AVALIAÇÃO DO ENSINO DE MATEMÁTICA: UMA LEITURA A PARTIR DA TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL

  • Sônia Maria Vitório
  • Ademir Damazio

Resumo

Resumo: No presente estudo, detivemo-nos na avaliação de ensino da Matemática, pois partimos do princípio de que é um processo decorrente do atual sistema de ensino, dos contextos teórico e histórico vivenciados que se manifestam na escola. Buscamos a percepção – em relação ao ensino de Matemática – dos professores, alunos, equipe diretiva que convivem no cotidiano de uma escola de ensino fundamental da rede municipal de ensino. Teoricamente, o estudo fundamentou-se na pedagogia histórico-crítica e sua base psicológica histórico-cultural e na teoria da atividade. A metodologia adotada segue os princípios do método de investigação estabelecidos por Vigotski. A organização da análise ocorreu por uma categoria definida a partir das questões diretivas da entrevista: as perspectivas de mudanças necessárias. A avaliação, à luz da teoria histórico-cultural, indica a existência de um pensamento prospectivo, um conhecimento e um querer uníssonos entre as pessoas da escola em busca de expansão com base científica da Educação Matemática e da própria Pedagogia. As manifestações são reveladoras de um nível potencial que, com colaborações mediadas por novos conhecimentos e experiências, podem atingir uma nova realidade, isto é, um nível real que traduz outro estágio em relação à realidade atual do ensino de Matemática.

Palavras-chave: Avaliação. Ensino de Matemática. Perspectiva histórico-cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sônia Maria Vitório
Mestre em Educação pela Universidade de Extrmo Sul Catarinense, professora da Rede Municipal de Ensino de Crciúma, SC.
Publicado
28-09-2012
Como Citar
VITÓRIO, S. M.; DAMAZIO, A. AVALIAÇÃO DO ENSINO DE MATEMÁTICA: UMA LEITURA A PARTIR DA TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL. Roteiro, v. 37, n. 2, p. 295-324, 28 set. 2012.
Seção
Dossiê Políticas e práticas de avaliação no ensino fundamental