Value Relevance das despesas de P&D no mercado de capitais: Um estudo das empresas brasileiras do Setor de TI

Palavras-chave: P&D, Pesquisa e Desenvolvimento, Value Relevance, TI

Resumo

Embora as despesas de P&D sejam relevantes para qualquer empresa, o setor de TI se destaca nesse sentido, uma vez que essas empresas fazem investimentos constantes em ativos intangíveis para desenvolver soluções e sistemas para seus clientes. Portanto, este estudo teve como objetivo verificar a relevância das despesas de P&D para empresas do setor de TI listadas na B3 entre 2010 e 2018. As regressões foram realizadas por desvios mínimos absolutos, considerando o preço das ações como variável de resposta e as despesas de P&D como variável explicativa. Além disso, análises complementares foram feitas usando regressões logísticas. Foi considerado sempre um nível de confiança de 95%. Os resultados mostram que as despesas de P&D explicam a variação nos preços das ações, conforme o esperado. O sinal positivo indica que os investimentos em intangíveis aumentam o valor de mercado das empresas de TI, no entanto, existem limites para esses benefícios. Um comparativo interessante é que, para o setor elétrico, alvo do estudo de Alves, Silva, Macedo, e Marques (2011), as despesas de P&D não indicaram poder preditivo com relação aos preços das ações. Isso confirma a relevância dessa medida para o setor de TI, dada a sua importância para as atividades dessas empresas. Embora exista um senso comum da relevância das despesas de P&D para o setor de TI, não havia literatura que fornecesse essas evidências de maneira empírica. Esta pesquisa preenche essa lacuna e denota maior relevância das informações contábeis referentes às despesas de P&D para investidores das empresas de TI da B3.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Alves, A., Silva, T., Macedo, M., & Marques, J. A. (2011). A relevância dos gastos com P&D para o mercado brasileiro de capitais: UM estudo com distribuidoras de energia elétrica no período de 2002-2009. INMR—Innovation & Management Review, 8(2), 216-239. Retrieved from http://www.revistas.usp.br/rai/article/view/79220

Andreassi, T., & Sbragia, R. (2002). Relações entre indicadores de P&D e de resultado empresarial. Revista de Administração da Universidade de São Paulo, 37(1), 72-84.

Antonini, L. D. S., & Saccol, A. Z. (2011). Educação corporativa em pequenas e médias empresas do setor de software: Um estudo exploratório. Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, 10(2), 1-23.

Azevedo, F. N., & Gutierrez, C. E. C. (2009). A relação dos gastos com P&D na taxa de crescimento de longo prazo das empresas listadas na NYSE. Anais do Congresso ANPCONT, São Paulo, 3.

Ball, R., & Brown, P. (1968). An Empirical Evaluation of Accounting Income Numbers. Journal of Accounting Research, 6(2), 159-178. doi:10.2307/2490232

Barth, M. E., Beaver, W. H., & Landsman, W. R. (2001). The Relevance of the Value Relevance Literature for Financial Accounting Standard Setting: Another View. Journal of Accounting and Economics, 31, 77-104.

Batista, A. R. A., Maia, U., & Romero, A. (2018). Stock market under the 2016 Brazilian presidential impeachment: A test in the semi-strong form of the efficient market hypothesis. Revista Contabilidade & Finanças, 29(78), 405-417.

Batista, T. C. O., Oliveira, J. F., & Macedo, M. A. S. (2017). Relevância da informação contábil para o mercado brasileiro de capitais: Uma análise comparativa entre lucro líquido, lucro abrangente e fluxo de caixa operacional. RACE, Revista de Administração, Contabilidade e Economia, 16(1), 381-408.

Beaver, W. (1968). The information content of annual earnings announcements. Journal of Accounting Research, 6, 67-92.

Bezerra, F. A., & Lopes, A. B. (2004). Lucro e preço das ações. In S. de Iudícibus, & A. B. Lopes, Teoria avançada da contabilidade. São Paulo: Atlas.

Cazavan-Jeny, A., & Jeanjean, T. (2006). The negative impact of R&D capitalization: A value relevance approach. European Accounting Review, 15(1), 37-61.

Chan, L. K., Lakonishok, J., & Sougiannis, T. (2001). The stock market valuation of research and development expenditures. The Journal of Finance, 56(6), 2431-2456.

Collins, D. W., Maydew, E. L., & Weiss, I. S. (1997). Changes in the value-relevance of earnings and book values over the past forty years. Journal of accounting and economics, 24(1), 39-67.

Corrar, L., Paulo, E., & Dias, J. M., Filho. (2007). Análise multivariada para os cursos de administração, ciências contábeis e economia. São Paulo: Atlas.

Crisóstomo, V. L., & González, E. V. (2006). Possível reação do Mercado Brasileiro aos investimentos em P&D. Revista de Administração Mackenzie, 7(1), 96-114.

Duarte, F. C. L., Girão, L. F. A. P., & Paulo, E. (2017). Avaliando Modelos Lineares de Value Relevance: Eles Captam o que Deveriam Captar? [Edição especial]. Revista de Administração Contemporânea, 21, 110-134.

Duqi, A., & Torluccio, G. (2013). The impact of R&D on the value of European firms. International Journal of Accounting, Auditing and Performance Evaluation, 9(3), 1-26.

Fama, E. (1970). Efficient Capital Markets: A Review of Theory and Empirical Work. The Journal of Finance, 25(2), 383-417. doi:10.2307/2325486

Fávero, L. P., Belfiore, P., Takamatsu, R. T., & Suzart, J. (2014). Métodos Quantitativos com Stata. Rio de Janeiro: Elsevier.

Ferreira, D. S., & Cunha, M. F. (2017). A adoção das IFRS, a Pesquisa & Desenvolvimento e o Valor da Empresa. Anais do Congresso UnB de Contabilidade e Governança, Brasília, DF, 3.

Financial Reporting Pronouncement. (2010). Conceptual Framework for Financial Reporting. Retrieved from http://www.ifrs.org/News/PressReleases/Documents/ConceptualFW2010vb.pdf

Galdi, F. C. (2008). Estratégias de investimento em ações baseadas na análise de demonstrações contábeis: É possível prever o sucesso? (Tese de doutorado). Universidade de São Paulo, São Paulo.

Gujarati, D. N., & Porter, D. C. (2011). Basic econometrics. Boston, Mass: McGraw-Hill.

Hendriksen, E. S., & Van Breda, M. F. (1999). Teoria da Contabilidade (A. Z. Sanvicente Trad.). São Paulo: Atlas.

Holthausen, R. W., & Watts, R. L. (2001). The Relevance of the Value Relevance Literature for Financial Accounting Standard Setting. Journal of Accounting and Economics, 31, 3-75.

Hungarato, A., & Lopes, A. B. (2008). Value-relevance dos gastos em P&D para o preço das ações das empresas brasileiras negociadas na Bovespa. Anais do Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica, Brasília, DF, 25.

International Accounting Standard 38. (2014). Retrieved from http://eifrs.ifrs.org/eifrs/bnstandards/en/IAS38.pdf

Jensen, J., Menezes-, N., Filho, & Sbragia, R. (2004). Os determinantes dos gastos em P&D no Brasil: Uma análise com dados em painel. Estudos Econômicos, 34(4), 661-691.

Kaplan, R. S., & Norton, D. P. (2000). The Balanced Scorecard: Translating strategy into action. Boston: Harvard Business School Press.

Lev, B., & Sougiannis, T. (1996). The capitalization, amortization, and value relevance of R&D. Journal of Accounting and Economics, 21(1), 107-138.

Lev, B. (1999). R&D and capital markets. Journal of Applied Corporate Finance, 11(4), 21-35.

Lima, L. A. O. (2003). Auge e declínio da hipótese dos mercados eficientes. Revista de Economia Política, 23(4).

Macedo, M. D. S., Romana, T. D., & Silva, J. C. Q. (2014). Análise dos Determinantes da Relevância das Informações Contábeis no Brasil: Um estudo com base no lucro líquido (LL) e no patrimônio líquido (PL) para o período de 2010 a 2012. Anais do Congresso USP de Controladoria e Finanças, São Paulo, 14.

Martins, G. D. A., & Theóphilo, C. R. (2009). Metodologia da investigação científica. São Paulo: Atlas.

Nunes, I. V., Botinha, R. A., & Lemes, S. (2015). Escolha contábil no reconhecimento dos gastos de pesquisa e desenvolvimento em empresas de alta e média-alta tecnologia. Anais do Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, São Paulo, 15.

Ohlson, J. A. (1995). Earnings, book values, and dividends in equity valuation. Contemporary accounting research, 11(2), 661-687.

Ohlson, J. A., & Kim, S. (2015). Linear Valuation Without OLS: The Theil-Sen Estimation Approach. Review of Accounting Studies, 20(1), 395-435.

Pereira, E. J. A. L., & Urpia, A. G. B. C. (2011). Hipótese dos mercados eficientes vis-à-vis incerteza, convenção e especulação: Por uma mudança de paradigma nos mercados financeiros. Pesquisa & Debate. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política, 22(1).

Queiroz, O. D. (2010). Impacto do crescimento dos gastos em P&D na taxa de crescimento dos lucros das empresas de acordo com o modelo OJ: UM estudo no mercado de capitais brasileiro. Anais do Congresso Anpcont, Natal, 4.

Rezende, A. J. (2005). The Relevance of Accounting Information in the Process of Valuation of Companies in the New and Old Economy—An Analysis of Asset Investments and their Effects on the Value Relevance of Earnings and Book Value. Brazilian Business Review, 2(1), 33-52.

Ritta, C. D. O., Cunha, L. C., & Klann, R. C. (2017). Um estudo sobre causalidade entre ativos intangíveis e desempenho econômico de empresas (2010-2014). Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, 22(2), 92-107.

Sarlo, A., Neto. (2004). A reação dos Preços das Ações à Divulgação dos Resultados Contábeis: Evidências Empíricas sobre a Capacidade Informacional da Contabilidade no Mercado Acionário Brasileiro (Dissertação de mestrado). Fundação Instituto Capixaba de Pesquisas em Contabilidade, Economia e Finanças—FUCAPE, Vitória.

Souza, A. R., Costa, M. C., & Clemente, A. (2016). Regulação e o nível dos gastos em pesquisa e desenvolvimento: Uma análise das empresas listadas na BM&FBOVESPA. Anais do Congresso ANPCONT, Ribeirão Preto, 10.

Souza, C. A., Zwicker, R., Vidal, A. G. R., & Siqueira, J. O. (2005). Avaliação do Grau de Informatização de Empresas: Um estudo em indústrias brasileiras. Anais do Encontro da Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Administração, Brasília, DF, 29.

Stefanuto, G. N. O. (2004). O programa softex e a indústria de software do Brasil (Tese de doutorado). Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

Wang, C. H., Lu, Y. H., Huang, C. W., & Lee, J. Y. (2013). R&D, productivity, and market value: An empirical study from high-technology firms. Omega, 41(1), 143-155.

Weber, M., & Klein, A. (2013). Gestão estratégica em empresas de tecnologia da informação: Um estudo de caso. Revista Ibero Americana de Estratégia, 12(3).

Zhao, R. (2002). Relative value relevance of R&D reporting: An international comparison. Journal of international financial management & accounting, 13(2), 153-174.

Publicado
27-04-2020
Como Citar
Marçal, R. R., & Flach, L. (2020). Value Relevance das despesas de P&D no mercado de capitais: Um estudo das empresas brasileiras do Setor de TI. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 19(1), 29-52. https://doi.org/10.18593/race.23149