Os novos direitos à luz da transdisciplinaridade: o resgate de um humanismo radical e a promoção da ecologia na sociedade do mal-estar

  • Paulo Roney Ávila Fagúndez

Resumo

Os novos direitos trazem novas responsabilidades. A sociedade global cresce em complexidade e exige um sujeito com uma visão humanista e, sobretudo, ecológica. Os novos direitos concretizam-se não somente em normas, mas, sobretudo, em decisões. Só um humanismo radical pode dar conta da crise ecológica. Não há uma teoria que enfrente a complexidade. É importante ouvir o que outro tem a dizer. O modelo científico é autocrático e antiecológico. A transdisciplinaridade, antes de ser resposta, é um desafio lançado à ciência, que ganha em conhecimento e perde em sensibilidade. A psicanálise, por seu turno, traz à tona o inconsciente, enfim, a subjetividade perdida pelo modelo científico.

Palavras-chave: Transdisciplinaridade. Ecologia. Humanismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Roney Ávila Fagúndez, P. (2010). Os novos direitos à luz da transdisciplinaridade: o resgate de um humanismo radical e a promoção da ecologia na sociedade do mal-estar. Espaço Jurídico Journal of Law [EJJL], 9(1), 57-66. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/espacojuridico/article/view/1905
Seção
Artigos