Estudo do comportamento mecânico de um solo de baixa resistência da região de Concórdia, SC, estabilizado com cal

  • Fernanda Cordeiro
  • Lucas Quiocca Zampieri
Palavras-chave: Solo-cal, Estabilização de solos, Índice de Suporte Califórnia, Resistência à compressão simples

Resumo

Na constante busca por soluções que proporcionem melhoria em solos, surgiu este estudo que apresenta a estabilização de um solo argiloso da região de Concórdia, SC, por meio de adição de cal. O solo foi submetido a ensaios de caracterização a fim de classificá-lo e determinar suas principais propriedades. A resistência das misturas foi determinada em ensaios de resistência à compressão simples (RCS) e Índice de Suporte Califórnia (ISC) em corpos de prova cilíndricos com 7 e 14 dias de cura para adições de teores de 3%, 6% e 9% de cal em relação à massa seca do solo. Os resultados demonstram que a capacidade de suporte no ensaio de ISC cresce quando também são acrescidos os teores de adição de cal para a cura aos 7 dias, e para as medidas de expansão, quanto maior o teor de adição de cal menos o solo sofre alteração de volume. Nos ensaios de resistência à compressão simples não confinada, somente as amostras com 9% de adição de cal propiciaram cimentação suficiente para o ensaio de rompimento. Os corpos de prova com 6% de adição somente apresentaram cimentação a partir dos 20 dias de cura. Partindo dessa premissa, concluiu-se que o teor de 9% de adição de cal proporcionou ao solo melhor resultado quanto à compressão simples, ISC e expansão em comparação aos outros teores avaliados, levando em consideração que para a utilização em obras a liberação dos trechos a serem estabilizados deve demandar o menor tempo possível, combinando bom desempenho e agilidade.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9895 – Solo – índice de suporte Califórnia (ISC): método de ensaio. 2. ed. Rio de Janeiro: ABNT, 2016.

BRANCO, Fernando; PEREIRA, Paulo; SANTOS, Luís Picado. Pavimentos rodoviários.
Rio de Janeiro: Almedina, 2008.

CAPUTO, Homero Pinto. Mecânica dos solos e suas aplicações: fundamentos. 6. ed. rev. ampl. Rio de Janeiro: LTC, 1988.

CONSOLI, N. C. et al. Parameters
controlling stiffness and strength of artificially cemented soils. Technical Note.
Géotechnique, London, v. 62, n. 2, p. 177-183, 2012.

DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES. Manual de pavimentação. 3. ed. Rio de Janeiro: [s.n.], 2006.

FOPPA, Diego. Análise de variáveis-chave no controle da resistência mecânica de solos
artificialmente cimentados. 2005. 144 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia) –
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005.

GUIMARÃES, José Epitácio Passos. A Cal – Fundamentos e Aplicações na Engenharia
Civil. 2. ed. São Paulo: PINI, 2002.

INGLES, Owen Graeme; METCALF, John B. Soil Stabilization – Principles and Practice.
Sidney: Butterworths, 1972.

JOHANN, Amanda Dalla Rosa. Metodologias para a previsão do comportamento
mecânico e para a análise da variação da porosidade de um solo siltoso tratado com cal
em diferentes tempos de cura. 2013. 273 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia) –
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.

MACIEL FILHO, Carlos Leite. Introdução à geologia de engenharia. 2. ed. Santa Maria, RS: UFSM, 1997.

MITCHELL, J. K.; KATTI, R. K. Soil improvement. State-of-the-art report. In: INTERNATIONAL
CONFERENCE ON SOIL MECHANICS AND FOUNDATION ENGINEERING, 10., 1981, Stokholm. Proceedings [...]. Rotterdam: A. A. Balkema, 1981. v. 4, p. 261-317.

NÓBREGA, Maria Teresa de. Características e mecanismo de estabilização de solos
tropicais com cal e cimento em pista experimental. 1995. 233 p. Tese (Doutorado em
Geociências) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1995.

RIGHETTO, Guilherme Lima. Validação dos fatos vazios/agente cimentante na análise da
resistência mecânica de um solo tratado com cal, cimento e resíduo de britagem de
rocha. 2008. 93 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Civil) –
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2008.

SALES, L. F. P. Estudo do Comportamento de Fundações Superficiais Assentes em
Solos Tratados. 1998. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil, UFRGS, Porto Alegre, 1998.

SAMANIEGO, Rúben Alejandro Quiñónez.
Estabilização de um solo dispersivo com
adição de cal. 2015. 171 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia) – Universidade Federal do
Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015.

USACE. Army Corps of Engineers. Soil stabilization for pavements. Technical Manual. Norma americana TM 5-822-14. Washington, D.C., 1994.

VENDRUSCOLO, Marcio Antonio. Estudo do comportamento de materiais compósitos
fibrosos para a aplicação como reforço de base de fundações superficiais. 2003. 224 p.
Tese (Doutorado em Engenharia Civil) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2003.
Publicado
22-08-2019
Como Citar
Cordeiro, F., & Zampieri, L. Q. (2019). Estudo do comportamento mecânico de um solo de baixa resistência da região de Concórdia, SC, estabilizado com cal. Conhecimento Em Construção, 6, 113-124. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/conhecconstr/article/view/21840