) investidos da missão de passarem a constituir a secção de formação e monitorização de um dado centro de formação inter-escolas. Dentro da estratégia de formação que foi delineada, o uso do método de casos teve lugar na fase inicial do projeto que deveria concluir-se pela produção, pelos participantes, de planos de formação docente, devidamente contextualizados, a integrar no projeto educativo de cada escola. O projeto desenvolvido inspirou-se nos modelos de formação personalista e orientado para a pesquisa, tal como Zeichner (1983) os define e radicou no conhecimento científico acumulado acerca do uso do método dos casos na formação de professores. Para além do valor produtivo que o uso do método de casos teve, será posto em evidência o seu valor formativo para a constituição e a dinâmica de um grupo de formandos que não se conheciam à partida e entre os importava que se desenvolvesse a confiança, a colaboração, a capacidade de formação interpares e a reflexividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Manuela Franco Esteves, Universidade de Lisboa, Instituto de Educação

Doutora em Ciências da Educação pela Universidade de Lisboa (1999).

Referências

ARNAL, J.; RINCÓN, D.; LATORRE, A. de. Investigación educativa: fundamentos y metodologias. Barcelona: Labor, 1992.

CHERRINGTON, S. Developing teacher identity through situated cognition. Approaches to teacher education. In: CLANDININ, J. D.; HUSU, J. (org.). The Sage Handbook of Research on Teacher Education. Londres: Sage, 2017. p. 160-176.

ÉRAUT, M. Developing professional knowledge and competence. Londres: Falmer Press, 1995.

FULLER, A.; UNWIN, L. Young people as teachers and learners in the workplace: challenging the novice-expert dichotomy. International Journal of Training and Development, v. 8, n. 1, p. 31-41, 2004.

HUBER, J.; YEOM, J.-S. Narrative theories and methods in learning, developing and sustaining teacher agency. In: CLANDININ, J. D.; HUSU, J. (org.). The Sage Handbook of Research on Teacher Education. Londres: Sage, 2017. p. 301-316.

IMANTS, J.; VAN DER WAL, M. M. A model of teacher agency in professional development and school reform. Journal of Curriculum Studies, v. 52, n. 1, p. 1-14, 2020.

KORTHAGEN, F. A. J. A Foundation for effective teacher education: teacher education pedagogy based on situated learning. In: CLANDININ, J. D.; HUSU, J. (org.). The Sage Handbook of Research on Teacher Education. Londres: Sage, 2017. p. 528-544.

LAVE, J.; WENGLER, E. Situated learning: legitimate peripheral participation. Cambridge: Cambridge University Press, 1991.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M. Pesquisa em educação. Abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MACLELLAN, E. Shaping agency through theorizing and practising teaching in teacher education. In: CLANDININ, J. D.; HUSU, J. (org.). The Sage Handbook of Research on Teacher Education. Londres: Sage, 2017. p. 253-268.

MERSETH, K. K. Cases and case methods in teacher education. In: SIKULA, J. et al. (org.). Handbook of Research on Teacher Education. 2. ed. New York: MacMillan, 1996. p. 722-746.

PORTUGAL. Decreto-Lei n. 127, de 7 de julho de 2015. Aprova as regras a que obedece a constituição e o funcionamento dos Centros de Formação de Associação de Escolas. Diário da República eletrônico, 7 jul. 2015.

SHULMAN, L. S. Toward a pedagogy of cases. In: SHULMAN, J. (org.). Case methods in teacher education. New York: Teacher College Press, 1992. p. 1-31.

ZABALZA, M. A. Diários de aula. Contributo para o estudo dos dilemas práticos dos professores. Porto: Porto Editora, 1994.

ZEICHNER, K. Alternative paradigms of teacher education. Journal of Teacher Education, v. 34, n. 3, p. 3-9, July/Sept. 1983.

Downloads

Publicado

17-06-2021

Como Citar

ESTEVES, M. M. F. . Uma experiência de uso do método de casos em formação continuada de professores. Roteiro, [S. l.], v. 46, p. e27179, 2021. DOI: 10.18593/r.v46i.27179. Disponível em: https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/27179. Acesso em: 28 set. 2021.

Edição

Seção

Seção temática: Casos de Ensino na pesquisa e na formação de professores