O direito econômico e a economia política: uma interdisciplinaridade necessária

  • Luiz Fernando Vescovi UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

A presente pesquisa tem por objetivo explanar noções básicas acerca dos ramos do Direito Econômico (esfera jurídica) e da Economia Política (ramo sociopolítico), que contemplam a grande fração das Ciências Econômicas, em especial no que se refere aos pontos temáticos convergentes entre ambos os segmentos de estudo. Pretende-se ainda, comprovar a interdisciplinaridade existente entre eles, perquirindo momentos históricos, conceitos e finalidades de cada um, bem como os institutos peculiares de análise destes, a fim de aperfeiçoar a compreensão do complexo sistema econômico vigente, sem deixar de lado certas disciplinas que se tangenciam na investigação, coadunando a uma necessária abrangência e comunicação (doutrinária e prática) sobre as áreas apreciadas.

Palavras-chave: Direito Econômico. Economia Política. Interdisciplinaridade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Fernando Vescovi, UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina
Professor dos cursos de Direito e de Ciências Contábeis da UNOESC – Universidade do Oeste de Santa Catarina, mestrando em Direito pela USC – Universidad San Carlos (Paraguai), especialista em Geopolítica e as Relações Internacionais pela UTP – Universidade Tuiuti do Paraná, MBA (master in business administration) em Comércio Internacional pela FATEC INTERNACIONAL – Faculdade de Tecnologia Internacional, bacharel em Direito (hab. Direito Empresarial) pela UP – Universidade Positivo, pesquisador em Contratos Internacionais e Arbitragem pela UFPR – Universidade Federal do Paraná (2005) e em Direito Internacional Econômico pela ABDCONST – Academia Brasileira de Direito Constitucional (2006). Advogado (OAB/SC n.º 28.583).
Publicado
31-05-2011
Como Citar
Vescovi, L. F. (2011). O direito econômico e a economia política: uma interdisciplinaridade necessária. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 9(1-2), 273-296. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/748