Densidade macroestratégica na gestão pública municipal no Brasil: uma abordagem analítico-metodológica de PPAS e de variáveis político-administrativas

  • Antonio Roberto Bono Olenscki Universidade Estadual Paulista (Unesp)
  • Fernando de Souza Coelho Universidade de São Paulo (USP)
  • Valdemir Aparecido Pires Universidade Estadual Paulista (Unesp)
  • Ana Cláudia Fernandes Terence Universidade Estadual Paulista (Unesp)
  • Ursula Dias Peres Universidade de São Paulo (USP)

Resumo

Neste artigo objetivou-se propor uma abordagem analítico-metodológica para se compreender o processo da estratégia em governos municipais no Brasil sob dois níveis que se complementam. O primeiro nível corresponde a estudos longitudinais para a apuração em termos comparados entre governos e em distintos períodos quanto ao grau de compliance dos Planos Plurianuais (PPAs) na estruturação e na execução orçamentárias e à qualidade dos seus elementos estratégicos no que se refere a objetivos, justificativas, metas físicas e financeiras e a indicadores de políticas públicas e de gestão. Trata-se de uma proposta analítica sobre um tema cuja produção acadêmica nacional carece de sistematização, categorias analíticas ou taxonômicas. O segundo nível – estudos de caso em profundidade – direciona-se para a análise dos processos de aprendizado institucional, de conflito e cooperação entre instâncias políticas e administrativas, de transformação, adaptação ou enraizamento de práticas organizacionais de caráter estratégico e de movimentos estratégicos frequentes versus acomodação a ditames e processos rígidos pelos PPAs. Essa segunda apreciação propositiva realiza-se em análises de dimensões como: ação/nuance de governo, liderança(s) institucional(is) e memória institucional, permeabilidade organizacional aos cidadãos, ciclo político-eleitoral, mensuração de necessidades e recursos, alternativas de recursos financeiros e mecanismos de gestão tático-operacional e de projetos. A principal contribuição que se pretende é a instituição de uma agenda de pesquisa sobre gestão estratégica no setor público brasileiro em governos subnacionais, com o preenchimento de lacunas na produção acadêmica sobre PPAs e no estabelecimento de variáveis compreensivas dos contornos político-administrativos e de elementos de empoderamento da estratégia na administração pública municipal.

Palavras-chave: Estratégia. Governos municipais. Plano Plurianual (PPA).

 

Abstract

 

This paper proposed a methodological and analytical approach to comprehend the strategic process in municipal governments in Brazil under two complementary levels of studies. The first one refers to longitudinal studies to verify, in compared perspective of different governments and political terms, in what extent “Pluriannual Plans (PPAs)” are complied to the annual budgetary construction and execution, as well as the quality of its strategic elements, such as general and specific objectives, justifications, goals, and management and policy indicators. It is an analytical proposal in an area of studies lacking in systematization, and in taxonomic and analytical categories. The second level – in depth case studies – engages into the analysis of institutional learning, conflict and cooperation between administrative and political agencies, rooting, adaptive and transformative organizational strategic practices, and frequent strategic movements versus PPA’s rigid processes accommodation. This second level of appreciation offers studies on dimensions such as: government actions/nuances, institutional leadership and institutional memory, organizational permeability to citizens, political cycles, resources and needs measurements, efforts on financing designed policies, and tactical-operational and project oriented mechanisms of management. The main intended contribution is to create a research agenda related to strategic management in the Brazilian subnational governments, filling gaps in the academic production about PPAs and establishing understandable and comprehensive variables of political-administrative outlines, and elements of municipal strategic empowerment.

Keywords: Strategy. Municipal governments. Pluriannual Plan (PPA)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Roberto Bono Olenscki, Universidade Estadual Paulista (Unesp)
Professor do Departamento de Administração Pública da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara (FCLAr)
Fernando de Souza Coelho, Universidade de São Paulo (USP)
Professor do curso de Gestão de Políticas Públicas (GPP) da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH)
Valdemir Aparecido Pires, Universidade Estadual Paulista (Unesp)
Professor do Departamento de Administração Pública da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara (FCLAr)
Ana Cláudia Fernandes Terence, Universidade Estadual Paulista (Unesp)
Professora do Departamento de Administração Pública da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara (FCLAr)
Ursula Dias Peres, Universidade de São Paulo (USP)
Professora do curso de Gestão de Políticas Públicas (GPP) da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH)

Referências

ALMEIDA, P. R. A Experiência Brasileira em Planejamento Econômico: uma síntese histórica. In GIACOMONI, J. e PAGNUSSAT, J. L. Planejamento e Orçamento Governamental. Brasília: ENAP, 2006. Volume 1.

ANTICO, C.; e JANNUZZI, P. de M. Indicadores e a Gestão de Políticas Públicas. São Paulo: Fundap, 2006.

ANSOFF, H. Estratégia empresarial. São Paulo: McGraw-Hill, 1987.

AZEVEDO, R. R. de; e AQUINO, A. C. B. de. O Estado Atual do Planejamento em Municípios de Pequeno Porte. XXXVIII Encontro Nacional da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração. Rio de Janeiro, setembro de 2014.

CABRAL, R. S. et al. Avaliação de Programas do PPA: um estudo de caso no município de Rosário do Sul/RS. V Encontro Nacional de Administração Pública e Governo. Salvador, novembro de 2012.

COLARES, M. da C. P.; e BRASIL, F. D. Participação Social e Planejamento Governamental: uma análise da experiência mineira de democratização da relação entre estados e sociedade civil, através do Legislativo estadual. XXXIV Encontro Nacional da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração. Rio de Janeiro, setembro de 2010.

DENZIN, N. K.; e LINCOLN, Y. S. (orgs.). Handbook of Qualitative Research. 2ª edição. Thousand Oaks-CA: Sage Publications, 2000.

ESCOLA NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (Enap). Programa de Apoio à Elaboração e à Implementação de PPAs Municipais 2014-17. Brasília: MPOG, 2013.

FERREIRA, M. I. C.; MATOS, E. R.; e CAZAES, H. C. F. Plano Plurianual Participativo na Bahia: processo de formação de agenda de políticas públicas. V Encontro Nacional de Administração Pública e Governo. Salvador, novembro de 2012.

HAMEL, G. Strategy as Revolution. Harvard Business Review, v. 74, pp. 69-82, jul-ago/1996.

KAPLAN, R. S.; e NORTON, D. P. Mapas Estratégicos: convertendo ativos intangíveis em resultados tangíveis. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

KAPLAN, R. S. e NORTON, D. P. A Estratégia em Ação: Balanced Scorecard. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

JANNUZZI, P. de M. Considerações sobre o uso, mau uso e abuso dos indicadores sociais na formulação e avaliação de políticas públicas municipais. Revista de Administração Pública. Rio de Janeiro: EBABE-FGV, 36(1), pp. 51-72, janeiro-fevereiro/2002.

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO. Indicadores – Orientações Básicas Aplicadas à Gestão Pública. Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos. Brasília: MPOG, 2012. Disponível em: http://www.planejamento.gov.br/secretarias/upload/Arquivos/spi/PPA/2012/121003_orient_in dic_triangular.pdf Acessado em 21/10/2015.

MINTZBERG, H.; AHLSTRAND, B.; e LAMPEL, J. Safári de Estratégia: um roteiro pela selva do planejamento estratégico. Porto Alegre: Bookman, 2000.

MINTZBERG, H. et al. O Processo da Estratégia: conceitos, contextos e casos selecionados. 4ª edição. Porto Alegre: Artmed/Bookman, 2006.

OLENSCKI, A. R. B. Modelo Brasileiro de Crédito Municipal (2000 a 2006): uma análise de controles governamentais e características da oferta. Tese de doutoramento em Administração Pública e Governo. São Paulo: Eaesp/FGV, 2008.

OLENSCKI, A. R. B.; e CALIFE, F. E. Fundos de Desenvolvimento Municipal e o Modelo Brasileiro de Crédito aos Municípios nos anos 2000. Anais do 6th International Conference of the Iberoamerican Academy of Management - Iberoamerican, 2009, Buenos Aires - Argentina. (meio eletrônico)

PARES, A.; e VALLE, B. A Retomada do Planejamento Governamental no Brasil e Seus Desafios. In GIACOMONI, J. e PAGNUSSAT, J. L. Planejamento e Orçamento Governamental. Brasília: ENAP, 2006. Volume 1.

PAULO, L. F. A. O PPA como Instrumento de Planejamento e Gestão Estratégica. Revista do Serviço Público. Brasília: Enap, 61(2), pp. 171-187, abril-junho/2010.

PFEIFFER, P. O Quadro Lógico: um método para planejar e gerenciar mudanças. In GIACOMONI, J. e PAGNUSSAT, J. L. Planejamento e Orçamento Governamental. Brasília: ENAP, 2006. Volume 1.

PIRES, V. A. Transparência Orçamentária Municipal Via Internet (TOM Web) no Contexto do Revigoramento Democrático e Republicano: uma proposta. Orçamento Público - III Prêmio SOF de Monografias: coletânea. Brasília DF: MPOG/Secretaria do Orçamento Federal, 2011a.

PIRES, V. A. A Participação da Sociedade nos Processos Orçamentários: a experiência brasileira recente. In SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL (Org.). Finanças Públicas - V Prêmio Tesouro Nacional. Brasília: ESAF, 2001.

PORTER, Michael E. Estratégia Competitiva: Técnicas para Análise de Indústrias e da Concorrência. Rio de Janeiro: Campus, 1986.

REZENDE, D. A. Planos e Planejamentos Municipais Integrados com Sistemas de Informação e Tecnologia da Informação em 101 Municípios Brasileiros. XXXII Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração. Rio de Janeiro, setembro de 2008.

REZENDE, D. A.; e GAGLIARDI, J. A. Instrumentos de Planejamento Municipal, Administração Pública de Prefeituras, Sistemas de Informação e Tecnologia da Informação: múltiplos estudos de casos em pequenos municípios do Paraná e Bahia. II Encontro Nacional de Administração Pública e Governança. São Paulo, novembro 2006.

RING, P. S.; e PERRY, Strategic Management in Public and Private Organizations: Implications of Distinctive Contexts and Constraints. The Academy of Management Review, v. 10, n.2, pp-276-86, abril/1985.

WILDAVSKY, Aaron. The Politics of the Budgetary Process. Boston: Little Brown, 1964. WRIGHT, Peter; KROLL, Mark J.; PARNELL, John. Administração Estratégica: conceitos. São Paulo: Atlas, 2000.

YASUDA, M. et al. Gestão e Avaliação no Contexto do PPA: institucionalização sem impacto? Relatório produzido ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Brasília: MPOG, 2006.

Publicado
13-12-2017
Como Citar
Olenscki, A. R. B., Coelho, F. de S., Pires, V. A., Terence, A. C. F., & Peres, U. D. (2017). Densidade macroestratégica na gestão pública municipal no Brasil: uma abordagem analítico-metodológica de PPAS e de variáveis político-administrativas. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 16(3), 911-932. https://doi.org/10.18593/race.v16i3.13804