Centro de Distribuição: um estudo de caso em redes de supermercados

  • Betina Madalena
  • Emanuele dos Santos
  • Maurício Rissi
  • Mônica Scóz
  • Rafael Moré
  • Vera Lucia de Almeida

Resumo

No presente artigo é promovida uma análise das vantagens e desvantagens de se possuir ou não um Centro de Distribuição (CD) em duas redes supermercadistas atuantes na região da grande Florianópolis. Para tanto, foram pesquisadas uma Rede que não trabalha com um CD e a outra que trabalha. A pesquisa foi realizada no segundo semestre de 2005 de forma descritiva, por meio de visitas às organizações, entrevistas com as pessoas responsáveis pela parte de Logística e por intermédio da observação dos pesquisadores durantes esses encontros. Com relação às vantagens e desvantagens do uso de um CD, as duas redes mostraram-se defensoras do seu método de atuação. Destaca-se, ainda, o fato das redes apresentarem-se muito distintas entre si, inviabilizando uma análise comparativa horizontal, o que impossibilitou, ao final da pesquisa, uma conclusão que pudesse confirmar a atuação por meio da utilização de um CD como a forma mais eficaz para se atuar no ramo supermercadista.
Palavras-chave: Logística. Supermercados. Compras. Estoques. Centro de Distribuição.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
03-09-2015
Como Citar
Madalena, B., dos Santos, E., Rissi, M., Scóz, M., Moré, R., & de Almeida, V. L. (2015). Centro de Distribuição: um estudo de caso em redes de supermercados. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 4(1), 33-42. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/8721