Análise das informações ambientais evidenciadas nos relatórios de sustentabilidade e relatórios anuais sobre efluentes líquidos das empresas brasileiras

  • Mara Vogt Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB
  • Larissa Degenhart Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB
  • Nelson Hein Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB
  • Fabricia Silva da Rosa Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Resumo

Resumo: Neste estudo objetivou-se analisar as informações ambientais evidenciadas nos Relatórios de Sustentabilidade (RS) e Relatórios Anuais (RA) sobre efluentes líquidos das empresas brasileiras. Realizou-se pesquisa descritiva, documental e quantitativa. A população da pesquisa compreende as 100 empresas pertencentes ao Índice Brasil 100 e a amostra foi composta por 97 dessas empresas. Foram verificados critérios e subcritérios com diferentes escalas sobre o aspecto efluentes nos RA e RS no período de 2010 a 2013. Calculou-se o peso da informação por meio da entropia e após foi aplicado o método Simple Additive Weighting (SAW) para a elaboração dos rankings e a correlação de Spearman. Em relação aos critérios e subcritérios analisados, o tipo de informação apresentou a maior influência na evidenciação sobre efluentes em ambos os relatórios. No que se refere ao ranking geral sobre as informações ambientais verificadas nos RA, as empresas que mais se destacaram foram a BRF – Brasil Foods e a Duratex. Já referente às informações divulgadas nos RS, as empresas Fibria e BRF – Brasil Foods foram destaque no período analisado. Conclui-se que as empresas brasileiras deveriam divulgar mais informações ambientais sobre efluentes em seus relatórios, visto que muitas destas não apresentaram informações sobre os critérios e subcritérios analisados.

Palavras-chave: Evidenciação ambiental. Efluentes líquidos. Empresas brasileiras.

 

Analysis of environmental information evidenced in Sustainability Reporting and Annual Reports on liquid effluent of brazilian

 

Abstract: This study aimed to analyze the environmental information reported through Sustainability Reports (RS) and Annual Reports (RA) on wastewater of Brazilian companies. A descriptive, document and quantitative research. The study population includes 100 companies belonging to the Brazil Index 100 and the sample was composed of 97 of these companies. Criteria and sub-criteria were verified with different scales on the aspect effluents in RA and RS for the period 2010 to 2013. We calculated the weight of the information through the entropy and after we applied the method Simple Additive Weighting (SAW) for the development the rankings and the Spearman correlation. Regarding the analyzed criteria and sub-criteria, the type of information had the highest influence on the disclosure of effluent in both reports. Regarding the overall ranking on environmental information verified in RA, companies that stood out were the BRF – Brazil Foods and Duratex. Already regarding the information disclosed in the RS, the Fibria companies and BRF – Brazil Foods were highlighted during the period. It is concluded that Brazilian companies should disclose more environmental information effluents in their reports, as many of these have not provided information on the criteria and sub-criteria analysis.

Keywords: Environmental disclosure. Wastewater. Brazilian companies.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mara Vogt, Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB
Bacharel em Ciências Contábeis pela Sociedade Educacional FAI Faculdades de Itapiranga - SC

Mestranda em Ciências Contábeis pela Universidade Regional de Blumenau - SC

Doutoranda em Ciências Contábeis e Administração pela Universidade Regional de Blumenau - SC

Larissa Degenhart, Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB
Bacharel em Ciências Contábeis pela Sociedade Educacional FAI Faculdades de Itapiranga - SC

Mestranda em Ciências Contábeis pela Universidade Regional de Blumenau - SC

Doutoranda em Ciências Contábeis e Administração pela Universidade Regional de Blumenau - SC

Nelson Hein, Fundação Universidade Regional de Blumenau - FURB

Pós-Doutor pela Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada e pela
Anderson School of Management da Universidade do Novo México (EUA); Doutor
em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina; Professor
do Departamento de Matemática da Universidade Regional de Blumenau - FURB

Fabricia Silva da Rosa, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Pós-Doutora em Contabilidade pela Universidade Federal de Santa Catarina; Doutora
em Contabilidade pela Universidad de Valéncia; Doutora em Engenharia de Produção
pela Universidade Federal de Santa Catarina; Professora do Programa de Pós-graduação
em Contabilidade e Administração da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Referências

ABURAYA, R. K. The relationship between corporate governance and environmental disclosure: UK evidence. 2012. 460 p. Tese (Doutorado em Filosofia em Contabilidade)–Durham University, Inglaterra, 2012.

ALBERTINI, E. A descriptive analysis of environmental disclosure: A longitudinal study of French companies. Journal of Business Ethics, v. 121, i. 2, p. 233-254, 2013.

BEUREN, I. M.; NASCIMENTO, S. do; ROCHA, I. Nível de evidenciação ambiental e desempenho econômico de empresas: aplicando a análise envoltória de dados. Future Studies Research Journal: Trends and Strategy, v. 5, i. 1, p. 198-227, 2013.

BM&FBOVESPA – Bolsa de Valores e Mercadorias de São Paulo. Índice Brasil 100 – IBrX-100. 2014. Disponível em: <http://www.bmfbovespa.com.br/indices/ResumoIndice.aspx?Indice=IBrX&Idioma=pt-br>. Acesso em: 03 fev. 2015.

BRAAM, G. J. M. et al. Determinants of corporate environmental reporting: the importance of environmental performance and assurance. Journal of Cleaner Production, v. 129, i. 1, p. 724-734, 2016.

BRILLAS, E.; MARTÍNEZ-HUITLE, C. A. Decontamination of wastewaters containing synthetic organic dyes by electrochemical methods. An updated review. Applied Catalysis B: Environmental, v. 166, p. 603-643, 2015.

CHO, C. H.; PATTEN, D. M. Green accounting: Reflections from a CSR and environmental disclosure perspective. Critical Perspectives on Accounting, v. 24, i. 6, p. 443-447, 2013.

CLARKSON, P. M. et al. The relevance of environmental disclosures: Are such disclosures incrementally informative? Journal of Accounting and Public Policy, v. 32, i. 5, p. 410-431, 2013.

GLOBAL REPORTING INITIATIVE. Princípios para Relato e Conteúdos Padrão. 2013.

IATRIDIS, G. E. Environmental disclosure quality: Evidence on environmental performance, corporate governance and value relevance. Emerging Markets Review, v. 14, i. 1, p. 55-75, 2013.

LU, Y.; ABEYSEKERA, I. Stakeholders' power, corporate characteristics, and social and environmental disclosure: evidence from China. Journal of Cleaner Production, v. 64, i. 1, p. 426-436, 2014.

MACÊDO, F. F. R. R. et al. Evidenciação ambiental voluntária de companhias listadas no índice carbono eficiente da BM&FBovespa. RACE-Revista de Administração, Contabilidade e Economia, v. 13, i. 1, p. 329-352, 2014.

MATHUVA, D. M.; KIWEU, J. M. Cooperative social and environmental disclosure and financial performance of savings and credit cooperatives in Kenya. Advances in Accounting, v. 35, i. 1, p. 197-206, 2016.

MENG, X. H. et al. The relationship between corporate environmental performance and environmental disclosure: An empirical study in China. Journal of Environmental Management, v. 145, i. 1, p. 357-367, 2014.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE; CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Resolução n. 357, de 17 de março de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=459>. Acesso em: 03 fev. 2015.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE; CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Resolução n. 430, de 13 de maio de 2011. Dispõe sobre as condições e padrões de lançamento de efluentes. 2011. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res11/propresol_lanceflue_30e31mar11.pdf>. Acesso em: 03 fev. 2015.

NOR, N. M. et al. The effects of environmental disclosure on financial performance in malaysia. Procedia Economics and Finance, v. 35, i. 1, p. 117-126, 2016.

OLIVEIRA, A. F. de; MACHADO, D. G.; BEUREN, I. M. Disclosure Ambiental de Empresas de Setores Potencialmente Poluidores Listadas no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). Revista de Gestão Social e Ambiental, v. 6, n. 1, p. 20-37, 2012.

OZGUN, H. et al. Impact of Membrane Addition for Effluent Extraction on the Performance and Sludge Characteristics of Upflow Anaerobic Sludge Blanket Reactors Treating Municipal Wastewater. Journal of Membrane Science, v. 479, p. 95-104, 2014.

PEREIRA, F. E.; MORAIS LUZ, J. R. de; CARVALHO, J. R. M. de. Evidenciação das Informações Ambientais das Empresas do Setor de Energia Elétrica do Brasil. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, v. 3, n. 2, p. 60-72, 2015.

QIAN, W.; SCHALTEGGER, S. Revisiting carbon disclosure and performance: Legitimacy and management views. The British Accounting Review, v. 49, i. 4, p. 365-379, 2017.

ROSA, F. S. da; ENSSLIN, S. R.; ENSSLIN, L. Evidenciação ambiental: processo estruturado de revisão de literatura sobre avaliação de desempenho da evidenciação ambiental. Sociedade, Contabilidade e Gestão, v. 4, n. 2, p. 24-37, 2009.

ROSA, F. S. da et al. Analysis of the determinants of disclosure of environmental impacts of Brazilian companies. Global Advanced Research Journals, v. 3, i. 6, p. 249-266, 2014.

ROSA, F. S. da et al. Environmental impact management of Brazilian companies: analyzing factors that influence disclosure of waste, emissions, effluents, and other impacts. Journal of Cleaner Production, v. 96, i. 1, p. 148-160, 2015.

ROSA, F. S. da et al. Evidenciação ambiental: estudo comparativo das contribuições teórico-metodológicas de Brasil e Espanha. Revista Universo Contábil, v. 8, n. 1, p. 123-140, 2012.

ROSA, F. S. da et al. Gestão da evidenciação ambiental: um estudo sobre as potencialidades e oportunidades do tema. Engenharia Sanitária Ambiental, v. 16, n. 1, p. 157-166, 2011.

SAID, R.; OMAR, N.; ABDULLAH, W. N. Empirical investigations on boards, business characteristics, human capital and environmental reporting. Social Responsibility Journal, v. 9, i. 4, p. 534-553, 2013.

TIAN, X.-L. et al. Different extent of environmental information disclosure across chinese cities: Contributing factors and correlation with local pollution. Global Environmental Change, v. 39, i. 1, p. 244-257, 2016.

VILLIERS, C. de; LOW, M.; SAMKIN, G. The institutionalisation of mining company sustainability disclosures. Journal of Cleaner Production, p. 1-8, 2014.

VOGT, M. et al. Relationship between determinant factors of disclosure of information on environmental impacts of Brazilian companies. Estudios Gerenciales, v. 33, i. 142, p. 24-38, 2017.

WANG, H.; BERNELL, D. Environmental Disclosure in China: An Examination of the Green Securities Policy. The Journal of Environment & Development, v. 22, i. 4, p. 339-369, 2013.

ZHENG, S.; KAHN, M. Understanding China’s urban pollution dynamics. Journal of Economic Literature, v. 51, i. 3, p. 731-772, 2013.

Publicado
23-04-2018
Como Citar
Vogt, M., Degenhart, L., Hein, N., & Rosa, F. S. da. (2018). Análise das informações ambientais evidenciadas nos relatórios de sustentabilidade e relatórios anuais sobre efluentes líquidos das empresas brasileiras. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 17(1), 55-78. https://doi.org/10.18593/race.v17i1.12929