Direitos fundamentais e o consumo: a busca de proteção social e ambiental

  • Cleide Calgaro Universidade de Caxias do Sul
  • César Augusto Cichelero Universidade de Caxias do Sul http://orcid.org/0000-0002-1454-4231
  • Ramon da Silva Sandi Universidade de Caxias do Sul
Palavras-chave: Direitos fundamentais de terceira geração, Consumo, Meio ambiente, Socioambientalismo

Resumo

O presente trabalho analisa os direitos fundamentais de terceira geração a partir do consumo e meio ambiente, inserindo-os na concepção de direitos fraternos e solidários na sociedade globalizada. Inicialmente se faz uma genealogia dos Direitos Fundamentais e se analisa seus principais conceitos ao longo do tempo. A seguir se estuda o consumo como supressão, onde se verifica as contrariedades que a sociedade de consumo pode apresentar, inclusive o consumocentrismo quando relacionada aos direitos de terceira geração. Se apresenta a partir desta seção é de que não acontece uma globalização do direito ao consumo, mas uma globalização da proteção de consumidores atomizados. Após se observa o consumo como forma de realização, onde se verifica que os Direitos Fundamentais de terceira geração, antes de serem naturalmente suprimidos pela prática consumerista, podem ser, de certo modo, efetivados através da cidadania presente no consumo, possibilitando uma base integrativa e a sua eficácia entre a sociedade e o direito. O método utilizado é o analítico. Conclui-se que há alternativas que permitem a efetivação desses direitos de terceira geração na sociedade de consumocentrista hodierna.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cleide Calgaro, Universidade de Caxias do Sul
Doutora em Ciências Sociais na linha de pesquisa "Atores Sociais, Políticas Públicas, Cidadania" (2013) pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Pós-Doutora em Filosofia (2015) e em Direito (2016) ambos pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Doutoranda em Filosofia na linha de pesquisa "Ética e Filosofia Política" pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Mestra em Direito na linha de pesquisa "Direito Ambiental e Biodireito" (2006) e Mestra em Filosofia na linha de pesquisa "Problemas Interdisciplinares de Ética" (2015) ambos pela Universidade de Caxias do Sul (UCS). Bacharela em Direito (2001) e Bacharelanda em Filosofia pela Universidade de Caxias do Sul (UCS). Atualmente é Professora e pesquisadora no Programa de Pós-Graduação - Mestrado e Doutorado - e na Graduação em Direito da Universidade de Caxias do Sul. É vice líder do Grupo de Pesquisa "Metamorfose Jurídica", vinculado ao Centro de Ciências Jurídicas e Mestrado/Doutorado em Direito da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Também atua no Observatório Cultura de Paz, Direitos Humanos e Meio Ambiente na Universidade de Caxias do Sul (UCS) em convênio com a Universidade Católica de Brasília (UCB); no CEDEUAM UNISALENTO - Centro Didattico Euroamericano sulle Politiche Costituzionali na Università del Salento-Itália; no Grupo de Pesquisa "Filosofia do Direito e Pensamento Político" da Universidade Federal da Paraíba-UFPB e no Grupo de pesquisa "Regulação ambiental da atividade econômica sustentável (REGA)" da Escola Superior Dom Helder Câmara.
César Augusto Cichelero, Universidade de Caxias do Sul

Doutorando em Ciências Criminais na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), com bolsa CAPES. Mestre em Direito pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) (2018), com bolsa CAPES e integrando o grupo de pesquisa Metamorfose Jurídica. Bacharel em Direito pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) (2016), com bolsa PIBIC/CNPq e integrando o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Políticas Públicas Sociais (NEPPPS). Advogado e colunista.

Ramon da Silva Sandi, Universidade de Caxias do Sul

Bacharel em Filosofia (2015) e em Direito (2018), ambas faculdades cursadas na Universidade de Caxias do Sul. Mestrando em Direito (CAPES/PROEX) no Programa de Pós-Graduação em Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PPGD/PUCRS) (2019-2020). Participa do Grupo de Estudos e Pesquisa em Direitos Fundamentais (GEDF/CNPq), coordenado pelo Professor Doutor Ingo Wolfgang Sarlet e pelo Professor Doutor Carlos Alberto Molinaro. Na área de direito constitucional, estuda os seguintes temas: dignidade humana e direitos funamentais.  

Referências

ABELHA, Marcelo. Ação Civil Pública e Meio Ambiente. 2. Ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004.

BARBOSA, Lívia. Sociedade de consumo. 2. Ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 2008.

BARZOTTO, Luciane Cardoso; BARZOTTO, Luis Fernando. Mercado, Fraternidade e o Consumidor-cidadão. Revista de Direito do consumidor, v. 94, jul./ago. 2014. Disponível em: file:///C:/Users/ADMIN/Downloads/Mercado,%20fraternidade%20e%20o%20consumidor-cidad%C3%A3o.pdf. Acesso em: 8 maio 2018.

BAUDRILLARD, Jean. O sistema dos objetos. 5. Ed. São Paulo: Perspectiva, 2009.

BIERWAGEN, Mônica Yoshizato. A ideologização do consumo consciente: uma análise sobre soberania do consumidor e liberdade de escolha. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciência Ambiental) – Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

BOBBIO, Norberto. A era dos Direitos. Tradução: Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Campus, 1992.

BONAVIDES, Paulo. Curso de Direito Constitucional. 29. ed. São Paulo: Malheiros, 2014.

CANCLINI, Néstor García. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. 6. ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2006.

CANOTILHO, José Joaquim Gomes. Direito constitucional e teoria da constituição. 2. ed. Portugal: Almedina, 1998.

DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

DORINI, João Paulo de Campos. Direito de acesso ao consumo. Revista de Direito do Consumidor, v. 75, p. 43-79, jul./set. 2010.

GILISSEN, John. Introdução histórica ao direito. 4. ed. Lisboa, Portugal: Fundação Calouste Gulbenkian, 2003.

GONÇALVES, Marco Antonio. Ética e consumo: uma análise dos hábitos de consumo. 2012. Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2012.

HONNETH, Axel. O Direito da Liberdade. Tradução: Saulo Krieger. São Paulo: Martins Fontes, 2015.

JOHANSSON, Pernilla. Consuming the city: how does non-consumers experience the city? 2014. Dissertação (Mestrado em Estratégias Ambientais) – Department of Sustainable Development, Environmental Science and Engineering, School of Architecture and the Built Environment. Disponível em: http://urn.kb.se/resolve?urn=urn:nbn:se:kth:diva-147194. Acesso em: 16 jan. 2018.

LAQUIÈZE, Alain. État de droit e soberania nacional na França. In: COSTA, Pietro; ZOLO, Danilo; SANTORO, Emilio (org.). O estado de direito: história, teoria, crítica. São Paulo: M. Fontes, 2006.

LIPOVETSKY, Gilles. A felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade de hiperconsumo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

MENDES, Gilmar; BRANCO, Paulo Gustavo Gonet. Curso de Direito Constitucional. 13. ed. São Paulo: Saraiva, 2018.

MORAIS, Jose Luis Bolzan de. Do direito social aos interesses transidividuais: o Estado e o direito na ordem contemporânea. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 1996.

PEREIRA, Agostinho Oli Koppe; CALGARO, Cleide; PEREIRA, Henrique Mioranza Koppe. Consumocentrismo e os seus reflexos socioambientais na sociedade contemporânea. Revista Direito Ambiental e Sociedade, v. 6, p. 264-279, 2016.

PÉREZ LUÑO, Antonio Enrique. Derechos humanos, estado de derecho y constitucion. 8. ed. Madrid: Tecnos, 2003.

SARLET, Ingo Wolfgang. A eficácia dos direitos fundamentais. 6. ed. rev., atual. e ampl. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2006.

SARLET, Ingo Wolfgang; FENSTERSEIFER, Tiago. Direito constitucional ambiental: constituição, direitos fundamentais e proteção do ambiente. 3. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2013.

SARLET, Ingo Wolfgang; MARINONI, Luiz Guilherme; MITIDIERO, Daniel Francisco. Curso de direito constitucional. 2. ed., rev. atual. e ampl. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2013.

SENESE, Salvatore. Une “Troisième Génération” des droits de l’homme. In: BRAIBANT, Guy; MARCOU, Gérard. Les droits de l'homme: universalité et renouveau. Paris, França: L'Harmattan, 1990.

SCHMITT, Carl. Théorie de la Constitution. Berlin: Presses Universitaires de France, 1993.

SILVA, José Afonso da. Direito ambiental constitucional. 6. ed. atual. São Paulo: Malheiros, 2007.

SILVA, José Afonso da. Curso de Direito Constitucional Positivo. 37. ed. São Paulo: Malheiros, 2014.

VASAK, Karel. Revisiter la troisième génération des droits de l’homme avant leur codifiation. In: Organizadores. Héctor Gros Espiell amicorum liber: persona humana y derecho internacional. Bruxelles: Bruylant, 1997. v. 2.

Publicado
28-06-2019
Como Citar
Calgaro, C., Cichelero, C., & Sandi, R. (2019). Direitos fundamentais e o consumo: a busca de proteção social e ambiental. Espaço Jurídico Journal of Law [EJJL], 20(1), 119-136. https://doi.org/10.18593/ejjl.17501
Seção
Direitos Fundamentais Sociais