Raízes – Resistência histórica

Resumo

Nesse texto apresentamos a resenha da obra: OLIVEIRA, Karine (Org.). Raízes - Resistência histórica. Antologia poética. Belo Horizonte: Ed. Venas Abiertas, 2018. 178 p.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vânia de Fátima Noronha Alves, PUC MINAS

Doutora e Mestre em Educação. Graduação em Educação Física. Professora do Departamento de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação e Graduações em Educação Física e Pedagogia.

Referências

BASSI, K. Coletânea Raízes Resistência histórica. Escritoras Negras. Disponível em: https://www.catarse.me/coletanearaizes. Acesso em: 28 set. 2018.

WIKIPÉDIA: a enciclopédia livre. Carimbo. Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Carimbo. Acesso em: 30 set. 2018.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987. Disponível em: http://www.dhnet.org.br/direitos/militantes/paulofreire/paulo_freire_pedagogia_do_oprimido.pdf. Acesso em: 30 set. 2018.

GOMES, N. L. Sem perder a raiz: corpo e cabelo como símbolo da identidade negra. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

LENNON, J.; ONO, Y. Imagine. Imagine. New York: Apple, 1971.

MAUSS, M. Sociologia e antropologia. São Paulo: Cosac e Naify, 2003.

RIBEIRO, D. O que é lugar de fala? Belo Horizonte: Letramento; Justificando, 2017.

RIBEIRO, D. Ser negra aqui e ser estrangeira no próprio país. Entrevista ao Jornal Estadão, 18 dez. 2017. Disponível em: https://agenciapatriciagalvao.org.br/wp-content/uploads/2017/12/estadao-18122017_Ser-negra-aqui-e-ser-estrangeira-no-proprio-pais-diz-Djamila-Ribeiro.pdf. Acesso em: 30 set. 2018.

ROQUE, T. Resistir a quê? Ou melhor, resistir o quê? Lugar Comum, n. 17, p. 23-32, 2002. Disponível em: http://uninomade.net/wp-content/files_mf/113003120958Resistir%20a%20qu%C3%AA%20Ou%20melhor%20resistir%20o%20qu%C3%AA%20-%20Tatiana%20Roque.pdf . Acesso em: 30 set. 2018.

Publicado
26-04-2019
Como Citar
ALVES, V. DE F. N. Raízes – Resistência histórica. Roteiro, v. 44, n. 2, p. 1-6, 26 abr. 2019.
Seção
Resenha