TRÁFICO DE PESSOAS E ESTRUTURAS DE PODER ECONÔMICO E SOCIAL

  • Fernanda Magalhães Dias Frinhani, USP, Brasil USP

Resumo

Resumo: Este trabalho que visa à análise de como o tráfico humano é afetado por estruturas econômicas que desfavorecem a concretização da dignidade humana e de como as dificuldades socioeconômicas enfrentadas por grande parte da população mundial podem favorecer a vulnerabilidade dos indivíduos, levando-os à exploração. A discussão foi feita a partir de pesquisa em documentos legislativos, relatórios e aproximação com a literatura produzida sobre esse assunto. Como resultados, podemos apontar que o tráfico de seres humanos pode ser afetado por estruturas econômicas que provocam a vulnerabilidade dos indivíduos, levando-os ao extremo de submeterem-se à relativização de direitos indisponíveis e que uma reflexão sobre o tema perpassa pelo binômio inclusão-exclusão e deve ser feita a partir de uma leitura interdisciplinar.

Palavras-chave: Tráfico humano. Desenvolvimento econômico e social. Interdisciplinaridade

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Magalhães Dias Frinhani, USP, Brasil, USP

Publicado
23-03-2012
Como Citar
Frinhani, USP, Brasil, F. M. D. (2012). TRÁFICO DE PESSOAS E ESTRUTURAS DE PODER ECONÔMICO E SOCIAL. Espaço Jurídico Journal of Law [EJJL], 12(1), 95-109. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/espacojuridico/article/view/1406
Seção
Direitos Fundamentais Civis