Avaliação de atributos em imóveis residenciais: uma aplicação de modelos de correlação canônica em localidades de baixa renda

  • Luiz Paulo Lopes Fávero

Resumo

Neste trabalho destina-se a realizar um estudo sobre o mercado imobiliário residencial em localidades de perfil sociodemográfico baixo da Região Metropolitana de São Paulo, por meio da utilização de modelos de comercialização hedônica. Embasa-se na Teoria dos Atributos proposta por Lancaster e nos modelos hedônicos propostos por Rosen e Palmquist, a partir dos quais é possível analisar a importância relativa de atributos para um determinado perfil, definido previamente por meio de análise fatorial elaborada com a utilização de variáveis sociodemográficas em cada localidade. Inicialmente, definiram-se as variáveis hedônicas explicativas e dependentes a serem incluídas nos modelos de correlação canônica, sob a ótica da demanda e da oferta. O método permite a avaliação da representatividade de atributos para a composição das condições comerciais dos imóveis residenciais em lançamento, propiciando a verificação dos descolamentos existentes entre demanda e oferta e possibilitando a comparação da importância relativa de cada variável.

Palavras-chave: Modelagem hedônica. Mercado imobiliário. Baixa renda. Análise fatorial. Correlação canônica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Fávero, L. P. L. (1). Avaliação de atributos em imóveis residenciais: uma aplicação de modelos de correlação canônica em localidades de baixa renda. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 7(1), 7-26. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/376