EFEITOS DO USO DA INFORMAÇÃO EDIÇÃO LIMITADA SOBRE PERCEPÇÕES DE PREÇO E INTENÇÃO DE COMPRA DE PRODUTOS

  • Sandro Dias Selau ESPM - Escola Superior de Propaganda e Marketing
  • Leandro Miletto Tonetto UNISINOS - Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Resumo

A escassez de um produto tem demonstrado impacto no aumento da percepção de valor e na intenção de compra dos consumidores. Nesse contexto, propagandas que enfatizam escassez por suprimento (edições limitadas) tendem a ser menos persuasivas que as que evidenciam a indisponibilidade de produtos por alta demanda. Com o objetivo de esclarecer a força do aspecto comunicacional do simples uso da expressão “edição limitada”, no presente estudo investigou-se o impacto isolado da informação de que um produto se trata de uma edição limitada no comportamento do consumidor. Em um experimento, foi manipulada a presença da informação “edição limitada” na descrição de uma série de produtos apresentados a estudantes universitários (N=130). Os resultados indicaram o efeito do uso da expressão na disposição para pagar e na intenção de compra dos consumidores. As pessoas expostas à informação de que os produtos se tratavam de uma edição limitada atribuíram valores superiores a eles e, em alguns casos, maior intenção de compra nos 30 dias seguintes, em comparação com consumidores que não foram informados sobre o fato. As implicações teóricas e gerenciais são discutidas, enfatizando que a expressão apresenta um efeito comunicacional na valorização de produtos, mas não implica, necessariamente, aumento da intenção de compra.

Palavras-chave: Edições limitadas. Escassez. Comportamento do consumidor. Estratégia de marketing. Promoção de vendas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandro Dias Selau, ESPM - Escola Superior de Propaganda e Marketing
Formado em Publicidade com Ênfase em Marketing pela ESPM/RS, pós graduado em Marketing Estratégico, Gestão Empresarial e Gestão de Vendas, atua como gestor em indústria privada na área de Trade Marketing.

Referências

Aguirre-Rodriguez, A. (2013). The effect of consumer persuasion knowledge on scarcity appeal persuasiveness. Journal of Advertising, 42(4), 371-379.

Byun, S., Sternquist, B. (2012). Here Today, Gone Tomorrow: Consumer Reactions to Perceived Limited Availability. Journal of Marketing Theory & Practice, 20, p.223.

Cialdini, R. B. (2006). O poder da persuasão: você pode ser mais influente do que imagina. Traduzido por Marcello Lino. Rio de Janeiro: Elsevier; São Paulo: HSM.

Gierl, H., Huettl, V. (2009). Are scarce products always more attractive? The interaction of diferente types of scarcity signals with products’ suitability for conspicuous consumption. International Journal of Research in Marketing, 27, p.225-235.

Ku, H., Kuo, C., Yang, Y., Chung, T. (2011). Decision-contextual and individual influences on scarcity effects. European Journal of Marketing, 47(8), p.1314-1332.

Lynn, M. (1989). Scarcity effects on desirability: Mediated by assumed expensiveness? Journal of Economic Psychology, 10, p.257-274.

Martins, W. (2002). A palavra escrita. São Paulo: Ática.

Paixão, L. (2007). O supérfluo indispensável. Revista View, 77, p.1-11.

Parker, J.R., Lehmann, D.R. (2011). When shelf-based scarcity impacts consumer preferences. Journal of Retailing, 87(2), p.142-155.

van Herpen, E., Pieters, R., Zeelenberg, M. (2014). When less sells more or less: The scarcity principlein wine choice. Food Quality and Preference, 36, p.153-160.

Verhallen, T.M.M. (1982). Scarcity and consumer choice behavior. Journal of Economic Psychology, 2, p.299-322.

Verhallen, T.M.M., Robben, H.S.J. (1994). Scarcity and preference: na experimente on unavailability and product evaluation. Journal of Economic Psychology, 15, p.315-331.

Wu, W., Lu, H., Wu, Y., Fu, C. (2012). The effects of product scarcity and consumers`needs for uniqueness on purchase intention. International Journal of Consumer Studies, 36, p.263-274.

Publicado
30-03-2016
Como Citar
Dias Selau, S., & Miletto Tonetto, L. (2016). EFEITOS DO USO DA INFORMAÇÃO EDIÇÃO LIMITADA SOBRE PERCEPÇÕES DE PREÇO E INTENÇÃO DE COMPRA DE PRODUTOS. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 15(1), 157-174. https://doi.org/10.18593/race.v15i1.7804