A AVALIAÇÃO EM CLASSES DE ALFABETIZAÇÃO: REGISTROS DESCRITIVOS POSSIBILITAM SUPERAÇÃO DA AVALIAÇÃO CLASSIFICATÓRIA E EXCLUDENTE?

  • Leonete Luzia Schmidt Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Rosicler Schafaschek

Resumo

Resumo: O texto resulta de reflexão sobre relatórios de avaliação descritiva que professores alfabetizadores fazem atualmente para documentar o processo de apropriação da escrita e da leitura de seus alunos. É questionado se a forma como vem sendo realizada, a avaliação descritiva possibilita superação da avaliação classificatória e excludente. Este estudo situa-se no âmbito de um projeto de pesquisa a respeito da alfabetização e letramento, formação inicial e continuada e trabalho docente financiado pela Capes/Observatório da Educação. O objetivo é analisar registros descritivos de avaliação elaborados por professores alfabetizadores. Foram analisados registros descritivos referentes a crianças de turmas de 1º e 2º ano do Ensino Fundamental e excertos de depoimentos de professoras alfabetizadoras das escolas da referida pesquisa. As análises evidenciam que a avaliação descritiva realizada pelas professoras vem apresentando impressões gerais sobre os alunos com foco em atitudes, ficando ausentes os dados sobre o aprendizado da leitura e escrita.

Palavras-chave: Avaliação descritiva. Reorganização curricular. Professores alfabetizadores.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonete Luzia Schmidt, Universidade do Sul de Santa Catarina
Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1990); Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996). Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Educação: História Política, Sociedade da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Professora de anos iniciais do Ensino Fundamental da rede pública durante 25 anos. Atualmente é professora do Mestrado em Educação da Universidade do Sul de Santa Catarina, Coordenadora de projeto de pesquisa do programa do Observatório da Educação da CAPES.
Publicado
28-09-2012
Como Citar
Schmidt, L., & Schafaschek, R. (2012). A AVALIAÇÃO EM CLASSES DE ALFABETIZAÇÃO: REGISTROS DESCRITIVOS POSSIBILITAM SUPERAÇÃO DA AVALIAÇÃO CLASSIFICATÓRIA E EXCLUDENTE?. Roteiro, 37(2), 228-242. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/2033
Seção
Dossiê Políticas e práticas de avaliação no ensino fundamental