Estudo comparativo das potencialidades econômicas dos municípios-pólo regionais de Erechim e Santa Cruz do Sul no final do século XX

  • Carina Santos de Almeida
  • Lucir Reinaldo Alves

Resumo

O objetivo deste artigo é realizar uma análise comparativa das potencialidades econômicas e as principais especializações dos municípios de Santa Cruz do Sul e Erechim, considerados pólos regionais no estado do Rio Grande do Sul. O Vale do Rio Pardo, do qual Santa Cruz é a capital regional, está localizado na porção central do estado gaúcho, enquanto o Corede Norte, onde Erechim se destaca, localiza-se na região setentrional, fronteira com o estado catarinense. Neste estudo utilizaram-se dados histórico-estatísticos, a fim de caracterizar as economias municipais, bem como do Quociente Locacional para avaliar as especializações setoriais, no período de 1970 a 2000. Nesse sentido, os municípios comparados apresentaram semelhanças no que concerne ao porte populacional e a estrutura fundiária. Por outro lado, as diferenças foram evidentes nas suas estruturas produtivas setoriais, em que Erechim apresentou uma maior diversificação e Santa Cruz do Sul mostrou uma economia atrelada à monoespecialização da produção e beneficiamento do tabaco. Ressalta-se que uma maior diversificação produtiva municipal se traduz em menores impactos ou interferências dos mercados externos nas economias locais. Dessa forma, os resultados deste artigo evidenciam que a economia santa-cruzense se encontra mais vulnerável que a de Erechim.

Palavras-chave: Desenvolvimento regional. Potencialidades. Especialização.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Almeida, C. S. de, & Alves, L. R. (1). Estudo comparativo das potencialidades econômicas dos municípios-pólo regionais de Erechim e Santa Cruz do Sul no final do século XX. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 6(2), 141-160. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/386