Ciclo de vida organizacional e longevidade de MPEs do Vale do Aço

  • Fabiana da Silva Pereira CEFET/MG
  • Wendel Alex Castro Silva Faculdade Novos Horizontes.
  • Elisson Alberto Tavares Araújo Faculdade Novos Horizontes. Fundação Dom Cabral.

Resumo

Neste estudo buscou-se identificar em qual estágio de ciclo de vida organizacional (CVO) se situam as micro e pequenas empresas (MPEs) da Região Metropolitana do Vale do Aço, MG, segundo o modelo de Greiner (1972). Para tanto, foi realizada uma pesquisa descritiva cuja abordagem é quantitativa do tipo survey, com 54 MPEs, estratificadas por segmento, tamanho e idade. Quanto aos resultados, verificou-se que em relação ao estágio da evolução, as empresas estavam na fase da colaboração. Sobre a perspectiva do estágio de revolução, apresentaram-se entre as fases da saturação psicológica e liderança. Ao considerar a estratificação por setor, observou-se que as empresas comerciais eram típicas na fase da colaboração, enquanto as de serviço na da delegação. Tendo-se como parâmetro o tamanho, as microempresas eram típicas na fase da burocracia, e as pequenas, na fase do controle. E, com base na idade, as empresas com até 5 anos ou de 6 a 10 anos, estavam no estágio da colaboração, e acima de 11 anos, na fase da criatividade. Em síntese, as empresas que estavam nos estágios de evolução – colaboração e criatividade passaram por crises, enunciadas por Greiner, conforme proposições do modelo. Já acerca dos estágios da evolução – delegação, direção e coordenação – refutaram-se tais hipóteses. Na perspectiva de Greiner, as empresas maduras deveriam estar no estágio de colaboração, o que diverge do que foi identificado neste estudo. Conclui-se que a teoria de Greiner foi parcialmente corroborada para interpretar as fases pelas quais passam as MPEs da amostra.

Palavras-chave: Ciclo de vida organizacional. Longevidade. Micro e pequenas empresas. Modelo de Greiner.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiana da Silva Pereira, CEFET/MG

Mestre em Administração pela Faculdade Novos Horizontes. Pesquisadora do NUPEC - Núcleo de Pesquisas em Estratégia e Competitividade. Contadora do CEFET/MG.

Wendel Alex Castro Silva, Faculdade Novos Horizontes.
Doutor em Administração pela UFLA. Prof. e pesquisador do programa de mestrado da FNH
Elisson Alberto Tavares Araújo, Faculdade Novos Horizontes. Fundação Dom Cabral.
Mestre em Administração pela Faculdade Novos Horizontes. Pesquisador do NUCONT - Núcleo de Pesquisas em Contabilidade e Finanças da FNH e da Fundação Dom Cabral.
Publicado
29-01-2013
Como Citar
Pereira, F. da S., Castro Silva, W. A., & Araújo, E. A. T. (2013). Ciclo de vida organizacional e longevidade de MPEs do Vale do Aço. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 12(1), 71-98. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/2226