Violações aos direitos humanos dos trabalhadores e os sistemas regionais de proteção

Autores

  • Flávia Cristina Piovesan Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Regeane Bransin Quetes Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Miriam Olivia Knopik Ferraz Pontifícia Universidade Católica do Paraná https://orcid.org/0000-0002-3350-5502

DOI:

https://doi.org/10.18593/ejjl.v19i1.12848

Resumo

Resumo: Neste artigo teve-se como objetivo a análise da violação dos direitos humanos dos trabalhadores e o papel dos sistemas regionais de proteção. A metodologia foi o exame da jurisprudência do sistema Interamericano, o sistema Europeu e o sistema Africano dentro de uma perspectiva que buscou a análise a partir da universalidade e indivisibilidade dos direitos humanos, bem como de multifuncionalidade e dupla titularidade dos direitos humanos fundamentais. Por meio da análise dos casos que são direcionados à proteção e direitos trabalhistas, observou-se que os sistemas, ainda, não são harmônicos quanto à jurisprudência trabalhista. Os sistemas Interamericano e Europeu fundamentam suas decisões pelos direitos individuais, usando uma interpretação extensiva, permitindo o entendimento da multifuncionalidade, da dupla titularidade e da interdependência dos direitos. No sistema Africano, direitos civis e sociais foram contemplados num mesmo patamar, mas ainda é preciso aguardar uma postura menos formalista do sistema para que conclusões possam ser tomadas. Espera-se que tais sistemas tenham a capacidade de avançar na proteção mais plena e efetiva dos direitos trabalhistas – condição essencial à própria prevalência da dignidade humana.

Palavras-chave: Sistema de proteção de direitos humanos. Direitos humanos dos trabalhadores. Direitos sociais. Proteção internacional. Direitos fundamentais.

 

Abstract: The objective of this article was to analyze the violation of workers' human rights and the role of regional protection systems. The methodology was the examination of the jurisprudence of the Inter-American system, the European system and the African system, from a perspective that sought the analysis from the universality and indivisibility of human rights, as well as multifunctionality and dual ownership of fundamental human rights. Through the analysis of the cases that are directed to the protection and labor rights, it was observed that the systems are still not harmonious regarding labor jurisprudence. The Inter-American and European systems base their decisions on individual rights, using an extensive interpretation, allowing the understanding of multifunctionality, dual ownership and the interdependence of rights. In the African system, civil and social rights were on the same footing, but we still have to wait for a less formalist stance of the system in order to reach conclusions. Such systems are expected to have the potential to advance the fullest and most effective protection of labor rights - an essential condition for the very prevalence of human dignity.

Keywords: Human rights protection system. Human rights of workers. Social rights. International protection. Fundamental rights.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávia Cristina Piovesan, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Professora doutora em Direito Constitucional e Direitos Humanos da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Professora de Direitos Humanos dos Programas de Pós Graduação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná e da Universidade Pablo de Olavide (Sevilha, Espanha); visiting fellow do Human Rights Program da Harvard Law School (1995 e 2000), visiting fellow do Centre for Brazilian Studies da University of Oxford (2005), visiting fellow do Max Planck Institute for Comparative Public Law and International Law (Heidelberg – 2007; 2008; e 2015); foi Humboldt Foundation Georg Forster Research Fellow no Max Planck Institute (Heidelberg - 2009-2014); procuradora do Estado de São Paulo, membro do CLADEM (Comitê Latino-Interamericano e do Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher), membro do Conselho Nacional de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, e da SUR – Human Rights University Network.

Regeane Bransin Quetes, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Mestre em Direito Econômico e Socioambiental pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná – Curitiba – PR, Brasil. Especialista em Direito Administrativo pelo Instituto de Direito Romeu Felipe Bacellar; Pós graduanda em Direito do Trabalho pela Universidade Anhanguera, São Paulo. Graduada em Direito pelo Centro Universitário Autônomo do Brasil – UNIBRASIL. Advogada. E-mail: regeane@bransinquetes.adv.br

Miriam Olivia Knopik Ferraz, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Mestranda em Direito pela PUC/PR (Bolsista CAPES) e Graduada em Direito pela PUC/PR. Secretária Executiva da Revista de Direito Econômico e Socioambiental do PPGD da PUC/PR. Pós-graduanda em Direito Constitucional pela Academia Brasileira de Direito Constitucional. Membro do Núcleo de Pesquisas em Políticas Públicas e Desenvolvimento Humano; Núcleo de Estudos de Pesquisas em Tributação, Complexidade e Desenvolvimento e do Núcleo de Estudos Avançados em Direito do Trabalho e Socioeconômico. Membro da Comissão de Igualdade Racial da OAB/PR. Advogada. m.okf@hotmail.com.

Referências

AFRICAN INTERNATIONAL COURTS AND TRIBUNALS. Disponível em: <http://www.aict-ctia.org/>. Acesso: 20 jan. 2018.

ALEXY, Robert. Teoria dos direitos fundamentais. Tradução Virgílio Afonso da Silva. 2. ed. São Paulo: Malheiros, 2014.

BACELLAR FILHO, Romeu Felipe. Dignidade da Pessoa Humana, Direitos Fundamentais e Direito Administrativo. Revista EurolatinoAmericana de Derecho Administrativo, Santa Fé, v. 1, n. 2, p. 247-254, jul./dez. 2014.

BENVENUTO, Jayme; SILVA, Rodrigo Deodato de Souza. Normas e Decisões do Tribunal Europeu e da Corte Interamericana de Direitos Humanos: Aproximações comparativas em matéria de direitos econômicos, sociais e culturais. Revista Latino-Americana de Direitos Humanos, 2011. Disponível em: <http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/hendu/article/viewArticle/668>. Acesso em: 22 jan. 2018.

BICUDO, Hélio. Defesa dos direitos humanos: sistemas regionais. Estud. av., São Paulo, v. 17, n. 47, jan./abr. 2003. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142003000100014>. Acesso em: 22 jan. 2018.

BRANT, Leonardo Nemer; PEREIRA, Luciana Diniz Durães; BARROS, Mariana Andrade. Sistema Africano de Direitos Humanos e dos Povos. 2006. Disponível em: <http://www.dhnet.org.br/direitos/sip/africa/ua_brant_sistema_africano_leonardo_nemer_caldeira_brant.pdf>. Acesso em: 13 jan. 2018.

CARBONELL, Miguel. Los Derechos Sociales: elementos para una lectura em clave normativa. 2010. Disponível: em: <https://archivos.juridicas.unam.mx/www/bjv/libros/8/3980/12.pdf>. Acesso em: 17 ago. 2018.

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Carta Comunitária dos Direitos Sociais Fundamentais dos Trabalhadores. Luxemburgo: Serviço das Publicações Oficiais das Comunidades Europeias, 1990. Disponível em: <http://ftp.infoeuropa.eurocid.pt/database/000043001-000044000/000043646.pdf>. Acesso em: 18 jan. 2016.

COMISIÓN INTERAMERICANA DE DERECHOS HUMANOS. Enlaces de interés. Disponível em: <http://www.oas.org/es/cidh/enlaces/default.asp>. Acesso em: 10 jan. 2018.

COMISSÃO AFRICANA DOS DIREITOS HUMANOS E DOS POVOS. Carta Africana de Direitos Humanos e dos Povos. 1981. Disponível em: <http://www.achpr.org/pt/instruments/achpr/>. Acesso em: 10 jan. 2018.

COMISSÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS. Convenção Americana sobre Direitos Humanos. Assinada na Conferência Especializada Interamericana sobre Direitos Humanos, San José, Costa Rica, em 22 de novembro de 1969. Disponível em: <https://www.cidh.oas.org/basicos/portugues/c.convencao_americana.htm>. Acesso em: 10 jan. 2018.

CORTE EUROPEIA DE DIREITOS HUMANOS. Convenção para a Proteção dos Direitos do Homem e das Liberdades Fundamentais. Roma, 04 nov. 1950. Disponível em: <https://www.echr.coe.int/Documents/Convention_POR.pdf>. Acesso em: 12 jan. 2018.

CORTE EUROPEIA DE DIREITOS HUMANOS. Caso Siliadin Vs França. 2013. Disponível em: <http://ec.europa.eu/anti-trafficking/legislation-and-case-law-case-law/siliadin-v-france-application-no-7331601_en>. Acesso em: 18 jan. 2016.

CORTE EUROPEIA DE DIREITOS HUMANOS. Garcia Mateos v. Spain (2013). Disponível em: < http://hudoc.echr.coe.int/eng?i=001-116985>. Acesso em: 12 jan. 2018.

CORTE INTERAMERICANA DE DERECHOS HUMANOS. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/>. Acesso em: 10 jan. 2018.

CORTE INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS. Caso Garibaldis Vs. Brasil. 23 set. 2009. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_203_esp.pdf>. Acesso em: 13 jan. 2018.

CORTE INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS. Caso Huilca Tecse Vs. Perú. 03 mar. 2005. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_121_esp.pdf. Acesso em: 17 jan. 2018.

CORTE INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS. Caso Baena Vs. Panamá. 02 fev. 2001. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_72_ing.pdf>. Acesso em: 12 jan. 2018.

CORTE INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS. Caso Escher Vs. Brasil. 06 jul. 2009. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/seriec_200_por.pdf>. Acesso em: 12 jan. 2018.

CORTE INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS. José Pereira Vs. Brasil. 24 out. 2003. Disponível em: <https://cidh.oas.org/annualrep/2003port/Brasil.11289.htm>. Acesso em: 17 jan. 2018.

GRUPO DE ESTUDOS DE DIREITOS HUMANOS. Casos do Tribunal Europeu de Direitos Humanos. Disponível em: <http://gedhjus-ufrj.blogspot.com.br/p/casos-tribunal-europeu-de-direitos.html>. Acesso em: 15 jan. 2018.

HACHEM, Daniel Wunder. A dupla titularidade (individual e transindividual) dos direitos fundamentais econômicos, sociais, culturais e ambientais. Revista de Direitos Fundamentais e Democracia, Curitiba, v. 14, n. 14, p. 618-688, jul./dez. 2013.

HACHEM, Daniel Wunder. Tutela administrativa efetiva dos direitos fundamentais sociais: por uma implementação espontânea, integral e igualitária. 2014. Tese (Doutorado em Direito)– Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014.

JURISPRUDÊNCIA DA CORTE INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS: Direitos Econômicos, sociais e culturais. Brasília, DF: Ministério da Justiça, 2014. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/sitios/libros/todos/docs/por1.pdf>. Acesso em: 15 jan. 2018.

LACERDA, Andrey. O diálogo entre as Cortes na Proteção Regional dos Direitos Humanos: Caso Gomes Lunde e ADPF n. 153. Rev. Fac. Direito UFMG, Belo Horizonte, n. 64, p. 105-131, jan./jun. 2014.

LONG, Soraya. Aciertos y desaciertos de la Corte Interamericana de Derechos Humanos en el caso Baena Ricardoy otros vs. Panamá (Caso Ley 25). ano IV, n. 5, dic. 2009. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/tablas/r24252.pdf>. Acesso em: 15 jan. 2018.

MAZZUOLI, Valério de Oliveira. Curso de Direito Internacional Público. 6. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2012.

MAZZUOLI, Valerio de Oliveira. O Controle Jurisdicional da Convencionalidade das Leis. 3. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais. 2013.

MAZZUOLI, Valério de Oliveira. O Sistema Regional Europeu de Proteção dos Direitos Humanos. 2010. Disponível em: <http://revistas.unibrasil.com.br/cadernosdireito/index.php/direito/article/view/520>. Acesso em: 12 jan. 2018.

MIALON, Marie-France. A Identidade Social Europeia: Dificuldades e Limites da Política Comunitária Social. (2005). Rev. Trib. Reg. Trab. 3ª Reg., Belo Horizonte, v. 41, n. 71, p. 51-67, jan./jun. 2005.

NUSSBERGER, Angelika. Palestra proferida na Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho-ENAMAT, em 20 de agosto de 2014, às 16h00. Transcrição realizada pela Divisão de apoio e registro taquigráfico do TST.

OLIVEIRA, Erival da Silva. Direitos Humanos. 4. ed. rev. e atual. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2013.

ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS. Corte Interamericana de Direitos Humanos. Relatório n. 169/11. Caso 1266. 03 nov. 2011. Disponível em: <http://www.oas.org/es/cidh/decisiones/corte/2015/12066FondoPt.pdf>. Acesso em: 11 jan. 2018.

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO. História da OIT. Disponível em: <http://www.ilo.org/brasilia/conheca-a-oit/hist%C3%B3ria/lang--pt/index.htm>. Acesso em: 12 dez. 2017.

PIOVESAN, Flávia. Ações afirmativas da perspectiva dos direitos humanos. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 35, n. 124, jan./abr. 2005.

PIOVESAN, Flavia. Direitos Humanos e o Direito Constitucional Internacional. 12. ed. São Paulo: Saraiva, 2011.

PIOVESAN, Flávia. Força integradora e catalizadora do sistema interInteramericano de protecção dos direitos humanos: desafios para a pavimentação de um constitucionalismo regional. In: SOUSA, Marcelo Rebelo de et al. (Org.). Estudos de Homenagem ao Prof. Doutor Jorge Miranda. Coimbra: Coimbra Editora, 2012.

PIOVESAN, Flavia. Sistema Interamericano de direitos humanos: impacto transformador, diálogos jurisdicionais e os desafios da reforma. REDES-Revista Direitos Emergentes na Sociedade Global, v. 3, n. 1, jan./jun. 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 dez. 2017.

PRONER, Carol. Sistema Internacional de Proteção de Direitos Humanos: A Efetividade dos Direitos Econômicos Sociais e Culturais. Caderno da Escola de Direito e Relações Internacionais da Unibrasil, n. 7, jan./dez. 2007.

RAMOS FILHO, Wilson. Direito Capitalista do Trabalho: História, Mitos e Perspectivas no Brasil. São Paulo: LTR, 2012.

SCOOT, Rebeca J. Scott. O Trabalho Escravo Contemporâneo e os Usos da História. Mundos do Trabalho. Florianópolis, v. 5, n. 9, 2013.

SILVEIRA FILHO, Alex Sandro da. O massacre do Eldorado de Carajás e a violência rural no brasil hoje. Núcleo de direitos humanos, Universidade do Vale dos Sinos, 23 abr. 2015. Disponível em: <http://unisinos.br/blogs/ndh/2015/04/23/o-massacre-de-eldorado-dos-carajas-e-a-violencia-rural-no-brasil-hoje/>. Acesso em: 17 jan. 2018.

STRAPAZZON, Carlos Luiz; BELLINETTI, Luiz Fernando; COUTINHO, Sergio Mendes. Eficácia de Direitos Fundamentais nas Relações do trabalho, sociais e empresariais. In: CONGRESSO NACIONAL DO CONPEDI, 24., 2015. Anais... Belo Horizonte, 2015. Disponível em: <http://www.conpedi.org.br/publicacoes/66fsl345/6eh993o0/8YTwzQ32FAE386wC.pdf>. Acesso em: 16 jan. 2018.

TOJO, Liliana; LIMA Ana Luísa. Brasil e o Sistema Interamericano de Direitos Humanos. 2004. Disponível em: <http://www.social.org.br/relatorio2004/relatorio037.htm>. Acesso em: 13 jan. 2018.

TRIBUNAL AFRICANO DE DIREITOS HUMANOS E DOS POVOS. 001/08 Michelot Yogogombaye v. A República Do Senegal. 15 dez. 2009. Disponível em: < http://pt.african-court.org/images/Cases/Judgment/PT_App%20001-2008%20Judgment.pdf>. Acesso em: 18 de mar. 2018.

TRIBUNAL AFRICANO DE DIREITOS HUMANOS E DOS POVOS. 012/11 National Convention of Teachers Trade Union (CONASYSED) v. Gabon. 15 dez. 2011. Disponível em: <http://caselaw.ihrda.org/doc/012.11/view/en/>. Acesso em: 18 jan. 2018.

TRIBUNAL AFRICANO DE DIREITOS HUMANOS E DOS POVOS. 221/98 Alfred B. Cudjoe / Ghana. 05 maio 1998. Disponível em: <http://caselaw.ihrda.org/doc/221.98/>. Acesso em: 10 jan. 2018.

TRIBUNAL AFRICANO DE DIREITOS HUMANOS E DOS POVOS. 226/99 Union Nationale des Syndicats Autonomes du Sénégal (UNSAS) / Senegal. 1999. Disponível em: <http://caselaw.ihrda.org/doc/226.99/>. Acesso em: 19 jan. 2018.

TRIBUNAL AFRICANO DE DIREITOS HUMANOS E DOS POVOS. 247/02 – IHRDA (on behalf of Jean Simbarakiye) Vs. Democratic Republic of Congo. 2002. Disponível em: <http://www.ihrda.org/2013/09/24702-ihrda-on-behalf-of-jean-simbarakiye-democratic-republic-of-congo-2/>. Acesso em: 17 jan. 2018.

TRIBUNAL AFRICANO DE DIREITOS HUMANOS E DOS POVOS. 292/04 IHRDA (em nome de Esmaila Connateh e 13 outros) Vs. República de Angola. 2004. Disponível em: <http://www.ihrda.org/wp-content/uploads/2011/02/292-04-IHRDA-_em-nome-de-Esmaila-Connateh-e-13-outros_-c-Angola-portugu%C3%AAs.pdf>. Acesso em: 17 jan. 2018.

TRIBUNAL AFRICANO DE DIREITOS HUMANOS E DOS POVOS. 335/06 Dabalorivhuwa Patriotic Front v the Republic of South Africa. 2006. Disponível em: <http://caselaw.ihrda.org/doc/335.06/>. Acesso em: 18 jan. 2018.

Downloads

Publicado

2018-04-26

Como Citar

Piovesan, F. C., Quetes, R. B., & Ferraz, M. O. K. (2018). Violações aos direitos humanos dos trabalhadores e os sistemas regionais de proteção. Espaço Jurídico Journal of Law [EJJL], 19(1), 87–112. https://doi.org/10.18593/ejjl.v19i1.12848

Edição

Seção

Direitos humanos e cenário internacional