CIÊNCIA, MEIOS DE COMUNICAÇÃO E ENSINO

Autores

  • Gustavo Deon UNOESC

Resumo

Este artigo tem como objetivo estudar de que maneira os meios de comunicação, neste caso a televisão, podem ser usadas como ferramenta no processo de Ensino-aprendizagem. A pesquisa está vinculada ao trabalho de dissertação de Mestrado em Educação do autor, apresentada em 2009. O trecho apresentado aqui corresponde ao processo de estudo do jornalismo científico e apresenta argumentações sobre a popularização da ciência e a alfabetização científica, bem como relaciona características da televisão como instrumento auxiliar no processo de ensino-aprendizagem. A divulgação científica não compreende somente o que é veiculado sobre a ciência nos meios de comunicação de massa, ou mais precisamente pelo jornalismo científico, compreende um universo muito mais amplo, como informações prestadas pelos cientistas, museu da ciência e da tecnologia, publicação de livros que tenham essa finalidade, periódicos, exposições de caráter científico, entre outros. Pode-se dizer que o que visa divulgar a ciência pode se enquadrar dentro dessa conceituação. Neste trabalho, a divulgação científica é focalizada no âmbito da televisão, meio que hoje atinge milhões de lares brasileiros. A televisão aberta atinge, atualmente, 99,3% do território brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Deon, G. (2011). CIÊNCIA, MEIOS DE COMUNICAÇÃO E ENSINO. Colóquio Internacional De Educação, 1(1). Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/coloquiointernacional/article/view/1264

Edição

Seção

Eixo 6. Processos do Ensino e da Aprendizagem