THE MARKET PROSPECTS OF COLONIAL PRODUCTS

  • Larissa Schaefer Unoesc
  • Silvio Santos Junior Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

With the competitiveness increasing in the Brazilian agribusinesses, studies related to the survival of small farms encourage the strategy of agro-industrialization, but warn about the possibility of adulteration of the primary attributes: the traditional way of making the products. In this context, the aim of this study is to identify the importance given by the consumer to “colonial appeal” and the reasons that influence the choice for this type of product. This is a research survey, conducted with 300 families in the city of Chapecó, SC. The results show that the colonial product has a distinctive call, and that the perceptions of importance vary according to the age, confirming the findings of previous studies.

Keywords: Agricultural markets. Colonial product. Consumption.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvio Santos Junior, Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina
Possui graduação em Engenharia Agronomica pela UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina (1986), especialização em Administração Rural pela UNOESC – Universidade do Oeste de Santa Catarina, (1992), mestrado em Administração pela UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002), e doutorado em Agronegócios pela UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2011). Atualmente é professor da Unoesc. Tem experiência na área de Administração e Agronomia, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento regional; cadeias agroindustrias; estratégia, gestão, e economia rural.

Referências

BARBOSA, L.; CAMPBELL, C. O estudo do consumo nas ciências sociais contemporâneas. In: BARBOSA, L. &CAMPBELL, C. (orgs.). Cultura, consumo e identidade. Rio de Janeiro: FGV, 2006, p.21-44

BENEDET FILHO, B. Formas de inserção nos mercados utilizados pelos agricultores e agroindústrias familiares da Região Sul do Estado de Santa Catarina. Porto Alegre, 2004, 174 p.. Dissertação (Mestrado em Agronegócios) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2004.

BNDES. Arranjos Produtivos Locais e Desenvolvimento, 2004. Disponível em , acesso em fevereiro de 2005.

BRDE. PEREIRA, M. C. S, NEVES, R. I. S, CASAROTTO FILHO, N. Redes de agroindústria de pequeno porte: experiências de Santa Catarina. Florianópolis : BRDE, 2004.

COBRA, Marcos. Administração de marketing no Brasil - São Paulo: Cobra Editora de Marketing, 2003.

DORIGON, C. Mercados de Produtos Coloniais da Região Oeste de Santa Catarina: em Construção. 2008. 437 f. Tese (Doutorado em Engenharia da Produção), Programa de Pós-Graduação em Engenharia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2008.

FIGUEIREDO, A. S. (Org). Conhecendo seu canal de comercialização de hortaliças. Universidade Católica de Brasília. Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Brasília: Emater, 2003.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1987.

GUIMARÃES, G. M.; SILVEIRA, P. R. C. da. Por trás da falsa homogeneidade do termo agroindústria familiar rural: indefinição conceitual e incoerências das políticas públicas. Disponível em < <http://www.cnpat.embrapa.br/sbsp/anais/Trab_Format_PDF/99.pdf> acesso em fev, 2012.

GUIMARÃES, G. M. A Legislação Industrial e Sanitária dos Produtos de Origem Animal- O Caso das Agroindústrias de Pequeno Porte. Santa Maria: UFSM. Dissertação (Mestrado em Extensão Rural), Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2001.

HAIR, F. J.; BABIN, B.; MONEY, A. H.; SAMOUEL, P. Fundamentos de métodos de pesquisa em administração. Porto Alegre: Bookman, 2006.

HAIR, F. J.; BLACK, W. C,; BABIN, B.; ANDERSON, R. E.; TATHAN, R. L. Análise multivariada de dados. 6ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.

HOPPEN, N.; LAPOINT, L.; e MOREAU, E. Um guia para avaliação de artigos de pesquisa em sistemas de informação. Revista Eletrônica de Administração (http://www.read.ea.ufgrs.br), n. 03, agosto de 1996.

KALNIN, J. L. Desenvolvimento local/regional focado na agroindústria familiar: experiências em Santa Catarina. Florianóplois: UFSC, 2004, 215f. Tese (Doutorado em Engenharia da Produção), Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Produção da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2004.

KIYOTA, N. Agricultura Familiar e suas estratégias de comercialização:um estudo de caso no município de Capanema - Região Sudoeste do Paraná. Lavras: UFL, 1999. Dissertação (Mestrado em Administração Rural), Universidade Federal de Lavras, 1999.

KOTLER, Philip & KELLER, Kevin Lane. Administração de Marketing. 12ª ed. - São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2006.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M.. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 4. ed. São Paulo: Atlas, 1999

MAPA - Ministério do Desenvolvimento Agrário, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Seminários Nacionais sobre Sistemas de Inspeção de produtos de origem animal. Disponível em < http://seminariossuasa.com.br/index.html#concurso>, acesso em março de 2014.

MIOR, L. C. Agricultores familiares, Agroindústrias e território: A dinâmica das redes de desenvolvimento rural no Oeste Catarinense. Florianópolis: UFSC, 2003. 316 p. Tese (Doutorado Interdisciplinar em Ciências Humanas), Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, 2003.

PINSONNEAULT, A.; KRAEMER, K. L. Survey research methodology in management information system: an assessment. Journal of Management Information Systems, v.10, n.2, Autumn, 1993, p.75-105.

PREZOTTO, L. L. Agroindústria Rural de Pequeno Porte e seu ambiente institucional relativo à legislação sanitária. Florianópolis: UFSC, 1999. Dissertação (Mestrado em Agroecossistemas), Universidade Federal de Santa Catarina, 1999.

RENARD, Marie-Christine. Fair trade: quality, market and conventions. Journal of Rural Studies, Hoboken NJ, n. 19, 2003, p. 87-96.

SANTOS, J. S. Agroindústria familiar rural no Alto Uruguai do rio Grande do Sul: uma análise do processo de comercialização. Florianópolis, 2006, 130 p. Dissertação (Mestrado em Agroecossistemas), Universidade Federal de Santa Catarina , 2006.

SANTOS JUNIOR, S. A influência dos fatores econômicos, institucionais e sociais na inserção das agroindústrias rurais no mercado: um estudo no Meio-Oeste de Santa Catarina. Porto Alegre: UFRGS, 2011, 211 p. Tese (Doutorado em Agronegócio), Programa de Pós Graduação em Agronegócios, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2011.

SANTOS JUNIOR, S; WAQUIL, P. D. A Influência de Fatores Econômicos, Institucionais e Sociais na Inserção de Agroindústrias Rurais em Santa Catarina. Revista de Economia e Sociologia Rural (online). v.50, n 2, 2012, p 263-284.

SILVEIRA, P. R. C. da.; ZIMERMANN, S. A Qualidade em Circuitos Regionais de Produção de Alimentos numa Perspectiva de Segurança Alimentar. In: FROELICH, M. & DIESEL, V. Espaço Rural e Desenvolvimento Regional. Ijuí: UNIJUÍ, Relatórios de Pesquisa, 2004.

WELLS, W. Reynolds, F. Consumer behavior. New York: McGraw-Hill, 1978

WIKEPÉDIA – A enciclopédia livre. Anexo:Lista de mesorregiões de Santa Catarina. Disponível em < http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_mesorregi%C3%B5es_de_Santa_Catarina>, acesso em agosto de 2013.

WILKINSON, J. A pequena produção e sua relação com os sistemas de distribuição. In Seminário sobre Politicas de Seguridad Alimentaria y Nutrición en América Latina. Anais ... Campinas, SP, 30 e 31 out. 2003.

WILKINSON, J.; MIOR, L. C. Setor informal, produção familiar e pequena agroindústria: interfaces. Estudos Sociedade e Agricultura, n.13, 1999, p. 29-45.

WILKINSON, J. Mercados, redes e valores: o novo mundo da agricultura familiar. Porto Alegre: UFRGS, 2008.

Publicado
26-07-2016
Como Citar
Schaefer, L., & Junior, S. S. (2016). THE MARKET PROSPECTS OF COLONIAL PRODUCTS. RACE - Revista De Administração, Contabilidade E Economia, 15(2), 729-750. https://doi.org/10.18593/race.v15i2.10262