Formação continuada enquanto ética do cuidado de si

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18593/r.v46i.22401

Palavras-chave:

Formação continuada, Cuidado de Si, Ética e formação humana

Resumo

Este trabalho investiga alguns pressupostos filosóficos de modelos ou formas de efetivação dos processos de formação continuada de professores. Partimos da apreciação crítica de dois grandes paradigmas fundamentais que sustentam concepções distintas de formação continuada, quais sejam, o “modelo tradicional de formação continuada”, calcado em uma perspectiva metafísica; e o “modelo contemporâneo de formação continuada”, calcado na gestão de si mesmo. Como aporte crítico-conceitual para dialogar com esses dois modelos e, especialmente, para prospectar novos pressupostos filosóficos para a formação continuada, investigamos a noção de cuidado de si, de Michel Foucault, tomando como base a obra A Hermenêutica do Sujeito. Com base na investigação interpretativa da filosofia de Foucault, concluímos que a modalidade continuada de formação de professores, quando tem seus pressupostos relegados a terceiros, não atende integralmente ao que julgamos ser sua principal finalidade, a saber, a transformação ética do educador. Em síntese, em consequência da pesquisa, essa finalidade é, em grande parte, alcançada, uma vez que a própria realidade do educador e seus diferentes problemas tornam-se objeto de estudo, pesquisa e reflexão, de modo que o conhecimento resultante desse processo, uma vez incorporado à prática do educador, conduz à transformação ética do si mesmo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo José Doro, Universidade de Passo Fundo

Doutor em Educação pela Universidade de Passo Fundo, Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Catarina e licenciado em filosofia pela Universidade de Passo Fundo. Professor do Curso de Filosofia e da Área de Ética e Conhecimento da Universidade de Passo Fundo.

Referências

ARAÚJO, I. L. Foucault e a Crítica do Sujeito. 2. ed. Curitiba: Ed. da UFPR, 2008.

BAUMAN, Z. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2001.

BECK, U. Sociedade de risco: rumo a uma outra modernidade. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2011.

BRASIL. Congresso Nacional. Câmara dos Deputados. Centro de Documentação e Informação. LDB: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. 14. ed. Brasília, DF: Câmara dos Deputados, Centro de Documentação e Informação, 2017. Disponível em: https://secure.upf.br/pdf/PDF de Livro/LDB14ed.pdf. Acesso em: 3 jul. 2018.

DALBOSCO, C. A. Pedagogia Filosófica: cercanias de um diálogo. São Paulo: Paulinas, 2007.

DARDOT, P.; LAVAL, C. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2016.

DARDOT, P.; LAVAL, C. Comum: ensaio sobre a revolução no século XXI. São Paulo: Boitempo, 2017.

ELIAS, N. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994.

FOUCAULT, M. A hermenêutica do sujeito: curso dado no Collège de France (1981-1982). Edição estabelecida sob a direção de François Ewald e Alessandro Fontana, por Frédéric Gros. Tradução: Mário Alves da Fonseca e Salma Tannus Muchail. 3. ed. São Paulo: Editora WMF; Martins Fontes, 2004.

FOUCAULT, M. Ditos e escritos V. Ética, sexualidade, política. 3. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014a.

FOUCAULT, M. Entrevista com Michel Foucault. In: FOUCAULT, M. Ditos e escritos IX: genealogia da ética, subjetividade e sexualidade. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014b.

FOUCAULT, M. O que é a Crítica? Seguido de A Cultura de Si. Tradução: Pedro Elói Duarte. Lisboa: Edições Texto e Grafia, 2017.

GALLO, S. O paradigma anarquista em educação. Nuances, v. 2, set. 1996.

HABERMAS, J. Pensamento pós-metafísico: estudos filosóficos. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2002.

LAVAL, C. A escola não é uma empresa: o neoliberalismo em ataque ao ensino público. Londrina: Editora Planta, 2004.

MARROU, H.-I. História da Educação na Antiguidade. Tradução: Mário Leônidas Casanova. Campinas, SP: Kírion, 2017.

MÜHL, E. H.; DALBOSCO, C. A.; CENCI, A. V. Questões atuais da educação: sociedades complexas, pensamento pós-metafísico, democracia e formação humana. Ijuí: Ed. Unijuí, 2016.

PLATÃO. Apologia de Sócrates. Críton. Tradução: Carlos Alberto Nunes. Editor convidado: Plínio Martins Filho. Organização: Benedito Nunes e Vitor Sales Pinheiro. Texto grego: John Burnet. 3. ed. rev. e bilíngue. Belém: Ed. UFPA, 2015.

Downloads

Publicado

24-09-2020

Como Citar

ROSSETTO, M. da S.; DORO, M. J. Formação continuada enquanto ética do cuidado de si. Roteiro, [S. l.], v. 46, p. e22401, 2020. DOI: 10.18593/r.v46i.22401. Disponível em: https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/22401. Acesso em: 19 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos de demanda contínua