Desafios da gestão democrática: uma análise do sistema escolar de tempo integral de Manaus

Autores

  • Cintia Adélia da Silva Universidade Federal do Amazonas https://orcid.org/0000-0002-7455-9814
  • Arminda Rachel Botelho Mourão Universidade Federal do Amazonas

DOI:

https://doi.org/10.18593/r.v46i.26992

Palavras-chave:

Gestão democrática, Educação integral, Educação de tempo integral, Educação integral liberal, Educação integral politécnica

Resumo

No estado do Amazonas, o sistema de educação integral está constituído por dois subsistemas: um, das Escolas Estaduais de Tempo Integral – EETIs e, outro, dos Centros Estaduais de Tempo Integral – CETIs. Este artigo resulta de uma pesquisa realizada, em 2014, em três Escolas Estaduais de Tempo Integral – EETIs, com o objetivo de verificar em que condições de trabalho, a práxis da gestão escolar concorre para alcançar os fins instituídos em lei e por quais experiências pedagógicas em educação integral, além disso, quais seus desafios? A metodologia consistiu numa revisão histórica sobre as principais experiências pedagógicas com educação integral no Brasil: tempo integral, educação integral liberal e educação integral politécnica; aplicação de survey multifatorial às escolas da base empírica e análise dos resultados por meio do materialismo histórico. Chegou-se à conclusão: por mais que a gestão escolar tenha apresentado uma tendência a práticas democráticas, dois obstáculos precisam ser superados: o espontaneísmo afetivo e o gerencialismo burocrático. Além disso, aplicar os princípios da LDB pela perspectiva do movimento sindical e pôr em prática uma gestão democrática superadora da educação integral, sob a forma de tempo integral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cintia Adélia da Silva, Universidade Federal do Amazonas

Doutoranda em Educação na Universidade Federal do Amazonas - UFAM

Pesquisadora do Grupo de Pesquisa Centro Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Educação e Sustentabilidade - CIEPES/UNIR

 

Arminda Rachel Botelho Mourão, Universidade Federal do Amazonas

Professora Titular da Universidade Federal do Amazonas

Docente do Programa Stricto Sensu em Educação da UFAM e do Doutorado em Educação na Amazônia UFAM/UFPA.

Referências

AMAZONAS. Secretaria de Estado da Educação do Estado do Amazonas. Proposta pedagógica das escolas da rede estadual de ensino de educação em tempo integral. In: AMAZONAS. Resolução nº 112, de 20 de outubro de 2008. Aprova o Projeto de Escolas de Tempo Integral no Estado do Amazonas e dá outras orientações. Manaus: Conselho Estadual de Educação – CEE/AM, 2008.

ASSIS, R. M. A educação brasileira durante o período militar: a escolarização dos 7 aos 14 anos. Educação em Perspectiva, v. 3, n. 2, p. 320-339, jul./dez. 2012.

BRASIL. Decreto n. 7.083, de 27 de janeiro de 2010. Dispõe sobre o programa Mais Educação. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 28 jan. 2010. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7083.htm. Acesso em: 23 abr. 2016.

BRASIL. Lei n. 9.394, 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 21 dez. 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 16 ago. 2016.

BRASIL. Lei n. 10.172, de 9 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 10 jan. 2001. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/leis_2001/l10172.htm. Acesso em: 16 ago. 2016.

BRASIL. Lei n. 13.005, de 25 de junho de 2014. Dispõe sobre o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 jun. 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 17 ago. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria Normativa Interministerial nº- 17, de 24 de abril de 2007. Dispõe sobre o Programa Mais Educação. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 abr. 2007. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/mais_educacao.pdf. Acesso em: 16 ago. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Articulação com os Sistemas de Ensino. Planos de carreira e remuneração: contribuições para a elaboração e a revisão de planos de carreira e remuneração dos profissionais da educação escolar básica pública. Organizado por Sérgio Roberto Gomes de Souza. Brasília, DF: MEC/SASE, 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Sistema Educacional Brasileiro. Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos. Conselho escolar, gestão democrática da educação e escolha do diretor. Brasília, DF: MEC, 2004a.

BRASIL. Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos. Conselhos escolares: uma estratégia de gestão democrática da educação pública. Brasília, DF: MEC, 2004b.

CAVALIERE, A. M. V. Anísio Teixeira e a educação integral. Paideia, v. 20, n. 46, p. 249-259, maio/ago. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/paideia/v20n46/11.pdf. Acesso em: 29 mar. 2016.

CAVALIERE, A. M. V. Educação integral: uma nova identidade para a escola brasileira? Educação & Sociedade, v. 23, n. 81, p. 247-270, dez. 2002.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO. Mobilização em defesa do FUNDEB permanente e com mais recursos da União. Brasília, DF: CNTE, 2019.

CURY, C. R. J. Gestão democrática da educação: exigências e desafios. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 18. n. 2, p. 163-174, jul./dez. 2002.

FERREIRA, J. N. O ensino médio nas escolas de tempo integral. 2012. 92 f. Dissertação (Mestrado em Acadêmico em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2012.

GRACINDO, R. V. Gestão democrática nos sistemas e na escola. Brasília: UnB, 2007.

JACOMINI, M. A.; PENNA, M. G. O. Carreira docente e valorização do magistério: condições de trabalho e desenvolvimento profissional. Pro-Posições, v. 27, n. 2, maio/ago. 2016.

MACIEL, A. C.; BRAGA, R. M. Projeto Burareiro: politecnia e educação integral à luz da pedagogia histórico-crítica. In: SANTOS, N. Alinhavos em ciências humanas. Porto Velho: EDUFRO, 2007. p. 59-74.

MACIEL, A. C.; JACOMELI, M. R. M.; BRASILEIRO, T. S. A. Fundamentos da educação integral politécnica: da teoria à prática. Educação & Sociedade, v. 38, n. 139, p. 473-488, abr./jun. 2017.

MACIEL, A. C. Marx e a politecnia, ou: do princípio educativo ao princípio pedagógico. Revista Exitus, v. 2, n. 2, p. 85-110, 2018.

MACIEL, A. C. O projeto original. In: MACIEL, A. C.; BRAGA, R. M.; RANUCCI, A. M. C. Projeto burareiro de educação integral: original. Porto Velho: Temática, 2016. p. 19-40.

MACIEL, A. C.; SILVA, C. A.; MOURÃO, A. R. B. Nota técnica: tabulação do survey multifatorial aplicado à EETI-1. Manaus: [s. n.], 2015a.

MACIEL, A. C.; SILVA, C. A.; MOURÃO, A. R. B. Nota técnica: tabulação do survey multifatorial aplicado à EETI-2. Manaus: [s. n.], 2015b.

MACIEL, A. C.; SILVA, C. A.; MOURÃO, A. R. B. Nota técnica: tabulação do survey multifatorial aplicado à EETI-3. Manaus: [s. n.], 2015c.

MACIEL, A. C.; SILVA, C. A.; MOURÃO, A. R. B. Nota técnica: tabulação geral do survey multifatorial – EETI-1, EETI-2, EETI-3. Manaus: [s. n.], 2015d.

MACIEL, A. C.; SILVA, C. A.; MOURÃO, A. R. B. Survey multifatorial. Manaus: [s. n.], 2015e.

MACIEL, A. C.; SILVA, C. A.; FRUTUOSO, C. O conceito de educação integral e as possibilidades da educação integral politécnica em Manaus. Práxis Educacional, v. 15, n. 32, p. 174-204, abr./jun. 2019.

MACIEL, A. C.; SILVA, C. A. Fundamentos da concepção de educação integral: uma análise das políticas educacionais, entre 1996 e 2014. In: MACIEL, A. C.; GANZELI, P.; COSTA, S. A. Sentidos da educação integral: conceitos, programas e implicações na realidade educacional. Uberlândia, MG: Navegando, 2018. p. 31-47.

MEC; INEP. A situação do ensino no Brasil: limites e avanços. Brasília, DF: INEP, 1997.

MOREIRA, A. J. de A.; JUNQUEIRA, M. L.; MACIEL, A. C. Centro de educação integral politécnica – CEIP: uma proposta de arquitetura sustentável, educativa e amazônica. In:

MACIEL, A. C. et al. (org.). Gestão da educação integral politécnica: uma proposta para o Brasil, 2. Porto Velho: EDUFRO, 2013. v. 2, p. 113-130.

OLIVEIRA, R. P. de. Da universalização do ensino fundamental ao desafio da qualidade: uma análise histórica. Educ. Soc., v. 28, n. 100, p. 661-690, out. 2007.

PACHECO, R. T. B. O espetáculo da educação: os Centros Educacionais Unificados do Município de São Paulo como espaços públicos de lazer. 2009. 280 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

PARÊS, E. G. Sistema democrático de relações de trabalho. Brasília, DF: CNTE, 2014,

RIBEIRO, D. O livro dos CIEPs. Rio de Janeiro: Bloch, 1986.

SANCHES, Y. C. de S. A gestão do Centro Educacional Unificado (CEU) da cidade de São Paulo. 2014. 336 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

SAVIANI, D. O choque teórico da politecnia. Trabalho, Educação e Saúde, v. 1, n. 1, p. 131-152, 2003.

SAVIANI, D. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação, v. 12, n. 34, p. 152-165, jan./abr. 2007.

SILVA, C. A. O sistema público de educação de tempo integral em Manaus e as possibilidades da educação integral politécnica. 2017. 205 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho, 2017.

SILVA, G.; SILVA, A. V.; SANTOS, I. M. Concepções de gestão escolar pós–LDB: gerencialismo e a gestão democrática. Revista Retratos da Escola, v. 10, n. 19, p. 533-549, jul./dez. 2016.

SILVA, L. G. A.; ALVES, M. F. Gerencialismo na escola pública: contradições e desafios concernentes à gestão, à autonomia e à organização do trabalho escolar. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 28, n. 3, p. 665-681, set./dez. 2012.

TEIXEIRA, A. Centro Educacional Carneiro Ribeiro. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 31, n. 73, p. 78-84, jan./mar. 1959.

TEIXEIRA, A. Plano de construções escolares de Brasília. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 35, n. 81, p. 195-199, jan./mar. 1961.

Downloads

Publicado

11-03-2021

Como Citar

SILVA, C. A. da; MOURÃO, A. R. B. Desafios da gestão democrática: uma análise do sistema escolar de tempo integral de Manaus. Roteiro, [S. l.], v. 46, p. e26992, 2021. DOI: 10.18593/r.v46i.26992. Disponível em: https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/26992. Acesso em: 19 set. 2021.

Edição

Seção

Seção temática: Educação Integral