Contaminações alimentares por Aspergillus spp. e o papel do nutricionista: uma revisão

Palavras-chave: Intoxicação alimentar, Aflatoxinas, Ocratoxinas, Aspergilose

Resumo

Aspergillus spp. é um fungo cosmopolita com grande ocorrência em regiões tropicais e subtropicais devido as condições climáticas favoráveis, como ocorre no Brasil. Os fungos apresentam maior relevância nas contaminações alimentares pela produção de micotoxinas, produzidas quando os alimentos são armazenados em más condições, em ambientes úmidos, sem ventilação adequada, ou com a presença de insetos e roedores que danificam os grãos e facilitam a proliferação dos fungos, como Aspergillus. Assim o objetivo deste estudo foi descrever a ocorrência do gênero Aspergillus e as patogenias associadas a presença de suas micotoxinas em alimentos. Além disso, demonstrar o importante papel do profissional nutricionista no controle de qualidade alimentar para garantir a segurança dos comensais. Para isso, foram consolidados dados disponíveis em bases de dados como LILACS, SCIELO, BVS e PUBMED, utilizando os seguintes descritores: Aflatoxinas, ocratoxinas e aspergilose, assim como os dados referente aos limites máximos tolerados (LMT) para Aflatoxinas e Ocratoxinas no Brasil, estabelecidos pela ANVISA através das RDC n. 7/2011 e RDC n. 138/2017. Desta forma, foi evidenciado a grande relevância das contaminações alimentares por fungos, que estima-se atingir cerca de 25% dos produtos agrícolas em todo o mundo. O gênero Aspergillus se destaca entre os fungos toxigênicos, principalmente a espécie A. flavus, uma vez que a sua toxina (Aflatoxina) é uma das mais frequentes nos casos de intoxicações alimentares por micotoxinas. Mas algumas espécies desse gênero também podem ocasionar infecções ao homem e animais, como a ocorrência de aspergilose, doença pulmonar que pode evoluir para a forma invasiva. Para a prevenção e controle desta e de outras contaminações alimentares é imprescindível a aplicação de ferramentas de controle de qualidade na produção de alimentos, sendo o profissional nutricionista é agente técnico capacitado para atuar tanto na indústria de alimentos como nos serviços e unidades de alimentação e nutrição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Ministério da Saúde. Surtos de Doenças Transmitidas por Alimentos no Brasil. Brasília; 2019. Disponível em: https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2019/fevereiro/15/Apresenta----o-Surtos-DTA---Fevereiro-2019.pdf

Forsythe SJ. Microbiologia da segurança dos alimentos. 2a ed. Porto Alegre: Artmed; 2013.

Marinho GA, Oliveira GS, Lima JL, Lopes WMA, Nunes GA, Nunes MA. Perfil Epidemiológico das Doenças Transmitidas por Alimentos e Seus Fatores Causais na Região da Zona da Mata Sul de Pernambuco. Unopar Cient Ciênc Biol Saúde. 2015;17(4):238-43.

Sacramento TR. Importância da Contaminação de Alimentos por Aflatoxinas para a Incidência de Câncer Hepático. Ciências Exatas e Naturais. 2016;18(1):141-69.

Speight N. Chapter 43 – Mycotoxin-Related Illness. In: Kohlstadt I, editor. Advancing Medicine with Food and Nutrients. 2a ed. Boca Raton, FL: CRC Press; 2012. p. 821-850.

Liew WPP, Mohd-Redzwan S. Mycotoxin: Its Impact on Gut Health and Microbiota. Front Cell Infect Microbiol. 2018;8:1-17.

Souza DR, Souza GA, Araújo IFB, Pereira LM, Bezerra VS, Marques RB. Efeitos tóxicos dos fungos nos alimentos. Revinter. 2017;10:73-84.

Guerra AF. Microbiologia Geral: Bacteriologia. 1a ed. Valença: 2017. Disponível em: http://files.microbiologia-de-alimentos.webnode.com/200000235-06a7f07a17/Bacteriologia.%20Valen%C3%A7a,%201%C2%AA%20Edi%C3%A7%C3%A3o,%202017,%2020p..pdf

Monteiro MCP. Identificação de fungos dos gêneros Aspergillus e Penicillium em solos preservados do cerrado [dissertação]. [Lavras]: Universidade Federal de Lavras; 2012.

Washington W, Allen S, Janda W, Koneman E, Procop G, Schreckenberger P, et al. Diagnóstico microbiológico. 6a ed. Rio de Janeiro: Guanabara; 2014.

Carvalho LI. Aspergillus e aspergilose – desafios no combate da doença [dissertação]. [Porto, Portugal]: Universidade Fernando Pessoa; 2013.

Pilaniya V, Gera K, Gothi R, Sha A. Aspergilose pulmonar invasiva aguda, logo após exposição ocupacional a água poluída barrenta em indivíduo previamente saudável. J Bras Pneumol. 2015;41(5):473-77.

Ferreira AB, Assunção CB, Silveira TTS, Acaiah R, Freire ATF, Saliba JL, et al. Diagnóstico da aspergilose invasiva: Aplicação das Técnicas de Reação em Cadeiada Polimerase (PCR) e Ensaio Imunoenzimáticode Detecção da Galactomanana (EIA-GM®). Rev Med Minas Gerais. 2015;25(3):393-9.

Sales MPU. Capítulo 5 – Aspergilose: do diagnóstico ao tratamento. J Bras Pneumol. 2009;35(12).

Oliveira F, França PM, Pierozan MK, Oliveira DS, Ribeiro T, Almeida MA, et al. Principais micotoxinas que afetam a produção de alimentos. Ramvi. 2015;2(3):4-9.

Costa LF, Silva EB, Oliveira IS. Irradiação gama em amendoim para controle de Aspergillus flavus. Scientia Plena. 2013;9(8):1-12.

Iamanaka BT, Oliveira IS, Taniwaki MH. Micotoxinas em Alimentos. In: Anais Sétima da Academia Pernambucana de Ciência Agronômica. 2010. Recife; 2010. p. 138-161.

Borges VR, Couto MA, Souza MC, Miranda ZB, Moraes AM. Estudo macroestrutural em cepas de referência de Aspergillus flavus em grãos de amendoim irradiados. Hig. aliment. 2013;26:163-168.

Ribeiro RS. Qualidade de sementes de feijão-macassar armazenadas por agricultores do semiárido paraibano [monografia]. [Lagoa Seca]: Universidade Estadual da Paraíba; 2016.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução de Diretoria Colegiada – RDC n. 275, de 21 de outubro de 2002. Brasília, DF, 2002.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC n. 216, de 15 de setembro de 2004. Brasília, DF, 2004.

Khazaeli P, Najafi ML, Bahaabadi GA, Shakeri F, Naghibzadeh TA. Evaluation of aflatoxin contamination in raw and roasted nuts in consumed Kerman and effect of roasting, packaging and storage conditions. Life Sci. J. 2014;10:578-83.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução de Diretoria Colegiada – RDC n. 7, de 18 de fevereiro de 2011. Brasília, DF, 2011.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução da Diretoria Colegiada – RDC n. 138, de 8 de fevereiro de 2017. Brasília, DF, 2017.

Mancuso AM, Coelho DE, Vieira VL. Segurança alimentar e nutricional: percepções de coordenadores de cursos de nutrição. Rasbran. 2016;7(2):9-17.

Rodriguez-Morales AJ, Bolivar-Mejía A, Alarcón-Olave C, Calvo-Betancourt LS. Nutrition and Intection. In: Caballero B, Finglas PM, Toldrá F, editors. Encyclopedia of Food and Health. Amsterdam, Netherlands: Elsevier; 2016. p. 98-103.

Rodrigues AMD, Calvet RM, Silva MCM, Cardoso Filho FCC, Monte AM, Pereyra CM. Qualidade microbiológica de castanhas de caju industrializadas e processadas artesanalmente. Rev Inst Adolfo Lutz. 2012;71(2):415-419.

Silva MCM, Santana YAG, Nóbrega FCG, Rodrigues AMD, Rocha CAR, Muratori CS, et al. Avaliação microbiológica da castanha de caju processada por cooperativas no município de Picos, PI. Pubvet. 2012;6(16):203.

Sweenwey MJ, Dobson ADW. Mycotoxin production by Aspergillus, Fusarium and Penicillium species. Int J Food Microbiol. 1998;43:141-58.

Santos MRR, Cardoso Filho FC, Lima VBS, Sousa AWB, Caldas ML, Muratori MCS. Pesquisa de fungos produtores de ocratoxina A em granola comercializada. Rev Inst Adolfo Lutz. 2013;72(3):206-10.

Fontenele LMS, Azevedo MLX, Cardoso Filho FC, Muratori MCS, Sá LRS, Pereira MMG. Qualidade microbiológica do alho (Allium sativum) produzido e comercializado em mercados públicos. Rev Inst Adolfo Lutz. 2015;74(4):420-25.

Silva LC, Santos DB, São José JFB, Silva EMM. Boas práticas na manipulação de alimentos em Unidades de Alimentação e Nutrição. Demetra: Alimentação, nutrição e saúde. 2015;10(4):797-820.

Publicado
28-08-2020
Como Citar
Costa, B. Évelyn G. N., Oliveira, B. S. de ., Correia, D. C. da S., Fernandes, K. L. de A., Coelho, L. B. dos M., Leal, M. M. F. V., Guimarães, M. A. L., Maia, P., Alves, Y. L. C., & Locatelli, G. O. (2020). Contaminações alimentares por Aspergillus spp. e o papel do nutricionista: uma revisão. Evidência, 20(1), 69-80. https://doi.org/10.18593/eba.24708
Seção
Saúde

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##