POLÍTICAS EDUCACIONAIS VOLTADAS PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM: NA PERSPECTIVA DE UMA EDUCAÇÃO EMANCIPATÓRIA

Autores

  • Rosileia Lucia Nierotka Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Marlei Dambrós Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Neide Cardoso de Moura Universidade Federal da Fronteira Sul

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo central analisar a relação entre as políticas educacionais e os processos de ensino e aprendizagem sob uma perspectiva crítica, tendo em vista a possibilidade de uma educação de qualidade. Pretende-se verificar a que tipo de conhecimento as atuais políticas educacionais estão se propondo, e como pensar uma educação emancipadora, que considere os processos de ensino e aprendizagem. Essa investigação realizou-se numa perspectiva bibliográfica e com uma breve análise do Documento-referência da Conae/2014. Este estudo foi desenvolvido em três etapas: a primeira delas faz uma breve contextualização do cenário atual das políticas educacionais diante de uma agenda neoliberal, que analisa o conhecimento não como um bem público, mas na lógica de mercado. Num segundo momento, são apresentadas algumas concepções de ensino e aprendizagem, com ênfase em perspectivas pedagógicas, com foco na reflexão e transformação da realidade educacional. E, por fim, sinalizam-se alguns desafios para uma educação de qualidade nas políticas educacionais. Foram analisadas algumas proposições contidas no documento da Conae/2014, mais especificamente no Eixo IV sobre a “Qualidade da educação: democratização do acesso, permanência, avaliação, condições de participação e aprendizagem”. Como consideração preliminar deste estudo aponta-se a importância da articulação das políticas educacionais como um processo democrático e emancipatório de aprendizagem, para além dos propósitos competitivos, da lógica mundial globalizada. 

Palavras-chave: Políticas educacionais. Ensino e aprendizagem. Educação de qualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosileia Lucia Nierotka, Universidade Federal da Fronteira Sul

Mestranda em Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade Federal da Fronteira Sul.

Marlei Dambrós, Universidade Federal da Fronteira Sul

Mestranda no programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade Federal da Fronteira Sul.

Neide Cardoso de Moura, Universidade Federal da Fronteira Sul

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade de Filosofia Ciências e Letras Nove de Julho (1988); Especialização em Psicopedagogia - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1991); Pós-graduação - Mestrado em Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996); Pós-graduação - Doutorado em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2007). Atualmente é professora adjunta II e pesquisadora da Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS - Campus Chapecó - Santa Catarina. Atua também como professora do Programa de Pós-graduação em Educação da UFFS. Atualmente é pesquisadora pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM/CNPq) e coordenadora do Grupo de Estudos de Gênero e Educação (GEGEDUC/UFFS).

Downloads

Publicado

2014-09-08

Como Citar

Nierotka, R. L., Dambrós, M., & de Moura, N. C. (2014). POLÍTICAS EDUCACIONAIS VOLTADAS PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM: NA PERSPECTIVA DE UMA EDUCAÇÃO EMANCIPATÓRIA. Colóquio Internacional De Educação, 2(1), 541–548. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/coloquiointernacional/article/view/5057

Edição

Seção

Eixo 4. Políticas públicas, educação e diversidade