NÍVEL DE CONFORMIDADE DO CPC 29 NAS EMPRESAS BRASILEIRAS: uma análise com as empresas de capital aberto

  • Cristiene Patrícia Scherch
  • Daniel Ramos Nogueira Universidade Estadual de Londrina
  • Paulo Arnaldo Olak
  • Cássia Vanessa Olak Alves Cruz

Resumo

Com a adesão do Brasil às normas internacionais de contabilidade ocorreram significativas alterações nos tratamentos contábeis de alguns setores. Dentre estes setores está o agropecuário, que passou a elaborar seus demonstrativos contábeis seguindo o pronunciamento técnico CPC 29 (IAS 41). A presente pesquisa tem como objetivo inferir qual o nível de conformidade das empresas de capital aberto de acordo com o pronunciamento técnico CPC 29. A importância do tema justifica-se por se tratar de um assunto contemporâneo e pouco abordado na literatura brasileira, sendo de grande relevância à contabilidade das empresas agropecuárias expressarem seus valores o mais próximo da realidade, atendendo assim as exigências internacionais. A pesquisa é classificada como descritiva e inicialmente apurou-se junto a Economática® todas as empresas da Bovespa que apresentaram saldo de Ativos biológicos em dezembro de 2010 (n=24). A partir desta identificação procedeu-se a coleta das demonstrações contábeis e notas explicativas. O instrumento de pesquisa foi elaborado baseado no item Divulgação do CPC 29 (itens 40 a 57). Foram realizados testes estatísticos descritivos e teste de correlação de Spearman. Os achados da pesquisa indicam que as empresas não estão evidenciando todas as informações exigidas pelo pronunciamento técnico CPC 29, sendo que a maioria atendeu 60% de conformidade em relação às exigências. Para averiguar se havia relação entre as variáveis representatividade do ativo biológico e conformidade, foi realizado o teste de correlação. Como resultado obteve-se um coeficiente de correlação médio (0,466) ao nível de significância de sig < 0,05. Neste sentido, quanto maior a representatividade do ativo biológico maior o nível de conformidade da empresa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiene Patrícia Scherch
Especialista em Contabilidade e Controladoria Empresarial (UEL)
Daniel Ramos Nogueira, Universidade Estadual de Londrina
Doutorando em Controladoria e Contabilidade (FEA-USP)
Docente da Universidade Estadual de Londrina (UEL)
Paulo Arnaldo Olak

Doutor em Controladoria e Contabilidade (FEA-USP)

Docente do Departamento de Ciências Contábeis da Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Cássia Vanessa Olak Alves Cruz

Doutora em Controladoria e Contabilidade (FEA-USP)

Docente do Departamento de Ciências Contábeis da Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Publicado
07-07-2014
Como Citar
Scherch, C. P., Nogueira, D. R., Olak, P. A., & Cruz, C. V. O. A. (2014). NÍVEL DE CONFORMIDADE DO CPC 29 NAS EMPRESAS BRASILEIRAS: uma análise com as empresas de capital aberto. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 12(2), 459-490. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/2241