A “crise” alimentar e os biocombustíveis: uma oportunidade de revisão do papel das instituições para o desenvolvimento desejado

  • Silvio Santos Junior
  • Paulo Dabdad Waquil

Resumo

O presente artigo é um ensaio teórico que tem como objeto de estudo a questão de produção de alimentos e/ou biocombustíveis. Elucubrando que o mercado não dá conta de equacionar a problemática, discute-se a temática à luz da Nova Economia Institucional (NEI), em suas duas vertentes analíticas, micro e macroeconômica, dando ênfase à última. Conclui-se propondo um framework analítico, no qual a inserção de duas novas restrições são consideradas essenciais para aprimorando da teoria: uma nova restrição natural (que trata de considerar a capacidade de resiliência do planeta Terra) e o reforço das restrições éticas (que trata da questão da distribuição das riquezas geradas e do direito de propriedade).

Palavras-chave: Alimentos. Biocombustíveis. NEI. Ensaio teórico.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Junior, S. S., & Waquil, P. D. (1). A “crise” alimentar e os biocombustíveis: uma oportunidade de revisão do papel das instituições para o desenvolvimento desejado. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 7(1), 87-106. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/381