ENTRE FLORES, BORBOLETAS E FADAS: A ANÁLISE DAS VIVÊNCIAS DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

  • Arlete Terezinha Draszevski UNOESC
  • Giovana Maria Di Domenico Silva UNOESC

Resumo

O presente artigo constitui-se de relato, articulado a reflexões teóricas, acerca de vivências no estágio Curricular Supervisionado em Educação Infantil. Objetivamos relatar a  reflexão, a partir da prática, acerca da infância e sua singularidade, a fim de reconhecer a criança como ser social e histórico, valorizando o que é específico da natureza infantil: a ludicidade, imaginação e fantasia. A temática orientadora dessa proposta de estágio foi Educar e Brincar: respeitando a especificidade infantil. Justificamos como necessária a discussão proposta por entender que, cada vez mais, neste período histórico, a ludicidade, a imaginação e a fantasia, que caracterizam o tempo de infância, vêm sendo negados, e diante deste contexto, é preciso que a educação construa esta reflexão para que a escola não se caracterize como mais um espaço desta negação e sim como um espaço privilegiado de reconhecimento do ser criança a partir de oportunidades de vivências plenas de infâncias. Nesse sentido, descrevemos e alicerçamos em bases teóricas, visando significar a importância de se consolidar situações de aprendizagens pautadas no reconhecimento das singularidades infantis. A vivência do estágio aconteceu no Centro Educacional Infantil Tio Patinhas, na turma do Maternal III, com duração de 20h. Com a referida vivência e análise, concluímos que o contexto escolar, quando constituído de situações de aprendizagens que privilegiam aspectos lúdicos, envolvendo imaginação e fantasia, caracterizam-se como espaços que respeitam e valorizam a singularidade e a especificidade infantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Draszevski, A. T., & Silva, G. M. D. D. (2011). ENTRE FLORES, BORBOLETAS E FADAS: A ANÁLISE DAS VIVÊNCIAS DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Colóquio Internacional De Educação, 1(1). Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/coloquiointernacional/article/view/1275

Edição

Seção

Eixo 6. Processos do Ensino e da Aprendizagem