Políticas de Ampliação da Jornada Escolar

fundamentos e proposições

  • Cláudia da Mota Darós Parente UNESP - Universidade Estadual Paulista

Resumo

O artigo tem como objetivo analisar alguns fundamentos que embasam a formulação e a implementação de políticas de ampliação da jornada escolar. Neste artigo são apresentados seis fundamentos: articulação entre educação formal e educação não formal, ideia de cidade educadora, noção de território educativo, noção de intersetorialidade, enfoque de relações intergovernamentais e abordagem de redes de políticas. O conhecimento empírico mostra que esses aspectos, no todo ou em parte, têm fundamentado algumas das estratégias políticas em vigor em vários países. A articulação entre esses seis fundamentos possibilitou a elaboração de um esquema analítico denominado Enfoque Integrador. Esse enfoque é, ao mesmo tempo, modelo de análise e modo de gestão de políticas públicas, o que permitiu a sistematização de algumas proposições à formulação e implementação de políticas de ampliação da jornada escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudia da Mota Darós Parente, UNESP - Universidade Estadual Paulista

Professora da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Campus Marília e Presidente Prudente. Líder do Grupo de Pesquisa e Avaliação de Políticas Educacionais (GAPE). Pedagoga formada pela Universidade de São Paulo (USP), Mestre e Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Pesquisa de Pós-Doutorado realizada na Universidad de Salamanca, Espanha.  

Publicado
16-03-2020
Como Citar
DA MOTA DARÓS PARENTE, C. Políticas de Ampliação da Jornada Escolar: fundamentos e proposições. Roteiro, v. 45, 16 mar. 2020.
Seção
Artigos de demanda contínua