Desafios para a articulação de um Sistema Agroalimentar Local no agronegócio brasileiro da maçã: o caso da região dos Campos de Cima da Serra

  • Guilherme Cunha Malafaia
  • Maria Emilia Camargo
  • Denise Barros de Azevedo
  • Rosa Maria Valdebenito Sanhueza

Resumo

A cadeia produtiva da maçã nos Campos de Cima da Serra passa por um esgotamento da atual matriz produtiva, o que gera uma demanda por novas estratégias que proporcionem vantagens competitivas sustentáveis. Dessa forma, o objetivo do trabalho foi identificar as dificuldades que inibem a efetiva formação de um Sistema Agroalimentar Local na pomicultura da região dos Campos de Cima da Serra para obtenção de vantagens competitivas sustentáveis. Com base nos dados e informações coletadas e analisadas, pode-se concluir que a referida região possui condições favoráveis ao desenvolvimento de um Sial, haja vista ter em sua territorialidade uma série de elementos que o configuraria como tal. Entretanto, a visão imediatista dos agentes dificulta que se tenha um comportamento de cooperação, como prega a abordagem de Sial, fazendo com que não se consiga uma situação de vantagem competitiva.

Palavras-chaves: Cadeia produtiva da maçã. Sistema Agroalimentar Local. Vantagens competitivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Malafaia, G. C., Camargo, M. E., Azevedo, D. B. de, & Sanhueza, R. M. V. (1). Desafios para a articulação de um Sistema Agroalimentar Local no agronegócio brasileiro da maçã: o caso da região dos Campos de Cima da Serra. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 8(1), 113-134. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/358