REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E A CAPTAÇÃO DE PESSOAS PARA TRABALHAR COM IDOSOS

  • Patrícia Augusta Pospichil Chaves Locatelli Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Neusa Rolita Cavedon Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

Este estudo objetivou identificar e analisar como as representações sociais sobre a velhice na ótica de gestores e funcionários que trabalham em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) se refletem no processo de captação de pessoas desta Instituição. Nesta pesquisa qualitativa, desenvolvida no período compreendido entre setembro de 2011 e fevereiro de 2012, adotou-se por método o estudo de caso, operacionalizado por meio das técnicas de observação e entrevistas com 14 sujeitos (gestores e funcionários).  Os resultados revelaram a heterogeneidade da população abrigada pela instituição e como as representações sociais, a exemplo daquela que iguala o idoso a uma criança, repercutem na captação de pessoas da ILPI pesquisada.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
26-08-2013
Como Citar
Locatelli, P. A. P. C., & Cavedon, N. R. (2013). REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E A CAPTAÇÃO DE PESSOAS PARA TRABALHAR COM IDOSOS. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 13(1), 9-34. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/2619