CONFIANÇA, SISTEMAS DE CERTIFICAÇÃO E ATRIBUTOS INTRÍNSECOS EM RELACIONAMENTOS INTERORGANIZACIONAIS: UMA DISCUSSÃO TEÓRICA ORIENTADA PARA O AMBIENTE DOS AGRONEGÓCIOS

  • Bruno Brandão Fischer Pesquisador Adjunto Universidad Complutense de Madrid Professor e Pesquisador do Centro Universitário Unifafibe

Resumo

O presente trabalho organizou uma articulação da literatura acerca da funcionalidade dos sistemas de certificação, como instrumentos geradores de confiança em arranjos interorganizacionais híbridos no ambiente dos Agronegócios. A perspectiva obtida a partir do marco teórico utilizado indicou que os sistemas de certificação em arranjos híbridos de média ou longa duração são de particular relevância no que se refere aos atributos intrínsecos ao produto ou aos processos produtivos, os quais possuem importância central para as empresas inseridas no contexto dos Agronegócios. Essa situação representa dificuldades quanto à identificação de ações oportunistas por parte dos agentes, impedindo retaliações da contraparte à quebra de confiança do outro agente. A partir desses aspectos conceituais, são identificadas algumas possíveis implicações em termos de gestão, as quais envolvem relevância da conduta organizacional para fortalecer relacionamentos mediante mecanismos de certificação, de forma a incrementar o desempenho individual. Por outro lado, o exercício analítico desenvolvido neste ensaio sugere que a intervenção governamental pode maximizar a competitividade setorial agregada no âmbito dos agronegócios.

Palavras-chave: Confiança. Sistemas de certificação. Arranjos interorganizacionais cooperativos. Agronegócio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Brandão Fischer, Pesquisador Adjunto Universidad Complutense de Madrid Professor e Pesquisador do Centro Universitário Unifafibe

Doutor em Economia e Gestão da Inovação (Universidad Complutense de Madrid). Possui graduação em Administração Habilitação Comércio Exterior pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2006), Mestrado em Agronegócios pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008) e Mestrado em Economia e Gestão da Inovação (Universidad Autónoma de Madrid, 2010). Atualmente é professor no curso de Administração e pesquisador adjunto do Centro Universitário UNIFAFIBE (Bebedouro, SP) e pesquisador adjunto do Grupo de Investigación en Economía y Política de la Innovación - GRINEI (Universidad Complutense de Madrid).

Publicado
01-04-2014
Como Citar
Brandão Fischer, B. (2014). CONFIANÇA, SISTEMAS DE CERTIFICAÇÃO E ATRIBUTOS INTRÍNSECOS EM RELACIONAMENTOS INTERORGANIZACIONAIS: UMA DISCUSSÃO TEÓRICA ORIENTADA PARA O AMBIENTE DOS AGRONEGÓCIOS. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 13(2), 549-570. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/4134