INCLUSÃO ESCOLAR: POSSIBILIDADES DE FIRMAR A DIGNIDADE HUMANA PELA VERTENTE DO TERCEIRO INCLUÍDO

Autores

  • Roque Strieder Strieder UNOESC

Resumo

O trabalho é uma reflexão com base nos estudos realizados, nos últimos três anos, sobre a temática da inclusão escolar. Trata-se de um tema desejado por muitos, sejam governantes, sejam docentes e também alunos. Porém, sua prática efetiva é ainda um sonho distante. O que os três estudos desenvolvidos nos permitiram reconhecer é a necessidade de uma profunda mudança de mentalidade em relação ao fazer escola e fazer sociedade. Particularmente, em relação ao fazer pedagógico é fundamental superar a lógica transmissiva. Em seu lugar precisa vicejar uma concepção e prática escolar de relações humanas. Conceber e efetivar uma sala de aula na qual o tratamento relacional entre professor e aluno esteja alicerçado no cuidado, na entreajuda e na construção de convivências. Com essa perspectiva apresentamos uma nova proposta de estudos com a temática originária da complexidade e no contexto da transdisciplinaridade e, mais especificamente o Terceiro Incluído. Como problemática dessa investigação questionamos: É possível, e como, a lógica do terceiro incluído potencializar mudanças de mentalidade e de atitudes de aceitação do outro diferente e estranho, transformando o sonho da educação inclusiva em convivências inclusivas? Assim, o objetivo desse novo estudo é investigar se e como a lógica do Terceiro Incluído, ao reconhecer a presença da complexidade, na emergente percepção das realidades, acena para a substituição da conjunção “ou”, e a certeza da expressão de que “dois corpos não podem ocupar a mesma região no espaço”, para a conjunção “e” e a expressão “ao mesmo tempo”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Strieder, R. S. (2011). INCLUSÃO ESCOLAR: POSSIBILIDADES DE FIRMAR A DIGNIDADE HUMANA PELA VERTENTE DO TERCEIRO INCLUÍDO. Colóquio Internacional De Educação, 1(1). Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/coloquiointernacional/article/view/1276

Edição

Seção

Eixo 6. Processos do Ensino e da Aprendizagem