OS LETRAMENTOS ESCOLARES NOS DOCUMENTOS OFICIAIS DA MODALIDADE DE ENSINO PROEJA

  • Adriana Fischer Programa de Pós-Graduação em Letras da UCPel – Pelotas
  • Evanir Piccolo Carvalho Programa de Pós-Graduação em Letras, UCPel,RS. Instituto Federal Farroupilha, Campus de São Vicente do Sul, RS.

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar os indicativos da teoria sociocultural dos letramentos em dois documentos oficiais do Curso Técnico em Informática do Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (Proeja), sendo eles o Documento Base e o Projeto Pedagógico de um Curso Técnico em Informática. A finalidade é discutir os sentidos e as questões ideológicas que perpassam a organização curricular deste curso. A pesquisa tem como suporte a teoria sociocultural dos letramentos e a base linguística se vincula à perspectiva dialógica bakhtiniana. Os resultados indicam que os documentos abrem possibilidades para o planejamento de um trabalho que favoreça a constituição crítica de sujeitos letrados.

Palavras-chave: Letramentos. Proeja. Documento Base. Projeto Pedagógico. Curso Técnico em Informática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Fischer, Programa de Pós-Graduação em Letras da UCPel – Pelotas
Professora Adjunta do Programa de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) em Letras; Professora do curso de Graduação em Letras.  Universidade Católica de Pelotas, RS.
Evanir Piccolo Carvalho, Programa de Pós-Graduação em Letras, UCPel,RS. Instituto Federal Farroupilha, Campus de São Vicente do Sul, RS.
Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Letras, UCPel,RS. Professora no Instituto Federal Farroupilha, Campus de São Vicente do Sul, RS.
Publicado
22-04-2013
Como Citar
Fischer, A., & Carvalho, E. (2013). OS LETRAMENTOS ESCOLARES NOS DOCUMENTOS OFICIAIS DA MODALIDADE DE ENSINO PROEJA. Roteiro, 38(1), 33-60. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/1850
Seção
Artigos