Desenvolvimento de um sistema para classificação do mel em floral e melato por parâmetros físico químicos combinados com redes neurais artificiais

Autores

  • Tiago Afonso Marenda
  • Regina Cristina Aparecida de LIMA
  • Mareci Mendes Almeida
  • Renata Mattos Senna
  • Elis Regina Duarte

Resumo

A classificação do mel depende da matéria prima utilizada, sendo importante na valorização e identificação do produto. A caracterização pode ser obtida pela análise de parâmetros físico-químicos. Neste trabalho foram diferenciadas 25 amostras de mel floral e melato, por meio do método de Kirkwood. Foi desenvolvido um modelo neural com redes do tipo multilayer percentron, algoritmo de aprendizagem backpropagation e um sistema de fácil operação para utilização pelos apicultores. Dessa forma, foi possível verificar a eficiência das redes em classificar o mel com precisão de 100%, utilizando parâmetros de pH e açúcar redutor que são determinados de forma simples, barata e rápida.

Palavras-chave: Inteligência artificial. Modelagem. Caracterização. Mel de melato.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago Afonso Marenda

Acadêmica do Curso de Psicologia

Downloads

Publicado

05-04-2012

Como Citar

Marenda, T. A., LIMA, R. C. A. de, Almeida, M. M., Senna, R. M., & Duarte, E. R. (2012). Desenvolvimento de um sistema para classificação do mel em floral e melato por parâmetros físico químicos combinados com redes neurais artificiais. Evidência, 11(1), 61–74. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/evidencia/article/view/1453