Biografia da educadora Josete Sales: reflexos da formação de professoras no Ceará

  • Lia Machado Fiuza Fialho Universidade Estadual do Ceará https://orcid.org/0000-0003-0393-9892
  • Francisca Genifer Andrade de Sousa Universidade Estadual do Ceará
  • Lorena Brenda Santos Nascimento Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: Josete Sales, Universidade Estadual do Ceará, Biografia, Educação de mulheres, Centro de Educação

Resumo

O estudo trata da educação formal e formação de professoras no Ceará a partir da biografia de uma educadora. Objetiva compreender a formação educativa e as contribuições tecidas pela professora Josete de Oliveira Castelo Branco Sales na constituição do Centro de Educação da Universidade Estadual do Ceará. Para alcançar esse escopo, desenvolveu-se um estudo do tipo biográfico por meio da metodologia da História Oral, que viabilizou a realização de entrevistas livres para a coleta de narrativas orais – gravadas, transcritas, textualizadas e validadas. Constatou-se que Josete Sales obteve uma formação educacional diferenciada, possibilitada por ter condições financeiras que lhe proporcionaram prosseguimento nos estudos e pelo apoio familiar – da mãe, desde o ensino das primeiras letras, e do marido, que assumiu o revezamento no cuidado da casa e dos filhos –, rompendo padrões patriarcais e machistas. Sua educação formal perpassou por grupo escolar, telensino, escola normal e universidade; a educadora destacou-se como docente da referida Universidade cearense, em que coordenou a elaboração do projeto político-pedagógico do Curso de Pedagogia e foi idealizadora do Centro de Educação, fortalecendo a formação de professores cearenses. Sua biografia permitiu ampliar a compreensão acerca da História da Educação Feminina no Ceará e a constituição do Centro de Educação na Universidade Estadual do Ceará.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lia Machado Fiuza Fialho, Universidade Estadual do Ceará

Doutora em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará, Pós-doutorada em Educação pela Universidade Federal da Paraíba. Professora Adjunta do Centro de Educação da Universidade Estadual do Ceará, Professora Permanente do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE/UECE) e do Mestrado Profissional em Planejamento e Políticas Públicas. Editora chefa da coleção Práticas Educativas (EdUECE). Líder do Grupo de Pesquisa Práticas Educativas Memórias e Oralidades - PEMO. Editora chefa da revista Educação & Formação do PPGE/UECE. Tutora do Programa de Educação Tutorial (PET/Pedagogia/UECE).

Francisca Genifer Andrade de Sousa, Universidade Estadual do Ceará

Doutoranda e Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (PPGE/UECE). Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará-UECE (2017). Pesquisadora do grupo de pesquisa Práticas Educativas Memórias e Oralidades da Universidade Estadual do Ceará (PEMO/UECE). Tem experiência em Educação, com ênfase em História da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Políticas públicas de juventudes, juventudes, história oral e memória. 

Lorena Brenda Santos Nascimento, Universidade Federal do Ceará

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Ceará, Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará, Membro do Núcleo de Pesquisa sobre Sexualidade, Gênero e subjetividades (NUSS).

Referências

ALBERTI, V. Histórias dentro da História. In: PINSKY, C. (org.). Fontes históricas. São Paulo: Contexto, 2005. p. 155-202.

ARAÚJO, H. L. M. R. A tradicional escola normal rural cearense chega ao bairro de Fátima: formação das primeiras professoras primárias (1958-1950). Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 2015.

BENCOSTTA, M. L. A. Arquitetura e espaço escolar: reflexões acerca do processo de implantação dos primeiros grupos escolares de Curitiba (1903-1928). Educar, Curitiba, n. 18, p. 103-141, 2001.

BRASIL. Constituição. República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Senado Federal, 5 out. 1988.

BRASIL. Lei n. 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Fixa as Diretrizes e as Bases para o Ensino de 1º e 2º graus, e dá outras providências. Diário Oficial União, Brasília, DF, 27 dez. 1961.

BRASIL. Lei n. 5.198, de 3 de janeiro de 1967. Cria, sob a forma de Fundação, o Centro Brasileiro de TV Educativa. Diário Oficial União, Brasília, DF, 4 jan. 1967.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial União, Brasília, DF, 21 dez. 1996.

BURKE, P. A escrita da História: novas perspectivas. São Paulo: Universidade Estadual Paulista, 1992.

CAMPOS, G. J. Televisão objeto de ensino para uma educação de sujeitos. 1983. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 1983.

DOSSE, F. O desafio biográfico: escrever uma vida. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2009.

FARIAS, I. M. S.; NUNES, J. B. C.; CAVALCANTE, M. M. D. Telensino: percursos e polêmicas. Fortaleza: Demócrito Rocha: Universidade Estadual do Ceará, 2001.

FARIAS, M. F. O telensino no cenário nacional e local das políticas de educação a distância. In: FARIAS, I. S. (Org.). Docência no telensino: saberes e práticas. Fortaleza: Secretaria da Cultura e Desporto do Governo do Estado do Ceará, 2000.

FARIAS, M. I. S. et al. Formação de professores: a responsabilidade social da Universidade Estadual do Ceará. Revista Educação Brasileira – CRUB, Brasília, DF, 2011.

FIALHO, L. M. F.; CARVALHO, S. O. C. História e memória do percurso educativo de Célia Goiana. Série-Estudos, Campo Grande, v. 22, n. 45, p. 137-157, 2017.

FIALHO, L. M. F.; FREIRE, V. C. C. Educação formativa de uma líder política cearense: Maria Luiza Fontenele (1950-1965). Cadernos de História da Educação, Uberlândia, v. 17, n. 2, p. 343-364, 2018.

FIALHO, L. M. F.; LIMA, A. M. S.; QUEIROZ, Z. F. Biografia de Aída Balaio: prestígio social de uma educadora negra. Educação Unisinos, São Leopoldo, v. 23, n. 1, p. 48-67, 2019.

FLICK, U. Introdução à pesquisa qualitativa. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FREIRE, V. C. C. Maria Luiza Fontenele: educação e inserção política. 2017. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2017.

GONDRA, J. G.; SCHUELER, A. Educação, poder e sociedade no império brasileiro. São Paulo: Cortez, 2008.

LE GOFF, J. História e memória. Campinas: Universidade Estadual de Campinas, 2003.

LORIGA, S. O pequeno x: da biografia à história. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

MACHADO, C. J. S. Mulher e educação: histórias, práticas e representações. João Pessoa: Universidade Federal da Paraíba, 2006.

MEIHY, J. C. S. B.; HOLANDA, F. História oral: como fazer, como pensar. São Paulo: Contexto, 2007.

MOURA, I. L. C. A automatização da educação: o telensino e a precarização do trabalho docente. 2009. 122 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009.

NAGLE, J. A educação na primeira república. In: FAUSTO, B. (org.). História geral da civilização brasileira. São Paulo: Difel, 1985. p. 261-291.

NARVAZ, M. G.; KOLLER, S. L. Famílias e patriarcado: da prescrição normativa à subversão criativa. Psicologia & Sociedade, Rio Grande do Sul, v. 18, n. 1, p. 49-55, 2006.

NOGUEIRA, D. L. Amália Xavier e a Escola Normal Rural de Juazeiro do Norte: registros sobre a constituição de uma cultura docente para a educação no campo. Fortaleza: Imeph, 2011.

NORA, P. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Projeto História, São Paulo, n. 10, p. 7-28, 1993.

NUNES, M. L. S. Uma página feminina: vozes de mulheres paraibanas na década de 1930. In: CBHE, 5., 2008, Aracaju. Anais [...] Aracaju: SBE, 2008. p. 1-12.

NUNES, M. L. S.; CAVALCANTE, E. C.; VILAR, A. M. De mestre a “mendigo de gravata”: educadoras paraibanas e suas concepções de docência (1935). In: FIALHO, L. M. F. et al. (org.). Ensaios em memórias e oralidades. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 2014. p. 59-78.

OLIVEIRA, R. L. S. A educação pelas antenas da TV: a narrativa histórica da implantação do telensino no Ceará (1973-1979). 2014. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Fortaleza, 2014.

PAULO NETTO, J. Pequena história da ditadura brasileira (1964-1985). São Paulo: Cortez, 2014.

RODRIGUES, R. M. Biografia e gênero. In: FIALHO, L. M. F.; VASCONCELOS, J. G.; SANTANA, R. J. (Org.). Biografia de mulheres. Fortaleza: Universidade Estadual do Ceará, 2015. p. 54-70.

SALES, J. O. C. B. A proposta de gestão colegiada no cotidiano da escola pública. 1993. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 1993.

SALES, J. O. C. B. Formação docente no CED/UECE: os caminhos percorridos na construção do projeto político-pedagógico. 2006. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2006.

THOMPSON, P. A voz do passado: história oral. 3. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

VASCONCELOS, J. G.; FIALHO, L. M. F.; LOPES, T. M. R. Educação e liberdade em Rousseau. Educação & Formação, Fortaleza, v. 3, n. 8, p. 210-223, 2018.

VEIGA, I. P. A. Docência universitária na educação superior. Brasília, DF: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira, 2006.

VIEIRA, S. L. História da Educação no Ceará: sobre promessas. Fatos e feitos. Fortaleza: Demócrito Rocha, 2002.

Publicado
27-07-2020
Como Citar
FIALHO, L. M. F.; SOUSA, F. G. A. DE; NASCIMENTO, L. B. S. Biografia da educadora Josete Sales: reflexos da formação de professoras no Ceará. Roteiro, v. 45, p. 1-22, 27 jul. 2020.
Seção
Artigos de demanda contínua