Gestão de pessoas por competência: influência nos custos e na competitividade organizacional

  • Camila Ester Franco
  • Daniela Rossi
  • Ana Lizis Ghizoni de Macedo

Resumo

A gestão de pessoas é um modelo transformador no contexto das organizações, rompe os paradigmas dos modelos tradicionais de administração que focavam os cargos e a técnica, passando a valorizar a pessoa como instrumento-base para a construção organizacional. O trabalho que segue objetiva compreender e analisar a importância da gestão de pessoas por competência, verificando sua influência nos custos da empresa por meio de pesquisa bibliográfica. Observa-se que muitas foram as modificações teóricas e conceituais sobre a gestão de pessoas, e o enfoque, hoje, direciona-se na valorização do capital humano, já que este é a base para o desenvolvimento das organizações, deixando-se de centrar a gestão de cargos para gerir competências coletivas e individuais. Conclui-se que a gestão de pessoas por competência eleva o nível de satisfação dos colaboradores que gera maior e melhor produtividade e, em conseqüência, aumenta a lucratividade, mesmo que os custos não diminuam. Ainda assim, investindo-se em treinamento, desenvolvimento e melhor remuneração, o que acarreta custos, observa-se que esse investimento tem retorno e elimina os elevados custos com rotatividade, seleção e recrutamento de pessoal, tornando a empresa mais sólida, eficiente e com maiores possibilidades de crescer e tornar-se líder de mercado, o que irá gerar mais lucro.
Palavras-chave: Gestão de pessoas. Competência. Competitividade organizacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
03-09-2015
Como Citar
Franco, C. E., Rossi, D., & Ghizoni de Macedo, A. L. (2015). Gestão de pessoas por competência: influência nos custos e na competitividade organizacional. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 5(2), 27-38. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/8743