Resíduo da indústria cervejeira como precursor de carvão ativado comparado a outros resíduos agroindustriais: uma revisão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18593/eba.25575

Palavras-chave:

Carvão ativado (CA), Adsorção, Resíduos agroindustriais, Bagaço do malte

Resumo

O carvão ativado (CA) consiste em um material baseado em carbono, com uma estrutura porosa interna bem desenvolvida, com grande área superficial, sendo um adsorvente muito popular utilizado para tratamento de água e efluentes. O Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja do mundo, em razão da grande quantidade de resíduos gerados por esse ramo industrial, assim várias alternativas são propostas para utilização dos resíduos, uma delas é a produção de CA com o bagaço do malte. Para avaliar o bagaço do malte como precursor para o CA ele foi comparado a outros resíduos agroindustriais que são utilizados como precursores para o CA, como o resíduo da produção de café e a casca de laranja. Foi comparado também o tipo de ativação física e química para a obtenção do CA e a capacidade de adsorção, fenômeno físico químico em que o componente de uma fase gasosa ou líquida são transferidos para uma superfície sólida. Os componentes que se juntam a fase sólida são chamados de adsorbatos e o componente que retêm a fase líquida é chamado de adsorvente (CA). O bagaço do malte como precursor para o CA se mostrou como uma alternativa promissora pelos resultados atingidos em comparação com outros resíduos agroindustriais e por ser uma alternativa barata e com muita disponibilidade de resíduo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Associação Brasileira da Indústria da Cerveja [Internet]. Anuário; 2016 [acesso em 2020 ago. 10]. Disponível: http://www.cervbrasil.org.br/novo_site/anuarios/CervBrasil-Anuario2016_WEB.pdf

Reynold MR. Manual Prático de Cervejaria. São Paulo: Aden; 1997.

Lima TC, Araújo IO, Antunes JG, Matos CJG, Pereira CSS. Estudo da produção de bioetanol a partir do bagaço de malte. São Paulo: Blucher; 2014.

Menezes LCMAO, Yamashita M. Produção de tijolos ecológicos com cinzas de caldeira e bagaço de malte [trabalho de conclusão de curso]. Ponta Grossa: Universidade Tecnológica Federal do Paraná; 2017.

Guo M, Du J, Zhang Z’A, Zhang K, Jun Y. Optimization of brewer’s spent grain-enriched biscuits processing formula. J. Food Process Eng. 2014; 37: 122-30.

Sahu JN, Acharya J, Meikap BC. Optimization of production conditions for activated carbons from tamarind wood by zinc chloride using response surface methodology. Bioresour Technol. 2010; 101:1974-82.

Bhatnagar A, Hogland W, Marques M, Sillanpaa M. An overview of the modification methods of activated carbon for its water treatment applications. Chem Eng J. 2013; 499-511.

Nayak A, Brushan B, Gupta V, Sharma P. Chemically activated carbon from lignocellulosic wastes for heavy metal wastewater remediation: Effect of activation conditions. J. Colloid Interface Sci [Internet]. 2017; 493: 228-40. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.jcis.2017.01.031

Perilli TAG, Sicupira DC, Mansur MB, Ladeira ACQ. Avaliação da capacidade adsortiva de carvão ativado para a remoção de manganês. Holos [Internet]. 2014; 3: 264. doi: http://dx.doi.org/10.15628/holos.2014.1777

Alves ACM. Avaliação do tratamento de efluentes líquidos contendo cobre e chumbo por adsorção em carvão ativado [dissertação]. Maceió: Universidade Federal de Alagoas; 2007.

Wang J, Kaskel S. KOH activation of carbon-based materials for energy storage. J Mater Chem. 2012; 22: 23710-25.

Laksaci H, Khelifi A, Trari M, Addoun A. Synthesis and characterization of microporous activated carbon from coffee grounds using potassium hydroxides. J. Clean. Prod [Internet]. 2017; 147: 254-62. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2017.01.102

Brum SS, Bianchi ML, Silva VL, Gonçalves M, Guerreiro MC, Oliveira LCA. Preparação e caracterização de carvão ativado produzido a partir de resíduos do beneficiamento do café. Quim Nova. 2008; 31(5): 1048-52.

Martins AF, Diniz J, Stahl JA, Cardoso A de L. Caracterização dos produtos líquidos e do carvão da pirólise de serragem de eucalipto. Quim Nova. 2007; 30(4): 873-8.

Rovani S, Rodrigues AG, Medeiros LF, Cataluña R, Lima ÉC, Fernandes NA. Synthesis and characterisation of activated carbon from agroindustrial waste—Preliminary study of 17β-estradiol removal from aqueous solution. J. Environ. Chem. Eng [Internet]. 2016; 4(2): 2128-37. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.jece.2016.03.030

Húmpola P, Odetti H, Moreno-Piraján JC, Giraldo L. Activated carbons obtained from agro-industrial waste: textural analysis and adsorption environmental pollutants. Adsorption [Internet]. 2015; 22(1): 23-31. doi: http://dx.doi.org/10.1007/s10450-015-9728-y

Sayğılı H, Güzel F, Önal Y. Conversion of grape industrial processing waste to activated carbon sorbent and its performance in cationic and anionic dyes adsorption. J. Clean. Prod [Internet]. 2015; 93: 84-93. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2015.01.009

Sathishkumar P, Arulkumar M, Palvannan T. Utilization of agro-industrial waste Jatropha curcas pods as an activated carbon for the adsorption of reactive dye Remazol Brilliant Blue R (RBBR). J. Clean. Prod [Internet]. 2012; 22(1): 67-75 doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2011.09.017

Gonçalves G da C, Nakamura PK, Furtado DF, Veit MT. Utilization of brewery residues to produces granular activated carbon and bio-oil. J. Clean. Prod [Internet]. 2017; 168: 908-16. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2017.09.089

Vanreppelen K, Vanderheyden S, Kuppens T, Schreurs S, Yperman J, Carleer R. Activated carbon from pyrolysis of brewer’s spent grain: production and adsorption properties. Waste Manag Res [Internet]. 2014; 32(7): 634-45. doi: http://dx.doi.org/10.1177/0734242x14538306

Mussatto SI, Fernandes M, Rocha GJM, Órfão JJM, Teixeira JA, Roberto IC. Production, characterization and application of activated carbon from brewer’s spent grain lignin. Bioresour Technol [Internet]. 2010; 101(7), 2450-7. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.biortech.2009.11.025

Masel RI. Principles of adsorption and reaction on solid surfaces. Illinois: John Wiley e Sons; 1996.

Makrigianni V, Giannakas A, Deligiannakis Y, Konstantinou I. Adsorption of phenol and methylene blue from aqueous solutions by pyrolytic tire char: equilibrium and kinectic studies. J. Environ. Chem. Eng [Internet]. 2015; 3(1): 574-82.

Dada, AO, Olalekan AP, Olatunya AM, Dada O. Langmuir, Freundlich, Temkin and Dubinin–Radushkevich Isotherms Studies of Equilibrium Sorption of Zn2+ Unto Phosphoric Acid Modified Rice Husk. Iosr J. Appl. Chem [Internet]. 2012; 3(1): 38-45.

Downloads

Publicado

21-12-2020

Como Citar

Bressan, P., Geremias, R., & Souza, E. L. de. (2020). Resíduo da indústria cervejeira como precursor de carvão ativado comparado a outros resíduos agroindustriais: uma revisão. Evidência, 20(2), 141–148. https://doi.org/10.18593/eba.25575

Edição

Seção

Inovação