OS CONFLITOS ENTRE ISRAELENSES E PALESTINOS: IMPLICAÇÕES NOS DIREITOS HUMANOS, NA PROTEÇÃO DO INDIVÍDUO E NA SEGURANÇA DO ORIENTE MÉDIO / THE CONFLICT BETWEEN ISRAELI AND PALESTINIAN: IMPLICATIONS ON HUMAN RIGHTS, ON INDIVIDUAL’S PROTECTION AND ON THE SAF

  • Wiliander França Salomão Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC/MG

Resumo

O Oriente Médio representa o berço das primeiras manifestações monoteístas da civilização humana e palco de inúmeros conflitos regionais e internacionais desde antes do nascimento de Cristo. Logo após a criação do Estado de Israel, inúmeros outros conflitos com os países vizinhos árabes assolaram a Palestina, causando violações aos direitos humanos dos indivíduos naquela situação. A destruição e a devastação na região colocam em risco a segurança regional e internacional, dificultando os entendimentos entre árabes e judeus. A criação de um sistema de segurança regional depende dos esforços conjuntos entre os dois povos para que cooperação e segurança sejam possíveis. A sociedade internacional foca em inúmeras tentativas de soluções pacíficas para pôr fim aos conflitos e instaurar um processo de paz duradoura e eficiente para a região.

Palavras-chave: Direitos Humanos. Oriente Médio. Conflitos internacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wiliander França Salomão, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC/MG
Mestrando em Direito Internacional pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Advogado, Especialista em Direito Administrativo pelo CEAJUFE/UIT e em Direito Internacional pelo CEDIN/UMC, é Secretário Geral da 145ª Subseção da OAB.

Referências

AGÊNCIA DA ONU PARA OS REFUGIADOS PALESTINOS. UNRWA. Relatório de 2009. disponível em http://www.unrwa.org/etemplate.php?id=31. Acesso em 22/11/2012.

BRANT, Leonardo Nemer Caldeira. “Terrorismo e direito: os impactos do terrorismo na comunidade internacional e no Brasil/Coordenador Leonardo Nemer Caldeira Brant, Rio de Janeiro: Forense, 2003.

CARTA DAS NAÇÕES UNIDAS. Disponível em http://www.onu-brasil.org.br/doc3.php. Acesso em 20/11/2012.

COMENTÁRIOS À CARTA DAS NAÇÕES UNIDAS/Organizador: Leonardo Nemer Caldeira Brant; Colaboração: Daniela R. Vieira (et al.). Belo Horizonte: CEDIN, 2008.

CONSELHO DE SEGURANÇA DAS NAÇÕES UNIDAS. Resolução 1.373 de 28/09/2001. Disponível em http://www2.mre.gov.br/dai/resolterror.htm. Acesso em 21/10/2009.

DIH, Nguyen Quoc; DAILLIER, Patrick; PELLET, Alain. Direito Internacional Público. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2003.

FERREIRA, Argemiro. O Império Contra Ataca. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

KAPELIOUK, Amnon. Arafat: o irredutível. São Paulo: Editora Planeta do Brasil, 2004.

LAFER, Celso. A Reconstrução dos Direitos Humanos: um diálogo com o pensamento de Hannah Arendt. 4ª edição. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

LIGA ÁRABE. “Declaração de Beirute”. Disponíveis em http://noticias.uol.com.br/inter/afp/2002/03/28/ult34u38150.jhtm. Acesso em 21/11/2012.

MIRANDA, Jorge. Curso de Direito Internacional Público. 5ª edição. Princípia: Lisboa, 2012.

REZEK, José Francisco. Direito Internacional Público - 11ª edição. São Paulo: Saraiva, 2008.

THE WASHINGTON POST. Atentados terroristas nos Estados Unidos, editorial de 11/09/2001. Disponível em http//www.washingtonpost.com/wpdyn/article/2001. Acesso em 20/11/2012.

Publicado
01-05-2014
Como Citar
Salomão, W. F. (2014). OS CONFLITOS ENTRE ISRAELENSES E PALESTINOS: IMPLICAÇÕES NOS DIREITOS HUMANOS, NA PROTEÇÃO DO INDIVÍDUO E NA SEGURANÇA DO ORIENTE MÉDIO / THE CONFLICT BETWEEN ISRAELI AND PALESTINIAN: IMPLICATIONS ON HUMAN RIGHTS, ON INDIVIDUAL’S PROTECTION AND ON THE SAF. Espaço Jurídico Journal of Law [EJJL], 15(1), 57-74. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/espacojuridico/article/view/2391
Seção
Direitos humanos e cenário internacional