Determinação do comportamento carga-recalque em um solo residual fino

Autores

  • Lucas Serafim
  • Lucas Quiocca Zampieri Universidade do Oeste de Santa Catarina

Palavras-chave:

Ensaio de placa, Velocidade de carregamento, Tensão admissível

Resumo

Muito difundido no Brasil, a utilização de métodos semi-empíricos baseados em ensaios de sondagem à percussão (SPT), não são capazes de fornecer ao profissional informações suficientes quanto ao comportamento de fundações superficiais. A realização de ensaios in situ com carregamento direto sobre placa, se configura como uma das melhores maneiras para determinar a capacidade de carga e previsão de recalque em um solo. Isso se deve ao fato deste ensaio reproduzir, em modelo reduzido, o comportamento real de uma fundação superficial. Esta pesquisa se propõe a analisar o comportamento carga-recalque de um solo residual fino, submetendo uma placa circular de 15 cm de diâmetro a uma prova de carga direta com diferentes velocidades de carregamento. Na etapa experimental, foram realizados quatro ensaios de placa com três tipos de carregamento: rápido, lento e cíclico lento. Na etapa analítica, foram gerados gráficos do comportamento tensão-recalque em cada ensaio, descritos os padrões de ruptura do solo, aplicados diferentes critérios para determinação da tensão admissível. Ao final, observou-se que a velocidade de carregamento influenciou diretamente na tensão admissível obtida, apresentando valores maiores para ensaios com carregamento rápido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Quiocca Zampieri, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (2012). Tem experiência na área de Engenharia Civil, com ênfase em Geotécnica. Mestre em Geotecnia pela UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul Atualmente, atuando como professor na Universidade do Oeste de Santa Catarina na área de mecânica dos solos, e também como engenheiro civil com foco na área de geotecnia e construção civil.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6122 - projeto e execução de fundações. Rio de Janeiro, 2019.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6457 - amostras de solo – preparação para ensaios de compactação e ensaios de caracterização. Rio de Janeiro, 2016.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6458 - grãos de pedregulho retidos na peneira de abertura 4,8 mm – determinação da massa específica, da massa específica aparente e da absorção de água. Rio de Janeiro, 2016.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6459 - solo – determinação do limite de liquidez. Rio de Janeiro, 2016.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6489 - prova de carga direta sobre terreno de fundação. Rio de Janeiro, 1984.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7180 - solo – determinação do limite de plasticidade. Rio de Janeiro, 2016.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7181 - análise granulométrica de solos. Rio de Janeiro, 1984.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 12131 - estacas – prova de carga estática – método de ensaio. Rio de Janeiro, 2006.

CAPUTO, Homero Pinto. Mecânica dos solos e suas aplicações: fundamentos. 6 ed. Rio de Janeiro: Livros técnicos e científicos, 1988.

KIRSCHNER, Felipe Feron. Estudo do comportamento de carga e recalque de solos residuais lateríticos argilosos, naturais e estabilizados, visando uso em fundações superficiais. 2017. Trabalho de Conclusão do Curso (Graduação em Engenharia Civil) – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, 2017.

MOREIRA, Renan. Estudo da capacidade de carga e recalque de solo residual de basalto. 2014. Trabalho de Conclusão do Curso (Graduação em Engenharia Civil) – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, 2014.

NIENOV, Fabiano Alexandre. Comportamento à compressão de estacas escavadas de pequeno diâmetro em solo sedimentar na região de Santa Maria. 2006. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2006.

RUSSI, Daniel. Estudo do comportamento de solos através de ensaios de placa de diferentes diâmetros. 2007. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2007.

SALES, Luís Fernando Pedroso. Estudo do comportamento de fundações superficiais assentes em solos tratados. 1998. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1998.

VELLOSO, Dirceu de Alencar; LOPES, Francisco de Rezende. Fundações volume completo. São Paulo: Oficina de textos, 2011.

Downloads

Publicado

25-05-2021

Como Citar

Serafim, L. ., & Zampieri, L. Q. (2021). Determinação do comportamento carga-recalque em um solo residual fino. Conhecimento Em Construção, 8, 93–118. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/conhecconstr/article/view/27185