O PRINCÍPIO DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA E AS QUESTÕES DE BIODIREITO À LUZ DA INTERPRETAÇÃO DOS TRIBUNAIS BRASILEIROS

Autores

  • Mathias Felipe Gewehr

Resumo

O avanço científico e tecnológico que se iniciou no século XX trouxe inúmeros benefícios à sociedade. Esses benefícios, mais presentes na área da biomedicina, passaram a despertar o interesse de outras áreas na sua repercussão prática. Neste contexto surge a bioética, que por meio de seus princípios tenta resolver os problemas decorrentes do avanço proporcionado pela ciência na medicina. Todavia, não sendo aqueles suficientes, o direito passa a interagir com a bioética, surgindo o biodireito como meio de dirimir as controvérsias que surgem no campo prático dos avanços mencionados. Assim, a ordem constitucional deve ser observada de modo a assegurar o respeito à dignidade humana como a principal interface entre o direito e a bioética. Quando as questões são trazidas à apreciação do Judiciário, todavia, conclui-se que não se está respeitando o indivíduo, sua vontade, seu consentimento e, acima de tudo, sua dignidade.
Palavras-chave: Bioética. Biodireito. Princípio da dignidade da pessoa humana. Jurisprudência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-09-09

Como Citar

Gewehr, M. F. (2015). O PRINCÍPIO DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA E AS QUESTÕES DE BIODIREITO À LUZ DA INTERPRETAÇÃO DOS TRIBUNAIS BRASILEIROS. Espaço Jurídico Journal of Law [EJJL], 6(2), 115–128. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/espacojuridico/article/view/8809

Edição

Seção

Artigos