Identificação de bactérias da rizosfera de inhame, macaxeira e batata-doce potencialmente produtoras de polihidroxialcanoatos

  • Juliana de Castro Nunes Pereira IFPE
  • Idjane de Oliveira Universidade Federal de Pernambuco
  • Gabriel Olivo Locatelli Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Leandro Finkler Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Túbera, Microvirga flocculans, Polímeros biodegradáveis

Resumo

Inhame, macaxeira e batata-doce são vegetais importantes no Nordeste brasileiro, uma vez que esses tubérculos são ricos em amido. Os Polihidroxialcanoatos (PHAs) são polímeros biodegradáveis produzidos a partir de amido e utilizados na produção de plásticos. O objetivo deste trabalho foi isolar e identificar bactérias com potencial aplicação biotecnológica para produção de polihidroxialcanoatos a partir da rizosfera e superfície de túberas de inhame, macaxeira e batata-doce. A coleta das culturas bacterianas ocorreu por meio da retirada do solo da rizosfera e da superfície das túberas. Após diluições seriadas e semeio do solo em meio de cultura, bactérias com características morfológicas distintas foram selecionadas para análise através do PCR de colônia. Das 214 bactérias analisadas, 11 amostras foram positivas para o gene phaC, fator fundamental para síntese de PHA. Nove bactérias apresentaram resultado satisfatório para produção de grânulos de PHAs após coloração de Sudan Black. Dentre as bactérias positivas no PCR e Sudan Black, oito foram identificadas por sequenciamento ao nível de gênero ou espécie, como: Pseudomonas, Bacillus, Agrobacterium, Stenotrophomonas, Cupriavidus e Microvirga flocculans, sendo esta última descrita pela primeira vez na literatura como produtora de PHA. A aplicação de PCR de colônia com coloração por Sudan Black mostrou-se eficiente e rápida para a seleção de bactérias potencialmente produtoras de PHAs a partir de amostras de solo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Aragão GMF, Lindley ND, Uribelarrea JL, Pareilleux A. Maintaining a controlled residual growth capacity increases the production of polyhydroxyalkanoate copolymers by A. eutrophus. Biotechnology Letters. 1996;18:937-42.

Mesquita AS. Inhame na Bahia: A produção no caminho da competitividade. Inhame e Taro. Sistemas de Produção Familiar: INCAPER. 2002;279.

Hou WC. Antioxidant activities of dioscorin, the storage protein of yam (Dioscorea batatas Decne) tuber. J Agric Food Chem. 2001;(49):4956-60.

Valle TL. Mandioca de mesa, macaxeira ou aipim: a hortaliça negligenciada pelo Brasil. Instituto Agronômico. 2007;1-11.

EMBRAPA. Sistema de Produção da Batata-Doce. 2018

Bais HP. The Role of Root Exudates in Rhizosphere Interactions with Plants and Other Organisms. Annu. Rev. Plant Biol. 2006;233-266.

Oliveira CA. Diversidade bacteriana da rizosfera de genótipos de milho contrastantes na eficiência de uso de fósforo. Pesq. Agropec. Bras. 2009;44(11):1473-82.

Dantas JS. Interações entre grupos de microorganismos com a rizosfera. Pesq Aplic & Agrotecnol. 2009;2(2):1-10.

Romo DMR, Grosso MV, Solano NCM, Castaño DM. A most effective method for selecting a broad range of short and medium-chain-length polyhydroxyalkanoate producing microorganisms. Electron J. Biotechn. 2007;10:348-57.

Zinn M, Witholt B, Egli T. Occurrence, synthesis and medical applications of bacterial polyhydroxyalkanoate. Adv. Drug. Deliv. Rev. 2001;53:5-21.

Silva LF, Gomez JGC, Rocha RCS, Taciro MK, Pradella JGC. Produção biotecnológica de polihidroxialcanoatos para a geração de polímeros biodegradáveis no Brasil. Quim. Nova. 2007;30:1732-43.

Sheu DS, Wang YT, Lee CY. Rapid detection of polyhydroxyalkanoate-accumulating bacteria isolated from the environment by colony PCR. Microbiology. 2000;146:2019-35.

Gasser I, Muller H, Berg G. Ecology and characterization of polyhydroxyalcanoate-producing microorganisms and its plants. Fems Microbiol. Ecol. 2009;70:142-50.

Ramsay BA, Lomaliza K, Chavarie C, Dube B, Bataille P, Ramsay JA. Production of poly-(β-hydroxybutyric-co-β-hydroxyvaleric) acids. Appl Environ Microbiol. 1990;56:2093-8.

Sheehan HL, Storey GW. An improved method of staining leukocyte granules with Sudan Black. B. J Pathol Bacteriol. 1947;59:336.

Abbott, L. Soil biology basics. [Acesso em 05 dez 2018 ]. Disponível em: www.dpi.nsw.gov.au

Lima TCS, Grisi BM, Bonato MC. Bacteria isolated from sugarcane agroecosystem: their potential production of polyhydroxyalkanoates and resistance to antibiotics. Rev. Microbiol. 1999;30:214-24.

Carminatti C, Messane FE, Brandão MCZ, Pinheiro VR. Produção de Polihidroxialcanoatos (PHAs). Centro tecnológico – Universidade Federal de Santa Catarina. 2006.

Viallard, V, Poirier I, Cournoyer B, Haurat J, Wiebkin S, Ophel-Keller K, et al. Burkholderia graminis sp. nov., a rhizospheric Burkholderia species, and reassesment of [Pseudomonas] phenazinium, [Pseudomonas] pyrrocinia and [Pseudomonas] glathei as Burkholderia. Int J Syst Bacteriol. 1998;48:549-63.

Maieves HA. Caracterização Física, Físico Química e Potencial Tecnológico de novas Cultivares de Mandioca [dissertação]. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina; 2010.

Marschner P, Crowley D, Yang CH. Development of specific rhizosphere bacterial communities in relation to plant species, nutrition and soil type. Plant And Soil. 2004;199-208.

Steinbüchel A, Hein S. Biochemical and molecular basis of microbial synthesis of polyhydroxyalkanoates in microorganisms. Adv Biochem Eng Biotechnol. 2001;71:81-123.

Borges VSR. Controlo microbiológico de culturas mistas para a produção de PHA [dissertação]. Aveiro: Universidade de Aveiro; 2010.

Sudesh K. Synthesis of polyhydroxyalkanoate from palm oil and some new applications. Appl Microbiol Biotechnol. 2011;1373-86.

Pantazaki AA. Production of polyhydroxyalkanoates from whey by Thermus thermophilus HB8. Process Biochem. 2009;44:847-53.

Neves ALP. Uso de enzimas na extração de polihidroxialcanoatos sintetizados por Cupriavidus necator. [dissertação]. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina; 2009.

Yao J. Production of polyhydroxyalkanoates by Pseudomonas nitroreducens. Antonie Van Leeuwenhoek. 1999;75:345-9.

Boyandin AN. Biodegradation of Polyhydroxyalkanoates by Soil Microbial Communities of Different Structures and Detection of PHA Degrading Microorganisms. Appl Biochem Microbiol. 2012;48:28-36.

Zachow C, Tilcher R, Gberg G. Sugar beet associated bacterial and fungal communities show a high indigenous antagonistic potential against plant pathogens. Microb. Ecol. 2008;55:119-29.

Krueger CL. Seleção de linhagens de Bacillus produtoras de polihidroxialcanoatos a partir de resíduo do processamento de mandioca. [dissertação]. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina; 2009.

Publicado
17-12-2019
Como Citar
de Castro Nunes Pereira, J., Oliveira, I. de, Locatelli, G. O., & Finkler, L. (2019). Identificação de bactérias da rizosfera de inhame, macaxeira e batata-doce potencialmente produtoras de polihidroxialcanoatos. Evidência, 19(2), 113-130. https://doi.org/10.18593/eba.v19i2.20677