O ENSINO EM INCUBADORAS UNIVERSITÁRIAS: A COMPETÊNCIA EMPREENDEDORA COMO UM VIR A SER

  • Rubens de Araujo Amaro Universidade Federal do Espírito Santo
  • Janette Brunstein Universidade Presbiteriana Mackenzie

Resumo

A partir da promulgação da LDB de 1996, o conceito de competência passou a ser apresentado como nuclear na organização curricular. Desde então, esforços têm sido realizados pelas instituições de ensino superior para introduzir este conceito em suas políticas e práticas. Entre estes esforços, está a criação de incubadoras universitárias, cujo objetivo central é nutrir novos negócios a partir de apoio e capacitação de jovens empreendedores. Esse movimento em direção à competência ocorreu também no ambiente empresarial e despertou atenção de diversos pesquisadores. Porém, na maioria dos estudos, a competência tem sido concebida como um conjunto de atributos individuais ou como requisitos de uma atividade. Este estudo propõe uma abordagem alternativa para estudar a competência profissional. A partir da perspectiva ontológica existencial, foi realizada uma pesquisa qualitativa com um grupo de participantes de um programa de pré-incubação de uma grande universidade paulistana. Os resultados mostraram como as experiências do vir a ser empreendedor tensionam as formas prevalentes de descrever a competência e os modelos de formação de empreendedores em ambientes pré-incubação de negócios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rubens de Araujo Amaro, Universidade Federal do Espírito Santo
Professor do Departamento de Administração da Universidade Federal do Espírito Santo
Janette Brunstein, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Professora do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Presbiteriana Mackenzie
Publicado
10-04-2014
Como Citar
Amaro, R. de A., & Brunstein, J. (2014). O ENSINO EM INCUBADORAS UNIVERSITÁRIAS: A COMPETÊNCIA EMPREENDEDORA COMO UM VIR A SER. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 12(3), 155-190. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/3497