CUSTO DE CAPITAL, ENDIVIDAMENTO E SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL: UM ESTUDO NO MERCADO DE CAPITAIS BRASILEIRO NO PERÍODO DE 2009 A 2013

  • Fernanda Maciel Peixoto Universidade Federal de Uberlândia
  • Marielle Barcelos Pains Universidade Federal de Uberlândia
  • Aracy Alves de Araújo Universidade Federal de Uberlândia
  • Thayse Machado Guimarães Universidade Federal de Uberlândia

Resumo

O objetivo com este estudo foi verificar quais os efeitos da decisão de uma empresa em aderir ao Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) sobre seu custo de capital e endividamento, no período de 2009 a 2013. Sabe-se que as discussões em torno da sustentabilidade nas duas últimas décadas no Brasil mostram a crescente adoção de uma consciência ecológica e socialmente responsável em diferentes setores da sociedade, em especial no meio empresarial. As empresas que aderem a índices de sustentabilidade buscam melhorar a imagem, reduzir a percepção de risco e aumentar sua credibilidade no mercado em que atuam. O quadro teórico de referência se baseou, principalmente, nos estudos de Peixoto (2012) e de Teixeira, Nossa e Funchal (2011). Quanto aos procedimentos metodológicos adotados, utilizaram-se os métodos de regressão Pooled OLS e Painel, com efeitos fixos e aleatórios. Os resultados revelaram que existe uma relação negativa entre a adesão ao ISE e custo de capital, bem como entre a adesão ao ISE e o endividamento, confirmando as hipóteses iniciais e a literatura sobre o tema. Ademais, notou-se que as empresas pertencentes aos setores de energia elétrica, fundos e software e dados tendem a ter uma elevação no risco da estrutura interna de capital, enquanto as dos setores de construção, de minerais não metálicos e de mineração tendem a ter seu risco reduzido. Observou-se, ainda, que as empresas do setor de eletrônicos tendem a apresentar uma estrutura de capital menos alavancada.

Palavras-chave: Sustentabilidade. ISE. Custo de capital. Endividamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Maciel Peixoto, Universidade Federal de Uberlândia
Professora Adjunta da Faculdade de Gestão e Negócios, da Universidade Federal de Uberlândia. Doutora em Administração pelo CEPEAD/FACE/UFMG.
Marielle Barcelos Pains, Universidade Federal de Uberlândia
Graduanda em Administração, na Faculdade de Gestão e Negócios, da Universidade Federal de Uberlândia.
Aracy Alves de Araújo, Universidade Federal de Uberlândia
Professora Adjunta da Faculdade de Gestão e Negócios, da Universidade Federal de Uberlândia. Doutora em Economia Aplicada, pela Universidade Federal de Viçosa.
Thayse Machado Guimarães, Universidade Federal de Uberlândia
Professora da Faculdade de Gestão e Negócios, da Universidade Federal de Uberlândia. Mestre em Administração pelo PPGA/FAGEN/UFU.

Referências

ANDERSON, D. Sustainability risk management. CPCU eJournal, v. 59, n. 5, 2006.

ANDRADE, L. P. de; MOREIRA, B. C. de M.; PEDROSA, G. H. Determinantes da performance de sustentabilidade empresarial: uma nova análise sobre as empresas brasileiras de capital aberto. In: XXXVI Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD), Rio de Janeiro, 2012.

ARBACHE, A. P. Resumo: O Desenvolvimento Sustentável em 2012 no Brasil. 2013. Disponível em http://www.arbache.com/blog/2013/01/resumo-o-desenvolvimento-sustent%C3%A1vel-em-2012-no-brasil.html. Acessoem 20 fev. 2014.

ARBACHE. A. P. Coletânea Sobre Cenários e Projetos Sustentáveis nas Empresas Brasileiras é Lançada no Mercado Editorial. 2012. Disponível em http://www.arbache.com/blog/2012/11/colet%C3%A2nea-sobre-cen%C3%A1rios-e projetos-sustent%C3%A1veis-nas-empresas-brasileiras-%C3%A9-lan%C3%A7ada-no-mercado-editorial.html. Acesso em 20 fev. 2014.

ARTIACH, T.; LEE, D.; NELSON, D.; WALKER, J. The determinants of corporate sustainability performance. AccountingFinance, v.1, n.50, p.31-51, 2010.

ASSAF NETO, A. Finanças corporativas e valor. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

ASSAF NETO, A. Mercado Financeiro. 7 ed. São Paulo: Atlas, 2006.

BISCO, E. Sustentabilidade empresarial: Um estudo comparativo sobre o desempenho e Valor Financeiro de Empresas listadas no Mercado Acionário Brasileiro. 2009. 110 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Metodista de São Paulo, São Paulo, 2007.

BM&FBOVESPA. ISE - Sustentabilidade Empresarial. São Paulo, 2014. Disponível em http://www.bmfbovespa.com.br/Pdf/Indices/ISE.pdf. Acesso em 03 mar. 2014.

BM&FBOVESPA. Metodologia do Índice de Sustentabilidade Empresarial. São Paulo, 2014. Disponível em: http://www.bmfbovespa.com.br/Indices/download/ISE-Metodologia-pt-br.pdf. Acesso em 12 mar. 2014.

CAVALCANTI, J. M. M.; BOENTE, D. R. A Relação de Risco e Retorno nas Empresas Integrantes do Índice de Sustentabilidade Empresarial no Período de 2008 a 2010. Revista Ambiente Contábil. – UFRN. v. 4, n. 1, p. 51-71, 2012.

CLARO, P. B. de O.; CLARO, D. P.; AMÂNCIO, R. Entendendo o conceito de sustentabilidade nas organizações. Revista de Administração. v. 43, n. 4, p. 289-300, 2008.

CLARO, P. B. de O.; CLARO, D. P.; ARAKI, Y. T. Como o Investimento Socioambiental afeta Desempenho das Empresas em Épocas de Crise Financeira? In: XXXVII Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD), Rio de Janeiro, 2013.

DAMODARAN, A. Avaliação de investimentos: ferramentas e técnicas para a determinação do valor de qualquer ativo. 4ª ed. Rio de Janeiro: Qualitymark Editora, 2002.

DIAS, R.; ZAVAGLIA, T.; CASSAR, M. Introdução à administração: da competitividade à sustentabilidade. Campinas: Editora Alínea, 2003.

ELKINGTON, J. Cannibals with Forks. Gabriola Island: New Society Publishers, 1998.

HARRIS, J.; WISE, T.; GALLAGHER, K.; GOOD, N. R. A survey of sustainable development: social and economic dimensions. Washington: Island, 2001.

HARRIS, M.; RAVIV, A. The Theory of Capital Structure. Journal of Finance. v. 46, p. 297-355, 1991.

KRAEMER, M. E. P. Responsabilidade social: um olhar para a sustentabilidade. Gestión Ambiental y Sostenibilidad. 2005. Disponível em http://www.gestiopolis.com/Canales4/ger/responsabilidade.htm. Acesso em 03 jan. 2014.

LAMEIRA, V. de J. As relações entre governança e risco nas companhias abertas brasileiras. Revista Brasileira de Gestão de Negócios. v. 14, n. 42, p. 7-25, 2012.

LAMEIRA, V. de J.; NESS, W. L. Jr.; QUELHAS, O. L. G.; PEREIRA, R. G. Sustentabilidade, Valor, Desempenho e Risco no Mercado de Capitais Brasileiro. Revista Brasileira de Gestão de Negócios. v. 15, n. 46, p. 76-90, 2013.

LAMEIRA, V. J. Governança corporativa, risco e desempenho das companhias abertas brasileiras – uma análise do relacionamento entre as práticas de governança corporativa, o risco e o desempenho das companhias abertas brasileiras. 2007. 197 f. Tese (Doutorado em Administração) – Programa de Pós-Graduação em Administração de Empresas, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Rio de Janeiro, 2007.

MARCONDES, A. W.; BACARJI, C. D. ISE – Sustentabilidade no Mercado de Capitais. 1. ed. São Paulo: Report Editora, 2010. Disponível em http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/a-bmfbovespa/download/Livro_ISE.pdf. Acessoem 29 jan. 2014.

MATARAZZO, Dante C. Análise financeira de balanços: abordagem básica e gerencial. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

MYERS, S. C. The Capital Structure Puzzle. The Journal of Finance. v. 39, n. 3 p. 575-592, 1984.

NOGUEIRA, C. M. da S.; GOMES, A. C. C. Desempenho do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) sob a perspectiva do Retorno Ajustado ao Risco: sustentabilidade gera retorno? Revista Espaço Acadêmico. n. 131, 2012.

OLIVEIRA, A. C. S. Sustentabilidade Corporativa: uma análise dos efeitos da adoção de práticas sustentáveis sobre o desempenho de mercado e operacional.2013.50 f. Dissertação (Graduação em Administração) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.

PEIXOTO, F. M. Governança Corporativa, Desempenho, Valor e Risco: estudo das mudanças em momentos de crise. Tese (Doutorado em Administração) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2012.

RUF, B. M.; MURALIDHAR, K.; BROWN, R. M.; JANNEY, J. J.; PAUL, K. An empirical investigation of the relationship between change incorporate social performance and financial performance: a stakeholder theory perspective. Journalof Business Ethics. v. 32, p. 143-156, 2001.

SCHALTEGGER, S. & BURRITT, R. Contemporary Environmental Accounting - Issues, ConceptsandPractice. Greenleaf Publishing Limited: Sheffield, UK, 2000.

SILVEIRA, A. D. M. Governança Corporativa e Estrutura de Propriedade: determinantes e relação com o desempenho das empresas no Brasil. 2004. 250 f. Tese (Doutorado em Administração) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP), São Paulo, 2004.

SKAIFE, H. A.; COLLINS, D. W.; LAFOND, R. Corporate Governance and the Cost of Equity Capital. WorkingPaper. 2004. Disponível em: <http://ssrn.com/abstract=639681>. Acesso em 5 mai. 2010.

TEIXEIRA, E. A.; NOSSA, V.; FUNCHAL, B. O índice de sustentabilidade empresarial (ISE) e os impactos no endividamento e na percepção de risco. Revista Contabilidade & Finanças. v. 22, n. 55, p. 29-44, 2011.

VELLANI, C. L.; ALBUQUERQUE, A. A de; CHAVES, E. de P. e S. Uma tentativa de mensuração da relação entre valor de mercado e sustentabilidade empresarial nas ações listadas no ISE da Bovespa. In: XXXIII Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD), São Paulo, 2009.

VITAL, J. T.; CAVALCANTI, M. M.; DALLÓ, S.; MORITZ, G. de O.; COSTA, A. M. A Influência da Participação no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) no Desempenho Financeiro das Empresas. Revista de Ciências da Administração. v. 11, n. 24, p. 11-40, 2009.

WAJNBERG, D.; LEMME, C. F. Exame Da Divulgação do Relacionamento entre Iniciativas Socioambientais e Desempenho Financeiro Corporativo nos Bancos Brasileiros. Revista de Gestão Social e Ambiental, n. 3, p. 53–69, 2009.

Publicado
30-03-2016
Como Citar
Maciel Peixoto, F., Barcelos Pains, M., Alves de Araújo, A., & Machado Guimarães, T. (2016). CUSTO DE CAPITAL, ENDIVIDAMENTO E SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL: UM ESTUDO NO MERCADO DE CAPITAIS BRASILEIRO NO PERÍODO DE 2009 A 2013. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 15(1), 39-66. https://doi.org/10.18593/race.v15i1.6281