Ideologia de vida e motivação empreendedora

Palavras-chave: Empreendedorismo, Motivação, Ideologia de vida

Resumo

O empreendedorismo por estilo de vida tem sido reconhecido como um dos impulsionadores para o surgimento de novas empresas. A maioria das pesquisas nessa temática concentram-se nos aspectos resultantes do comportamento empreendedor por estilo de vida, no entanto, observou-se a existência de uma lacuna a ser explorada no que se refere à identificação dos fatores que motivam o comportamento. Tal oportunidade de estudo instigou a seguinte questão de pesquisa: quais são os valores motivadores dos empreendedores por estilo de vida? Portanto, o presente artigo utilizou-se de conceitos originados na área da Psicologia, especificamente do modelo hierárquico de motivação intrínseca e extrínseca como maneira de fornecer embasamento para a investigação sobre os motivadores individuais. Desse modo, identificou-se que os empreendedores por estilo de vida são orientados pela motivação intrínseca (pois a atividade em si é fornecedora de uma recompensa percebida), ou seja, eles são estimulados pelos aspectos de satisfação e prazer em prol de uma melhoria na sua qualidade de vida. O estudo de natureza qualitativa é baseado em entrevistas presenciais, as quais foram realizadas com três empreendedores, contando, para tal, com o auxílio de um roteiro semiestruturado. Os dados resultantes das entrevistas foram submetidos à análise de conteúdo. Este estudo contribui gerencialmente com a revelação de que o empreendedorismo por estilo de vida oferece oportunidades de engajamento com consumidores que compartilham valores comuns.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andrea Luisa Bozzo, Universidade Nove de Julho

Doutoranda em Administração Universidade Nove de Julho

Henrique Mello Freitas, Universidade Nove de Julho

Professor Titular do PPGA/Uninove, onde lidera a Linha Empreendedorismo e Pequenas Organizações

Cristina Dai Prá Martens, Universidade Nove de Julho

Coordenadora do Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão de Projetos (MPA-GP) e professora no Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA), na Universidade Nove de Julho-UNINOVE.

Alex De Souza Santana, Universidade Nove de Julho

Doutorando em Administração Universidade Nove de Julho

Referências

Allardyce, S. (2015). A continuum approach to lifestyle entrepreneurship. Retrieved from http://openair.rgu.ac.uk

Bardin, L. (2009). Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Bergamini, C. (1997). A Motivação nas organizações. (4ª ed.). São Paulo: Atlas.

Bredvold, R., & Skålén, P. (2016). Lifestyle entrepreneurs and their identity construction: A study of the tourism industry. Tourism Management, 56(2), 96-105.

Burns, P. (2001). Entrepreneurship and small business. Hampshire, UK: Palgrave Macmillan.

Buttner, E., & Moore, D.(1997). Women’s organizational exodus to entrepreneurship: Self-reported motivations and correlates with success. Journal of Small Business Management, 35(1), 34-46.

Deci, E., & Ryan, R. (1980). The empirical exploration of intrinsic motivational processes. In L. Berkowitz (Ed.), Advances in Experimental Social Psychology (Vol. 13, pp. 39-80). New York: Academic Press.

Domenico, M. (2003). Lifestyle Entrepreneurs in the Hospitality Sector: Guest House Owner-Occupiers (PhD thesis). University of Strathclyde, Glasgow.

Etzioni, A. (1996). The responsive community: A communitarian perspective. American Sociological Review, 6, 1-11.

Getz, D., & Carlsen, J. (2005). Family business in tourism: State of the art. Annals of Tourism Research, 32(1), 237-258.

Golden, B. (1992). The past is the past—or is it? The use of retrospective accounts as indicators of past strategy. Academy of Management journal, 35(4), 848-860.

Gomez-Velasco, M., & Saleilles, S. (2007). The local embeddedness of lifestyle entrepreneur: An exploratory study. Proceedings of the Interdisciplinary European Conference on Entrepreneurship Research, Montpellier, 5.

Henderson, J. (2002). Building the rural economy with high-growth entrepreneurs. Economic Review, 87(3), 45-70.

Henricks, M. (2002). Not just a living: The complete guide to creating a business that gives you a life. New York: Basic Books.

Jaouen, A., & Lasch, F. (2013). A new typology of micro-firm owner-managers. Research in Management. France International Small Business Journal, 1(25), 49-76.

Johnson, J. (2001). In-depth interviewing. In J. Gubrium, & J. Holstein (Orgs.), Handbook of interview research. Context & method. Thousand Oaks, CA: Sage.

Li, Y., Miao, L., Zhao, X., & Lehto, X. (2013). When family rooms become guest lounges: Work–family balance of B&B innkeepers. International Journal of Hospitality Management, 34, 138-149.

Marcketti, S. (2006). An Exploratory Study of Lifestyle Entrepreneurship and Its Relationship to Life Quality. Family and Consumer Sciences Research Journal, 34(3), 241-259.

Moore, C. (1986). Understanding entrepreneurial behavior: A definition and model. Academy of Management, 1, 66-70.

Murry, H. (2002). Predictors of multi-dimensional well-being in women entrepreneurs: Family/ business demands and sense of coherence (Doctoral thesis). University of Wisconsin, Madison.

Peters, M., Frehse, J., & Buhalis, D. (2009). The importance of lifestyle entrepreneurship: A conceptual study of the tourism industry. PASOS—Revista de Turismo y Patrimônio Cultural, 7(2), 393-405.

Ribeiro, A., & Krakauer B. (2016). Empreendedorismo por estilo de vida: Estudo exploratório sobre fatores motivacionais, características e gestão. Revista de Gestão e Secretariado, 7(1), 112-131.

Shane, S., & Venkataraman, S. (2000). The promisse of entrepreneurship as a field of research. Academy of Management Review, 25(1), 217-226.

Valente, F. (2018). Empreendedorismo estilo de vida: Uma realidade diferente? Anais das Jornadas Luso-Espanholas de Gestão Científica, Guarda, Portugal, 28.

Vallerand, R. (1997). Toward a hierarchical model of intrinsic and extrinsic motivation. In Advances in experimental social psychology, 29, 271-360).

Welter, F., Baker, T., Audretsch, D., & Gartner, W. (2017). Everyday entrepreneurship: A call for entrepreneurship research to embrace entrepreneurial diversity. Entrepreneurship Theory and Practice, 41(3), 311-321.

Publicado
27-08-2019
Como Citar
Bozzo, A. L., Freitas, H. M., Martens, C. D. P., & Santana, A. D. S. (2019). Ideologia de vida e motivação empreendedora. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 18(2), 281-298. https://doi.org/10.18593/race.18042