O ERRO E A AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM: AS CONCEPÇÕES DE PROFESSORES E ALUNOS

Autores

  • Nadia Aparecida de Souza UEL
  • Cláudia Fátima de Melo Favarão
  • Elaine Cristina Galvão UEL
  • Giovana Chimentão Punhagui UEL
  • Larissa Costa Correia UEL
  • Márcia Luciana Cestari UEL
  • Mirian Cristina Cavenaghi Sibila

Resumo

A prática avaliativa classicatória, no interior das escolas, vem cedendo lugar para outra, exercida com sentido mais formativo. Nesse contexto, espera-se que o erro passe a ser concebido como indicador diagnóstico para orientar professores e alunos. Todavia, cumpre questionar: como professores e alunos concebem o erro no processo de ensino e aprendizagem? Como professores e alunos sentem-se quando erram em situações avaliativas, no contexto escolar? Este trabalho, assim, tem por objetivo geral o de confrontar e analisar as concepções de erro manifestas por professores e alunos. A pesquisa qualitativa configurou-se como a opção mais pertinente. A coleta de dados teve por fonte a representação pictórica do sentimento frente ao erro cometido em situações de avaliação escolar, bem como pelo registro das explicações manifestas por 47 alunos e 29 professores do ensino fundamental II. A análise das imagens, aliada à análise das explicações proferidas possibilitou determinar as unidades temáticas. A análise dos dados revelou não haver discrepância entre as concepções discente e docente no concernente ao erro. Todos temem e se entristecem frente a ele e poucos reagem favoravelmente, tracejando alternativas para a sua superação. A predominância de sentimentos negativos, como: ansiedade, medo, frustração, raiva, desespero, desesperança faz-se presente nas imagens traçadas sobre o papel, bem como nas palavras escritas no verso das folhas. A evitação é uma das consequências e, pari passu, outra é o abandono do desejo de tentar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Souza, N. A. de, Favarão, C. F. de M., Galvão, E. C., Punhagui, G. C., Correia, L. C., Cestari, M. L., & Sibila, M. C. C. (2011). O ERRO E A AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM: AS CONCEPÇÕES DE PROFESSORES E ALUNOS. Colóquio Internacional De Educação, 1(1). Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/coloquiointernacional/article/view/1282

Edição

Seção

Eixo 6. Processos do Ensino e da Aprendizagem